conecte-se conosco


Cidades

Reconstrução da canalização de córrego prossegue pela Rua Rui Barbosa

Publicado

A reconstrução da canalização do Córrego Engole Cobra, situado no bairro Goiabeira, segue de forma célere ao longo da Rua Rui Barbosa. No local, uma equipe com cerca de 10 operários atua diariamente na substituição da antiga tubulação de metal por aduelas pré-moldadas de concreto. A obra, que em sua totalidade alcançará mais de 300 metros de extensão, é executada nesse momento no trecho compreendido entre a Avenida Senador Metelo e a Rua Cel. Bendito Leite.

O trabalho, coordenado pela Secretaria Municipal de Obras Públicas, recebe o investimento de aproximadamente R$ 2 milhões e resultará em uma solução definitiva para o problema de rompimento das estruturas metálicas. Neste momento, os servidores trabalham no rejuntamento das mais de 30 peças já instaladas e na colocação das últimas que completarão os 40 metros iniciais. Finalizada essa parte, a atividade avançará para as fases de aterramento e estabilização do solo, seguindo para a etapa de reconstrução da pavimentação.

Leia mais:  Rally Ecológico abre as comemorações dos 300 Anos da Capital

“É um trabalho que vem sendo realizado desde o ano passado e que, com a sua conclusão, eliminará os riscos aos moradores da região. Nossa equipe verificou que a estrutura de toda extensão está comprometida e os rompimentos já acontecidos e solucionados evidenciam isso. Portanto, é de extrema importância a colocação das aduelas de concreto, que possuem uma durabilidade muito maior. É óbvio que é um serviço que gera transtornos para os moradores da região, mas pedimos a paciência de todos durante esse período”, explica o secretário Vanderlúcio Rodrigues.

Histórico

A intervenção da Prefeitura de Cuiabá na região teve início em março de 2017. Na oportunidade, por meio de um levantamento técnico feito pela Diretoria de Infraestrutura da Secretaria de Obras Públicas, foi constatado comprometimentos e desconformidades na estrutura por onde fluem as águas do córrego. Conforme o levantamento, a tubulação – edificada há mais de 30 anos – passou por um processo de corrosão. O primeiro trabalho foi efetuado em uma extensão de 70 metros, entre as ruas Leônidas de Matos e a Rui Barbosa.

Leia mais:  Alunos da rede pública municipal se apresentam em evento sobre educação intercultural

No começo deste ano, o Município deu andamento ao procedimento de substituição na canalização no entroncamento entre a Avenida Senador Metelo e a Rua Rui Barbosa. O trecho foi bloqueado, após recomendação da Defesa Civil de Cuiabá, por conta do rompimento da estrutura que ocasionou uma abertura na pista, colocando condutores e pedestres em risco. Com o bloqueio efetuado, a Secretaria trabalhou emergencialmente na reconstrução da canalização da área de cerca de 40 metros.

Agora, o planejamento da Prefeitura é fazer a junção das duas pontas, por meio dos mais de 300 metros que estão sendo edificados atualmente. Todo o processo é dividido em três etapas. A primeira consiste no trabalho de escavação e limpeza. Posteriormente, a equipe de trabalho se empenha na colocação e fixação dos bueiros pré-moldados de concreto armado e finaliza o serviço com a parte de acabamento, que representa a estabilização solo, seguido do revestimento da via com a massa asfáltica. 

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Prefeitura antecipa Mutirão da Limpeza e atende o bairro Lixeira

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  Emanuel critica individualismo e cancela Festival 300 Anos após veto do Governo do Estado

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana