conecte-se conosco


Cidades

Representantes do esporte cuiabano são homenageados pela Prefeitura de Cuiabá

Publicado

Atletas, treinadores, entidades organizacionais e representantes de empresas estiveram reunidos, na última sexta-feira (29), na cerimônia de condecoração ao Mérito Desportivo 2019 – Cuiabá 300 Anos. Realizada pela Prefeitura de Cuiabá no anfiteatro Dom Malan, no Colégio Salesiano São Gonçalo, a solenidade distribuiu 174 homenagens em reconhecimento àqueles que prestaram relevantes serviços para o desenvolvimento do esporte na Capital.    

Em sua 6ª edição, a condecoração é promovida pela Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo e regulamentada por meio do Decreto Municipal nº 5.527, de 2014. Para o secretário Francisco Vuolo, a entrega dos títulos é uma forma encontrada pelo Município de valorizar aqueles que colaboraram para a construção da história esportiva de Cuiabá, em especial no ano do tricentenário.  

“A Prefeitura está buscando homenagear aqueles que deram tanto pelo esporte de Cuiabá e também em memória daqueles que já partiram, mas deixaram um legado construído. Essa edição de 2019 é diferente das outras. Estamos em um ano especial e, nesse sentido, resolvemos alinhar essa ação com os 300 anos da Capital”, explicou Vuolo.

Leia mais:  Ministério da Saúde conclui repasse de R$ 100 mi e sacramenta compromisso de Pinheiro de entregar novo PS em dezembro

Um dos condecorados da noite foi o presidente do Conselho Regional de Educação Física de Mato Grosso (CREF-MT), o Prof. Me. Carlos Alberto Eilert. Com mais de 40 anos de dedicação à área, Eilert também foi empossado, na sexta-feira, como membro da Academia Brasileira de Educação Física (ABEF). O homenageado destacou como principal feito da instituição o combate aos diplomas falsos e, consequentemente, ao exercício ilegal da profissão.

“Receber essa condecoração significa o reconhecimento do trabalho de uma pessoa que chegou aqui como ‘pau rodado’ e hoje pode ser considerado um cidadão cuiabano. À frente do Conselho temos a missão de proteger a sociedade daqueles que se dizem profissionais, mas colocam em risco a saúde das pessoas ao oferecerem serviços para os quais não possuem habilitação. Por meio da nossa fiscalização intensa conseguimos retirar uma média de 12 diplomas falsos do mercado, por ano”, disse o presidente.

A solenidade contou também com a participação do secretário-adjunto de Esporte, Edilson Odilon, e de mais de 400 pessoas, entre atletas, treinadores e representantes de empresas e instituições ligadas ao esporte.

Leia mais:  2ª Edição do Mutirão Pop na Rua realiza mais de 480 atendimentos à moradores em situação de rua

 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Brasil confirma 807 mortes e 11,6 mil novos casos de Covid-19 em um dia

Publicado

por

O Brasil registrou nas últimas 24 horas a confirmação de 807 mortes e de 11.687 novos casos confirmados de Covid-19 no país.

Com os novos números, o país possui 374.898 casos confirmados e 23.473 mortes relacionadas ao novo coronavírus. De acordo com os números da Universidade Johns Hopkins, o Brasil é o segundo país com mais casos da doença (atrás apenas dos Estados Unidos, com 1,6 milhão) e o sexto com mais mortes.

Os números do boletim diário divulgado pelo Ministério da Saúde dizem respeito às confirmações de novos casos e mortes registradas ao longo do último dia, independentemente da data em que tenham ocorrido. Novos casos e mortes demoram a serem confirmados em função dos prazos para a realização de testes e pela própria dinâmica de trabalho das secretarias estaduais de Saúde.

Segundo a pasta, dos casos confirmados, 153.833 são pessoas que já se recuperaram da doença. Outros 197,5 mil casos estão em acompanhamento. Além das 23,4 mil mortes já confirmadas, outros 3.742 óbitos já ocorridos estão sendo estudados para a possibilidade de relação com a Covid-19.

Leia mais:  Pinheiro entrega mais uma unidade de saúde reformada e ampliada

Regiões

O estado de São Paulo, com 83,6 mil casos e 6,2 mil mortes, é o que concentra o maior número de ocorrências da doença no país. Na sequência, aparecem o Rio de Janeiro, que voltou a ser o segundo estado com o maior número de casos, ao se aproximar de 40 mil diagnósticos (39,2 mil). No Rio, foram registradas 4,1 mil mortes.

Na sequência, aparecem Ceará (36,1 mil casos e 2,4 mil mortes), Amazonas (30,2 mil casos e 1,7 mil mortes), Pernambuco (28,3 mil casos e 2,2 mil mortes) e Pará (26 mil casos e 2,3 mil mortes).

Boletim - 25/05

Boletins Coronavírus – 25/05

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana