conecte-se conosco


Tecnologia

Robôs sexuais são confundidos com pessoas; entenda como é produzido o design

Publicado

robô sexual arrow-options
Reprodução/Silicone Lovers

Robôs sexuais já são confundidas com humanos por similaridade física


Uma fabricante de robôs sexuais inteligentes revelou que suas bonecas já estão sendo confundidas com pessoas reais, tamanha a similaridade do design. 

Além de fazerem uso de integliência artificial , os robôs sexuais já utilizam de outra tecnologia no design que os faz ficarem ainda mais parecidos com seres humanos. Ao invés de serem projetados artificialmente, os corpos dos robôs são feitos através do escaneamento corporal de corpos reais , o que torna as proporções mais verídicas. 

Leia também: Depois de polêmicas, vibrador com microrobótica é lançado nos EUA

Em entrevista ao  Daily Star Online , o cofundador da fabricante  Silicone Lovers , Louie Love, afirmou que, apesar da similaridade no design , ainda falta muito para que os trejeitos dos robôs sexuais sejam indistinguíveis dos de um humano. 

“Não importa o quão realistas eles pareçam, assim que você vê suas bocas se moverem, pode ser um pouco estranho e você pode dizer imediatamente que eles são humanóides”, afirma Love, que acredita que ainda faltam alguns anos para que os robôs atinjam esse patamar de similaridade com pessoas reais.

Leia mais:  Até tu Amazon? Empresa entrega máquina de waffles usada e suja nos EUA

Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Xiaomi lança trena a laser que pode medir até 40 metros de distância

Publicado

por

Olhar Digital

A Xiaomi é uma empresa conhecida principalmente por conta dos seus smartphones que alinham desempenho com preços mais acessíveis, sobretudo no Brasil . Porém, a marca possui uma variedade gigante de produtos, muitos existentes apenas em mercados alternativos, como Índia e a própria China .

Estoque do Xiaomi Mi 10 acaba em um minuto na China

Cama, capacete, mochila, bebedouro para gatos e diversos eletrodomésticos são apenas alguns exemplos. Agora, a empresa anunciou mais uma novidade: uma trena a laser .

Reprodução

O dispositivo é mais voltado para profissionais de obras e segmentos que necessitam medir distâncias longas e precisas . O Xiaomi Duka tem a capacidade de medir até 40 metros.

Anatel limita número de chips pré-pagos por CPF; entenda o motivo

Em comunicado, a empresa afirma que “não será mais preciso pedir ajuda para medir o seu quarto, algum objeto ou até mesmo ferramentas de trabalho. O novo dispositivo oferece medição precisa usando um laser de alta potência”.

Reprodução

A bateria do equipamento é surpreendente. Com 200 mAh, é possível fazer até 3.500 medições por carga. A trena é feita inteiramente de alumínio e, além de distância, é possível calcular o volume de salas , ângulos , diagonais e muito mais. O Xiaomi Duka vai ser vendido na China e na Europa com preço de 23 euros, aproximadamente R$ 111. Não há previsão para lançamento no Brasil .

Leia mais:  Nvidia lança streaming de jogos por US$5 mensais

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana