conecte-se conosco


Política

Reunião debate segurança em centro histórico de Cuiabá

Publicado

Foto: ELIEL TENÓRIO PEREIRA / ASSESSORIA DE GABINETE

O deputado estadual Elizeu Nascimento (DC) recebeu em seu gabinete um grupo de comerciantes do centro histórico de cuiabá para tratar dos altos números de roubos e furtos na área central da capital.  Estiveram presentes à reunião o diretor do Conselho Deliberativo da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Roberto Peron, os representantes da Associação Comercial e empresários do Centro Sul (ACEC) Mayara Araújo e João Francelino, respectivamente. Ainda, o superintendente da Fecomércio, Igor Cunha; Dulce Resende e Gerson Linitzmair do Conseg; Luiz Carlos e João Paulo Borguete do Sindpetroleo; os representantes da Cia. Centro da Policia Militar, 1º ten Moessa e major Correa, e o secretário municipal de Ordem Pública, coronel Leovaldo Emanoel Sales da Silva.

Em reunião, os representantes "pediram socorro" ao deputado, uma vez que os momentos são considerados difíceis devido a falta de segurança que assusta lojistas e sociedade em geral. “De maneira aberta estamos aqui para pedir o envolvimento do Poder Legislativo. Pedir que o deputado se una a nós. Precisamos que todas as entidades- federal, estadual e municipal- estejam envolvidas. A polícia federal combatendo tráfico de drogas, a inteligência e informação atuando também, as secretarias de estado e município juntamente com assistência social agindo juntas. O que nos traz aqui é um sentimento de angústia. É meu sentimento, como secretário, pois não vejo possibilidade de solucionar o problema, a não ser com o engajamento de todos”, destacou o coronel Leovaldo Sales.

Leia mais:  Instituto Ciranda faz recital anual hoje (11) no Teatro Zulmira

O deputado apresentou um projeto de lei aos moldes da lei municipal de sua autoria, denominada‘Vida Nova’, sancionada em 2017.   A diretriz da matéria propõe a internação voluntária ou involuntária de dependentes químicos por requerimento familiar, pais ou tutores, cônjuge ou companheiro, em unidade hospitalar, devidamente autorizado por médico registrado no Conselho Regional de Medicina – CRM do Estado de Mato Grosso.

"Vocês procuraram a pessoa certa, essa lei será a ferramenta que vai ajudar a acabar com a insegurança do centro histórico. O projeto Vida Nova é valioso para sociedade, pois atende principalmente, as famílias que vivem na periferia e que não têm condições de arcar com uma internação particular,  oque atualmente custa em média mil e quinhentos reais, mensalmente. Acredito que estamos caminhando na busca de uma segunda chance para esses dependentes que podem se recuperar e dessa maneira retornar ao mercado de trabalho, sempre pautados na lei de forma integral", declarou o deputado.

Roberto Peron diretor do Conselho Deliberativo da CDL, parabenizou o deputado pelo projeto e está confiante com a atuação do parlamentar.

Leia mais:  Concerto no Teatro Zulmira homenageará os 300 de Cuiabá nesta sexta (15)

"A situação vem se agravando a cada dia mais. Até o momento só recebemos soluções paliativas, temporárias, mas, em seguida você tem todos os problemas de volta, então, na minha opinião, a união de poderes seria uma das melhores maneiras para resolver esse problema".

“Fortalecer a segurança pública no estado é um dos meus objetivos como parlamentar, esse grupo e os mato-grossenses podem contar comigo, agora estamos juntos para trazer segurança para área central”, finalizou Nascimento.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
publicidade

Política

MP do Programa Médicos pelo Brasil corre risco de expirar

Publicado

por

A medida provisória (MP) que cria o Programa Médicos pelo Brasil expira nesta quinta-feira (21) e ainda não foi votada na Câmara dos Deputados. A MP estava na pauta de votações desta terça-feira (19), mas não se manteve após reunião dos líderes da Casa, que definiram outras votações prioritárias para o plenário.

A Câmara precisa aprovar a MP e enviar para o Senado antes de seu vencimento. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou que colocará o assunto para votação do plenário assim que recebê-lo, mesmo com pouco tempo para discussão do texto. “Ela é importante, tem que votar, vou falar com os senadores. A gente tem que votar, mesmo faltando um dia [para expirar] a gente vai botar para votar.”

A MP foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro em 1º de agosto e amplia em pouco mais de 7,3 mil o número de médicos nas áreas mais carentes do país, sendo que 55% dos profissionais serão contratados para atender as regiões Norte e Nordeste.

Leia mais:  Concerto no Teatro Zulmira homenageará os 300 de Cuiabá nesta sexta (15)

O Programa Médicos pelo Brasil, lançado em substituição ao Mais Médicos, criado em 2013, também define novos critérios para realocação dos profissionais considerando locais com maior dificuldade de acesso, transporte ou permanência dos servidores, além do quesito de alta vulnerabilidade. A nova proposta ainda prevê formação de médicos especialistas em medicina da família e comunidade.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Política
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana