conecte-se conosco


TCE MT

Recurso de ex-prefeito de Luciara é negado por ausência de provas na defesa

Publicado

Assunto:
Tomada de Contas

Interessado principal:
Prefeitura Municipal de Luciara

JOÃO BATISTA CAMARGO
CONSELHEIRO INTERINO
DETALHES DO PROCESSO
INTEIRO TEOR
VOTO DO RELATOR
ASSISTA AO JULGAMENTO

Devido ao caráter protelatório, o Tribunal de Contas de Mato Grosso negou recurso ordinário interposto pelo ex-prefeito de Luciara, Parassu de Souza Freitas. Na sessão do dia 14/05, o Pleno do TCE apreciou o processo nº 5.779-7/2014, que foi relatado pelo conselheiro interino João Batista Camargo, cujo voto foi acolhido pelos demais conselheiros.

O ex-gestor buscava alterar a decisão do Acórdão nº 66/2016 – SC, que já havia negado os embargos declaratórios opostos contra o Acórdão nº 1/2016, que, por sua vez, julgou irregular a Tomada de Contas Ordinária instaurada em face da Prefeitura para apurar pagamentos irregulares ocorridos no meses de julho a novembro do exercício de 2012, em favor de Noely Paciente Luz, no valor total de R$ 10.822,45.

O Ministério Público de Contas (MPC) pontuou que o recurso ordinário interposto pelo ex-prefeito, Parassu de Souza Freitas, “tinha uma única intenção, qual seja, apensar este processo ao pedido de rescisão proposto por Noely Paciente Luz. Isso porque Noely buscava rescindir o acórdão que determinou a instauração da presente tomada de contas”.

Leia mais:  TCE continua observando atualizações nos Portais Transparências das Prefeituras

De acordo com o relator em voto, a Corte de Contas deveria negar provimento em decorrência da ausência de apresentação de documentos probatórios capazes de comprovar o alegado nas razões recursais, além do nítido caráter protelatório da propositura deste recurso, uma vez que é a terceira vez que o recorrente repete os mesmos argumentos que já foram amplamente debatidos pelos órgãos colegiados deste Tribunal, mantendo-se, dessa forma, inalterados os termos dos Acórdãos n.º 1/2016 – PC e n.º 66/2016 – SC.

Fonte: TCE MT
Comentários Facebook
publicidade

TCE MT

Pauta da sessão ordinária do Tribunal Pleno tem 59 processos administrativos

Publicado

por

A sessão pode ser acompanhada ao vivo pelo site do TCE-MT

Consulte
                                        PAUTA DE JULGAMENTO                                      
                                            PLENÁRIO VIRTUAL                                          

O Tribunal de Contas de Mato Grosso realiza nesta terça-feira (21/05) sessão ordinária do Pleno. A partir das 8h30, o colegiado se reúne para analisar e julgar os 59 processos administrativos que constam da pauta. A sessão plenária é presidida pelo conselheiro Gonçalo Domingos de Campos Neto.

Entre os processos há Representações de Natureza Interna (RNI), Representações de Natureza Externa (RNE), Tomadas de Contas, Auditorias, Concursos, Contas de Gestão, Contas de Governo, Pedidos de Rescisão, Requerimentos, Consultas, Termos de Ajustamento de Gestão (TAG), Monitoramentos, Levantamentos e Normatizações.

Leia mais:  Gestor tem o dever de enviar informações ao TCE no prazo determinado

As sessões plenárias do Tribunal de Contas podem ser acompanhadas presencialmente, no auditório Benedicto Vaz Figueiredo, ou pela internet, por meio do Portal do TCE (www.tce.mt.gov.br) ou pelo You Tube.

 

Transmissão ao vivo

A sessão plenária é aberta à população, pode ser acompanhada pela internet no Portal do Tribunal de Contas, TV AL canal 30.1, ou pelo canal da instuição no YouTube

Você pode acompanhar a divulgação do trabalho do TCE-MT para a sociedade pelas nossas redes sociais? Segue lá:

Redes Socias

 @tcematogrosso

/TCEMatoGrosso

 @TCEmatogrosso

Fonte: TCE MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana