conecte-se conosco


Tecnologia

Resgatando as fotos da infância: app Remini aumenta a qualidade das imagens

Publicado

source
remini arrow-options
Arquivo Pessoal/Ila Fox

A internauta Ila Fox conseguiu recuperar uma foto da sua infância com o Remini.


Sabe aquela foto antiga que mal dá para enxergar a fisionomia das pessoas? Ou aquela imagem que você fez em uma festa e acabou desfocando no rosto dos seus amigos? Saiba que agora elas têm salvação. Um aplicativo , chamado Remini , promete aumentar a qualidade de imagens, e acabou caindo no gosto popular. 

Leia também: Não são só as três câmeras: inteligência artificial dá a Apple as melhores fotos

O Remini faz uso de inteligência artificial para corrigir imagens embaçadas, danificadas, compactadas ou em baixa resolução. Com a tecnologia, o aplicativo é capaz de reconstruir os rostos até em imagens com a qualidade realmente ruim


Apesar dos resultados impressionantes, internautas apontaram para alguns casos em que o app não funciona muito bem. Alguns reclamaram de um resultado um pouco artificial ou exagerado em fotos muito antigas – e, portanto, com resolução muito baixa. Outros apontaram que o aplicativo funciona melhor em fotografias retrato, quando em comparação com imagens em que há várias pessoas. 

Leia mais:  Criança autista ganha ‘Netflix personalizada’ de internauta, após sofrer crises

Leia também: Os melhores apps de foto para substituir a câmera do seu celular

De qualquer forma, o aplicativo caiu no gosto das pessoas, que estão compartilhando suas fotos restauradas nas redes sociais . Kentaro Mori é um deles, e conta que o aplicativo foi de grande ajuda para recuperar as memórias da família. A casa de seus pais foi invadida, e a família acabou perdendo muitas fotos e negativos. De alguns momentos, sobraram apenas fotos das fotos, que foi justamente o material que Kentaro usou no Remini. “Foi ótimo ver a reconstrução que o aplicativo fez. Nem sempre o resultado é tão bom, mas mesmo quando não é, já ajuda a recuperar memórias”, conta. 

Remini arrow-options
Arquivo Pessoal/Kentaro Mori

Kentaro conseguiu recuperar suas fotos de família.


Como utilizar o Remini

O aplicativo Remini está disponível tanto para Android quanto para iOS . Em ambos os sistemas operacionais , o download é gratuito, e o usuário tem o direito a editar três fotos por dia . Para utilizar o app além desta cota, é preciso realizar um pagamento dentro do aplicativo. 

remini arrow-options
Captura de tela

O aplicativo Remini é simples e fácil de usar.

Leia mais:  Robô jogador de basquete acerta 2 mil arremessos seguidos e entra no Guinness


A interface do Remini é bastante intuitiva, e para começar a editar é só criar uma conta básica e, depois, escolher as fotos. A conta pode ser criada através de um email ou logando com a conta do Facebook ou do Google . Nesses casos, vale a tradicional dica de segurança: melhor fazer o cadastro via email, já que quanto menos aplicativos associados às contas do Facebook e do Google, melhor. 

Leia também: Samsung testa câmera periscópio no Galaxy S11; celular deve ter lente com 100 MP

Depois, é só aproveitar o aplicativo para salvar suas fotos antigas. Será que em breve essa tecnologia chega de forma nativa às câmeras dos celulares? 

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Produto de US$3 promete ‘transformar’ um iPhone antigo em iPhone 11 Pro

Publicado

por

source

Olhar Digital

adesivo arrow-options
Divulgação

Adesivo faz qualquer iPhone parecer novo


Para quem não deseja desembolsar um bom dinheiro na compra de um iPhone 11 Pro , mas quer impressionar naquelas selfies em frente ao espelho, os vendedores do AliExpress têm a solução perfeita. Um produto oferecido por uma loja chinesa promete transformar qualquer iPhone X, XS e XS Max em um iPhone 11 Pro  – ou quase isso.

Leia também: Linha iPhone 11 chega ao Brasil com preços menores que no ano passado; confira

A ideia pode parecer estranha, mas o produto não oferece qualquer modificação na carcaça (pelo menos não permanente), e nem no hardware . O que está sendo vendido nada mais é do que um adesivo , para ser colado na câmera dos aparelhos, e que o deixa com a aparência idêntica a do novo dispositivo da Apple .

Pelas imagens de divulgação, o item ainda simula a elevação da câmera dos novos iPhone  para dar mais veracidade à ideia. Obviamente, não há nenhum impacto no desempenho das câmeras dos aparelhos.

Leia mais:  Fones de ouvido com tradução simultânea já existem; veja lançamento da Microsoft

Leia também: O iPhone 11 vale a pena? Confira os detalhes dos lançamentos da Apple

É difícil dizer a durabilidade do adesivo , e nem se ele pode sobreviver a respingos e outras intempéries, mas é bem curioso saber de que ele existe e, até o momento, já conta com mais de 330 unidades vendidas.

Infelizmente, o adesivo, que custa pouco mais de US$ 3 (aproximadamente R$ 12), não é enviado para o Brasil, por esse motivo, os brasileiros não podem ter um iPhone 11 Pro gastando pouco. Que pena.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana