conecte-se conosco


Cidades

Revendedoras de veículos usados deverão informar procedência

Publicado

Para resguardar os direitos do consumidor, mais uma proposta está em tramitação na Assembleia Legislativa. O Projeto de Lei 871/20, de autoria do presidente da ALMT, deputado Eduardo Botelho (DEM), determina que as revendedoras de veículos informem a procedência do produto, ou seja, terá que divulgar se é oriundo de leilão, locadora ou salvado de seguradoras.

Objetivo é esclarecer ao consumidor sobre a origem dos veículos colocados à venda, sob pena de multa de 500 a 10 mil UPFs caso haja descumprimento da lei.

Botelho destaca a necessidade de manter o consumidor muito bem informado, antes de fechar qualquer negócio. Por isso, defende o projeto para assegurar aos consumidores adquirentes de veículos usados e seminovos informações claras e precisas sobre a procedência dos veículos colocados à venda.

No projeto, alerta que os produtos com origem de leilões, locadoras de veículos e salvados, que são recuperados pelas seguradoras, possuem valor de mercado menor na tabela FIPE – principal referência para pessoas que querem comprar ou vender veículos usados ou seminovos. Organizado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas desde 1973.

Leia mais:  Convocados para a 2ª fase do processo seletivo do HMC devem entregar provas de títulos até 4ª

“O projeto é importante para o consumidor, pois nem sempre obtém as informações de forma clara e precisa”, declara o parlamentar, ao acrescentar que a medida evitará dissabores na aquisição desse tipo de bem. A proposta cumpre pauta e aguarda os pareceres das comissões de Constituição, Justiça e Redação – CCJR e de Defesa do Consumidor e do Contribuinte – CDCC.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeito é intubado com Covid-19; família avalia transferência para SP

Publicado

O prefeito de Tapurah (430 Km de Cuiabá), Carlos Alberto Capeletti (PSD), apresentou piora em seu estado de saúde. Diagnosticado com Covid-19, ele foi intubado nesta quinta-feira (4).

Desde a última terça-feira (2), o gestor municipal está internado numa UTI de um hospital particular de Sorriso (420 KM da Capital).

Informações extra-oficiais revelam que a família do prefeito analisa a possibilidade de transferi-lo para uma unidade de saúde em São Paulo (SP). Porém, leitos particulares na capital paulista também estão superlotados.

Carlos Alberto Capeletti  foi eleito em 2020 para o primeiro mandato à frente da prefeitura de Tapurah. Ele recebeu 2.678 votos, o que corresponde a 41,52%.

De acordo com um boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), 37 pessoas morreram por complicações do Covid-19 em Mato Grosso nas últimas 24 horas. No mesmo período, 2.748 novos casos de infecção do vírus também foram registrados no Estado.

Desde o início da pandemia, já são  258.460 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.941 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Comentários Facebook
Leia mais:  Risco de transmissão de doenças causadas pelo Aedes aegypti tem redução de 28,6% na Capital
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana