conecte-se conosco


Entretenimento

Robert De Niro processa ex-funcionária por assistir “Friends” no trabalho

Publicado

Uma ex-funcionária sênior da produtora de Robert De Niro está sendo processada em US$ 6 milhões. O motivo? Chase Robinson teria gastado “quantidades astronômicas de tempo” assistindo a Netflix durante o horário de trabalho. Além disso, ela teria gastado quantias exorbitantes em hotéis e restaurantes, além de ter utilizado as milhas pessoais de De Niro para suas viagens pessoais.

Leia também: Robert De Niro volta a atacar Trump: “abaixo esse filho da p…!”

Produtora de Robert De Niro processa ex-funcionária por assistir Netflix no horário de trabalho arrow-options
Divulgação/Imdb

Produtora de Robert De Niro processa ex-funcionária por assistir Netflix no horário de trabalho

Leia também: Robert De Niro surge rejuvenescido no trailer de “O Irlandês”

Segundo a Variety , Charles Robinson foi contradada pela empresa de Robert De Niro  , a Canal Productions, em 2008, como assistente pessoal do ator. Mais tarde, ela chegou ao posto de “vice-presidente de produção e finanças” da companhia, alcançando um salário de US$ 300 mil por ano. Ela deixou a empresa em abril de 2019.

No processo, a acusação entra em detalhes sobre o comportamento da funcionária no ambiente de trabalho. Segundo os advogados da Canal Productions  , Robinson raramente aparecia no escritório. Ela teria, em um período de quatro dias, assistido a 55 episódios de ”  Friends  “. Em outra semana, ela teria assistido a vinte episódios de “Arrested development” e dez episódios da sitcom canadense “Schitt’s creek”.

Ex-funcionária de Robert De Niro assistia arrow-options
Divulgação/Imdb

Ex-funcionária de Robert De Niro assistia “Friends” no horário de trabalho

Leia mais:  Débora Nascimento fala sobre relação com José Loreto: “é um elo eterno”

Leia também: Milton Gonçalves processa Paulo Betti por racismo 

“Assistir a programas na Netflix não era de forma alguma parte das tarefas e responsabilidades de Robinson no emprego e, segundo informações e nosso entendimento, ela fez isso para entretenimento e diversão pessoal, nas horas em que estava sendo paga para trabalhar”, diz um trecho do processo.

As quantias não-autorizadas pela empresa de Robert De Niro  no cartão corporativo somam mais de US$ 12 mil apenas em um restaurante, US$ 8 mil em padaria e mercado, e US$ 32 mil em uber e táxi.

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

“Foram noites sem dormir”, diz Chay Suede sobre cena de Amor de Mãe

Publicado

 

 

Chay Suede foi o nome do capítulo de Amor de Mãe dessa terça (6/4). Desde o início da noite, o ator brilhou nas cenas em que Danilo descobre as mentiras de Thelma (Adriana Esteves) e terminou deixando o telespectador arrepiado com o encontro entre ele e Lurdes (Regina Casé). Não à toa, Chay foi elogiadíssimo nas redes sociais. A emoção, aliás, continua no capítulo desta quarta (7/4). “Podem preparar o lencinho porque ainda tem muita cena emocionante até o final”, avisa o ator, que considera a cena de ontem uma das mais difíceis de fazer. “Essa novela foi marcante para mim do início ao fim, mas o encontro deles tem um lugar especial na minha vida. Foram noites sem dormir para gravar”.

Chay também não tem dúvida sobre a sua personagem preferida em Amor de Mãe: “Dona Lurdes, claro. Não só em Amor de Mãe, mas de todas as novelas que eu já vi na vida”. Sem contar como vai ficar a relação entre Danilo e Thelma, o ator afirma que é impossível entender e perdoar tudo que ela fez. “Ela deu ré e matou a mãe biológica da esposa do filho. Depois, mandou matar a esposa do filho atropelada. Matou a melhor amiga asfixiada numa garagem e atirou e manteve em cárcere privado a outra melhor amiga. Acho que não dá, né”.

Comentários Facebook
Leia mais:  Ex-Tiazinha, Suzana Alves será pregadora evangélica
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana