conecte-se conosco


Política

Regimento da Polícia Montada é homenageado pela Assembleia Legislativa

Publicado

Foto: ELIEL TENORIO PEREIRA

Os policiais militares do Regimento de Policiamento Montado (RPMON- PMMT) foram reconhecidos pelos bons serviços prestados, na terça-feira (8), durante uma sessão especial para entrega de moções de aplausos propostas pelo presidente da Comissão da Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa, deputado estadual Elizeu Nascimento (DC). O evento aconteceu na unidade localizada no anexo ao Parque de Exposições de Cuiabá.

“Hoje é um dia especial para a 'família cavalaria'. Receber o reconhecimento de todo sacrifício que prestam para a sociedade. Hoje sabemos a importância que é ter um representante na Assembleia Legislativa. Obrigado deputado”, disse o tenente-coronel Walmir Barros Rocha, comandante da unidade RPMON.

Durante a sessão especial, o deputado Elizeu destacou o trabalho da Comissão de Segurança Pública. “Conforme o levantamento feito pelo jornal O Globo, em todo o ano de 2015 – primeiro ano da legislatura passada – foram apresentados 21 projetos de lei relacionados à segurança pública, enquanto somente no primeiro semestre de 2019 foram apresentados 35. Isso demonstra que estamos no caminho certo. Há muitos deputados na atual legislatura preocupados com a segurança pública. Sabemos da importância de fortalecermos o setor, sobretudo nesse momento em que a criminalidade registra aumento. Meu gabinete está de portas aberta para todos da unidade RPMON”, declarou o parlamentar, que é policial militar.

Leia mais:  Artesãos da baixada cuiabana expõem no Espaço Cultural da ALMT

O RPMON foi criado no dia 20 de abril de 2011, por meio do decreto nº 294. A criação da cavalaria foi um dos itens de atribuições de todas as sedes dos jogos da Copa 2014, solicitados pela Federação Internacional de Futebol (Fifa), para a realização da Copa do Mundo de futebol.

A primeira sede da Polícia Montada foi no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, em uma parceria com o Centro Equestre da cidade (CEVG). Na época, em setembro de 2011, o efetivo era de 15 cavalos emprestados e 30 policiais militares. Atualmente, o regimento tem 68 policiais, entre serviço operacional e administrativo.

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
publicidade

Política

No Japão, Bolsonaro terá encontro bilateral com presidente da Ucrânia

Publicado

por

Em sua viagem ao Japão, o presidente Jair Bolsonaro terá uma reunião bilateral com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenski, além do encontro privado que terá com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe.

Bolsonaro embarca hoje (19), às 22 horas, para o Japão, primeira parada de uma turnê de dez dias pela Ásia e pelo Oriente Médio, na qual visitará ainda China, Emirados Árabes Unidos, Catar e Arábia Saudita. A volta ao Brasil está prevista para a manhã do dia 31.

A chegada a Tóquio, onde o presidente participará da cerimônia de entronização do imperador Nahurito, está prevista para as 13h de domingo (20).

Uma nova agenda com detalhes sobre os compromissos no Japão foi divulgada neste sábado (19) pelo Palácio do Planalto. Na previsão anterior, não constavam os encontros bilaterais com Abe e Zelenski.

Comediante estreante na política, Zelenski assumiu o cargo em maio. Atualmente, o presidente ucraniano encontra-se no centro de um processo de impeachment contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que teria pedido a ele para intervir numa investigação contra Joe Biden, seu rival político. 

Leia mais:  Audiência sobre rodoanel e votação de PECs marcaram a semana

Notáveis

Além do encontro bilateral com Abe, Bolsonaro participará na quarta-feira (23)  de um banquete oferecido pelo primeiro-ministro japonês a todos os chefes de Estado presentes na entronização do imperador.

Também na quarta (23), está prevista uma reunião de Bolsonaro com os membros de um grupo de notáveis, formado pelos dirigentes das principais empresas do Japão (Mitsui, Toyota, Honda, Mitsubishi, dentre outras).

Integram a comitiva de Bolsonaro os ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Tereza Cristina (Agricultura), Osmar Terra (Cidadania), Bento Albuquerque (Minas e Energia) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional).

PGR

Na manhã deste sábado (19), Bolsonaro recebeu no Palácio do Alvorada a visita do procurador-geral da República, Augusto Aras, e do ex-deputado Alberto Fraga, um dos principais avalistas da indicação do novo PGR, que assumiu o cargo no mês passado.

O encontro, que se encerrou por volta das 10h, foi confirmado por Fraga a jornalistas. Segundo o ex-deputado, tratou-se de uma visita de cortesia e questões políticas não foram discutidas na presença do PGR. Em conversa reservada, porém, ele admitiu ter falado com Bolsonaro sobre a situação do PSL, partido do presidente.

Leia mais:  Assembleia Legislativa instala CST do sistema carcerário

Saiba mais

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Política
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana