conecte-se conosco


Esportes

Robinho, Jô, Lucas Moura, Hulk… brasileiros marcam no fim de semana pelo mundo

Publicado


robinho comemorando gol
Twitter/Reprodução

Robinho foi um dos brasileiros que marcaram gol no final de semana no exterior

Alguns jogadores brasileiros se destacaram e balançaram as redes na rodada do futebol no final de semana pelo mundo, seja em jogos pelas principais ligas nacionais da Europa ou pela Ásia.

Leia também: Em goleada do Tottenham, Lucas Moura marca 1º hat-trick na Europa

Confira abaixo quais foram os brasileiros que marcaram gol no exterior.

Lucas Moura

Na manhã do último sábado, Lucas Moura foi titular do Tottenham na partida contra o Huddersfield Town e anotou seu primeiro “hat-trick” desde que chegou à Europa, em 2013. O time londrino goleou por 4 a 0 – Wanyama foi o autor do outro tento.


Lucas Moura marcou três gols na vitória do Tottenham sobre o Huddersfield Town
Twitter/Reprodução

Lucas Moura marcou três gols na vitória do Tottenham sobre o Huddersfield Town

Robinho

Em busca do título inédito, o líder Istanbul Basaksehir tropeçou fora de casa diante do Besiktas. O atacante Robinho, ex-Santos e Atlético-MG, até abriu o placar para os visitantes, mas Hutchinson e Yilmaz garantiram a vitória dos anfitriões por 2 a 1, de virada.

Leia mais:  Garoto que viralizou com camisa do Santos recebe visita de ídolos do clube

Raffael

O experiente meia-atacante foi o autor do gol da vitória por 1 a 0 do Borussia M’gladbach diante do Hannover, fora de casa, pelo Campeonato Alemão. O time do brasileiro é o quinto colocado e ainda briga por vaga na Champions League.

Felipe Anderson

O meia Felipe Anderson bem que tentou estragar a festa do Manchester United no Old Trafford, mas o gol do brasileiro pelo West Ham foi ofuscado pelos dois tentos de Pogba, de pênalti, garantindo a vitória por 2 a 1 dos donos da casa.


Felipe Anderson comemora gol sorrindo
Twitter/Reprodução

Felipe Anderson marcou na derrota do West Ham diante do Manchester United

Gabriel Magalhães

O jovem zagueiro ajudou o Lille a golear o PSG por 5 a 1 na rodada do Francês, impedindo o rival de comemorar o título de forma antecipada. O defensor de 21 anos de idade foi o autor do quarto gol da equipe, segunda colocada na tabela.

Luiz Gustavo

Também pelo Francês, o volante Luiz Gustavo marcou o segundo gol do Olympique de Marselha no triunfo por 2 a 1 sobre o Nimes, em casa. O time do brasileiro é o quinto colocado e ainda briga por vaga em competições europeias.

Leia mais:  Internacional joga bem mesmo com reservas e vence o Ceará

Maycon

O ex-corintiano Maycon fez o terceiro gol do líder Shakhtar Donetsk diante do Zorya pelo Campeonato Ucrâniano, fechando o triunfo por 3 a 0. A equipe lidera a competição e segue rumo a mais um título.

Jô e Marcos Júnior

No duelo entre Yokohama Marinos e Nagoya Grampus, pelo Campeonato Japonês, o atacante Jô abriu o placar para os visitantes batendo pênalti, mas Marcos Júnior igualou para o Marinos ainda no primeiro tempo, decretando o 1 a 1.


Jô apontando o dedo
Divulgação

Jô deixou sua marca no Japão

Renato Augusto

Líder do Campeonato Chinês, o Beijing Guoan fez 2 a 1 sobre o Henan Jianye com direito a gol de Renato Augusto, de pênalti,

Fernandinho

O jogador brasileiro marcou um gol e ajudou o Chongqing Lifan a bater o Hebei por 2 a 1 pelo Chinesão.

Alex Teixeira

Jogando fora de casa, o Jiangsu Suning venceu o Shenzhen por 2 a 0 e o brasileiro Alex Teixeira foi o autor do segundo gol dos visitantes, aos 38 minutos do primeiro tempo.

Johnathan e Alan

A partida entre Tianjin Teda e Tianjin Tianhai pelo Chinês terminou empatada em 1 a 1  e só com gols de brasileiros. Alan abriu o placar para o Tianhai, mas Johnathan igualou tudo a favor do Teda.

Hulk e Elkeson

O Shanghai SIPG venceu o Wuhan Zall por 2 a 1 graças a dois brasileiros : Hulk fez o primeiro de pênalti e Elkeson, já nos acréscimos do segundo tempo, definiu o triunfo dos mandantes, que ocupam o segundo lugar na tabela de classificação na China. 

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

CSA aguenta pressão, surpreende e vence o Fluminense no Maracanã

Publicado

por

Lance

CSA surpreendeu o Fluminense no Maracanã arrow-options
Celso Pupo / Fotoarena / Agência O Globo

CSA surpreendeu o Fluminense no Maracanã

No duelo na parte de baixo da tabela do Brasileirão , o Fluminense foi surpreendido pelo CSA e voltou para a zona de rebaixamento. O time alagoano conseguiu segurar o Tricolor e fez 1 a 0, na tarde deste domingo, no Maracanã. Com a derrota, o Flu foi ultrapassado pelo Cruzeiro e, agora, é o 17º colocado, com 12 pontos. Já o CSA é o 18º, agora com 11 pontos.

O Fluminense só volta a campo pelo Brasileiro no dia 2 setembro, contra o Avaí, em casa, devido ao jogo contra o Palmeiras ter sido adiado. Antes disso, o Flu encara o Corinthians, nesta quinta-feira, pela Copa Sul-Americana. Já o CSA recebe o Cruzeiro no próximo domingo.

Bom começo do Flu

Desde o início da partida, o Fluminense mostrou que iria em busca da vitória. Comandado por Ganso, que teve boa atuação e foi o principal criador de jogadas do Tricolor, a equipe de Fernando Diniz dominou as ações do jogo. E o time até tocava bem a bola e pressionava o time do CSA, mas faltou qualidade nas finalizações. Enquanto João Pedro e Marcos Paulo estiveram um pouco apagados, as infiltrações de Yony e Allan, os bons cruzamentos de Igor Julião, além das bolas enfiadas por Ganso, foram as principais alternativas do Flu no primeiro tempo. 

Leia mais:  Famoso por causa de Messi, menino afegão foge de casa após ameaças do Talibã

Yony tenta, mas falta precisão

Artilheiro do Fluminense na temporada (empatado com Luciano, que foi para o Grêmio) e principal jogador da equipe no momento, Yony teve as principais chances do Tricolor no primeiro tempo. E não foram poucas. Foram cinco finalizações apenas na primeira etapa, mas o colombiano não estava nos seus melhores dias. Daniel, vaiado pela própria torcida em boa parte do tempo em que esteve em campo, também quase marcou com um chute de fora da área.

Flu volta melhor

Após ir para o intervalo com 14 finalizações contra apenas 4 do CSA, o roteiro do segundo tempo não foi muito diferente. Enquanto o time alagoano se postava na frente da área e apostava nos contra-ataques, o Tricolor tocava a bola tentando uma infiltração. Mas, contra uma parede de jogadores de azul na sua frente, o Flu tentou alguns chutes de fora da área, com Allan, Ganso e Wellington Nem, que entrou bem no time no time. Ainda aos 15 minutos, Brenner mandou uma bola no travessão, após bom passe de Marcos Paulo.

CSA é mortal

Se a estratégia do CSA era ficar recuado atrás e apostar nos contra-ataques, execução foi perfeita. Até os 33 minutos do segundo tempo, o time tinha apenas 4 finalizações no jogo. Mas, na quinta, foi certeiro. Num contra-ataque puxado por Ricardo Bueno, o atacante lançou para Jean Cléber, que ajeitou para Jonatan Gomez finalizar no canto, sem chances para o goleiro Muriel.

Leia mais:  O que deu certo e o que não deu na suada classificação do Brasil à semifinal

No início da jogada, o time do Fluminense ficou na bronca por um pênalti não marcado sobre Ganso, mas o árbitro ignorou as reclamações. Depois, até o apito final o time alagoano foi muito pressionado, mas, enquanto era muito vaiado pela torcida, o Fluminense não conseguiu descontar o placar.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 0 X 1 CSA

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: 18 de agosto, às 16h
Árbitro: Wagner Reway (PB) 
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Neuza Ines Back (ambos de SP)
Árbitro de vídeo: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Gramado: Bom.
Público/Renda: 22.963 pagantes/R$ 709.425,00
Cartão amarelo: Yuri (FLU), Jonatan Gomez e Dawhan (CSA)
Cartão vermelho:

GOL : Jonatan Gomez, 33’/2ºT (0-1)

FLUMINENSE : Muriel; Igor Julião (Miguel, 37’/2ºT), Nino, Yuri, Caio Henrique; Allan, Ganso, Daniel (Brenner, 15’/2ºT); Yoni González, João Pedro (Wellington Nem, Intervalo), Marcos Paulo. Técnico: Fernando Diniz.

CSA: Jordi; Apodi (Jean Cléber, 25’/2ºT), Alan Costa, Luciano Castán, Carlinhos; Dawhan, João Vítor, Naldo, Jonatan Gomez; Maranhão (Bustamante, 32’/2ºT) e Alecsandro (Ricardo Bueno, 11’/2ºT). Técnico: Argel Fucks.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana