conecte-se conosco


Brasil / Mundo

Receita abre consultas ao 1º lote de restituições do Imposto de Renda 2019

Publicado

Serão pagos neste lote R$ 5,1 bilhões a 2.573.186 contribuintes; depósitos serão feitos em 17 de junho. Veja passo a passo para consultar a restituição.

A Receita Federal abriu nesta segunda-feira (10) as consultas ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda de Pessoas Físicas (IRPF) de 2019, e a lotes residuais de anos anteriores.

Clique no link da Receita para consultar se você está no primeiro lote de restituição

De acordo com o Fisco, serão pagos neste lote R$ 5,1 bilhões, a 2.573.186 contribuintes idosos e com algum tipo de deficiência ou doença grave, sendo R$ 4,99 bilhões somente para o IR 2019 – ano-base 2018. Os depósitos serão feitos em 17 de junho.

Assim que abertas, as consultas podem ser feitas pelo site da Receita Federal na internet. Há, ainda, o aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF, diretamente nas bases de dados da Receita Federal.

Como consultar sua restituição

Pelo telefone

  • Ligando para o Receitafone, no número 146

Pelo computador

  • Entre no site da Receita (https://servicos.receita.fazenda.gov.br/Servicos/ConsRest/Atual.app/paginas/index.asp)
    • Digite seu CPF (apenas números), data de nascimento e os caracteres de verificação (captcha), e clique em “consultar”.

    Pelo aplicativo da Receita

    Para fazer a consulta pelo aplicativo, é preciso ter um certificado digital, ou criar um código de acesso, e liberar o uso do aplicativo.

    Para criar um código de acesso:

    • Acesse a página da Receita Federal pelo computador – cliquei aqui para acessar
    • Crie o código de acesso usando o número do CPF, data de nascimento e recibos de entrega das duas últimas declarações
    • Entre no e-Cac, o Centro Virtual de Atendimento – clique aqui para acessar
    • Entre em Meu Imposto de Renda/Outros/Autorizar Acesso via Smartphones e Tablets
    • Cadastre o smartphone ou tablet – para cada um deles deverá ser informado um nome, uma palavra-chave e uma data de expiração dessa autorização.
    • Após a criação do código:

      • Baixe e abra o aplicativo “Meu Imposto de Renda”
      baixe o app — Foto: Reprodução

      baixe o app — Foto: Reprodução

      • Digite seu CPF e data de nascimento
      Digite CPF — Foto: Reprodução

      Digite CPF — Foto: Reprodução

      • Digite os caracteres de verificação (captcha)
      Captcha — Foto: Reprodução

      Captcha — Foto: Reprodução

      • Clique em acompanhar
      Acompanhar — Foto: Reprodução

      Acompanhar — Foto: Reprodução

      • Digite o CPF
      Digite CPF — Foto: Reprodução

      Digite CPF — Foto: Reprodução

      • Digite o nome e a palavra-chave de ativação do aparelho
      Ative dispositivo — Foto: Reprodução

      Ative dispositivo — Foto: Reprodução

      Quem está no lote

      Nesse lote do Imposto de Renda, acrescentou a Receita Federal, receberão a restituição os contribuintes idosos (245.552 pessoas acima de 80 anos), 2.174.038 contribuintes entre 60 e 79 anos e 153.596 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave – com prioridade no recebimento dos valores.

      Neste ano, a Receita Federal recebeu 30.677.080 até o dia 30 de abril, prazo final para a entrega do documento sem multa. O órgão esperava receber 30,5 milhões de declarações do Imposto de Renda 2019.

      Malha fina

      A Receita informou que é possível checar se a declaração foi processada. E se ela estiver já na fila de pagamentos, as informações prestadas estão coerentes com o banco de dados da Receita – indicando que a declaração, a princípio, não tem pendências (a Receita Federal tem até cinco anos para pedir esclarecimentos sobre as declarações).

      A verificação pode ser feita pelo serviço Meu Imposto de Renda da Receita Federal. Para isso, é preciso gerar um código de acesso, a partir do número do CPF, data de nascimento e recibos de entrega das duas últimas declarações.

      Por G1.com

Comentários Facebook
Leia mais:  Advogados, agentes de trânsito, caminhoneiros e jornalistas poderão andar armados
publicidade

Brasil / Mundo

INSS amplia serviços online e lança nova calculadora da aposentadoria

Publicado

por

Os beneficiários do INSS já podem pedir aposentadoria por tempo de serviço e outros benefícios pela internet ou por aplicativo. O instituto ampliou o atendimento online com novos 19 serviços nesta quarta-feira (19), por meio do Meu INSS, que é acessado pela internet  ou pelo aplicativo para celulares.

Os pedidos também podem ser feitos pelo telefone 135, disponível de segunda a sábado, das 7h às 22h.

Um dos serviços lançados é a nova calculadora de aposentadoria e renda, por meio da qual é possível saber se o trabalhador já tem direito ao benefício e qual o valor estimado de sua renda mensal.

Segundo o presidente do INSS, Renato Vieira, os novos atendimentos digitais também incluem o pedido pensão por morte, tanto rural quanto urbana, e Benefício de Prestação Continuada a idosos e pessoas com deficiência. Outros 28 serviços serão disponibilizados a partir de julho, entre eles seguro defeso e marcação de perícia hospitalar e domiciliar.

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, destacou que as pessoas não precisarão mais ir a agências do INSS, o que representa uma economia para o governo e para os cidadãos.

Leia mais:  O Brasil é o país dos direitos, só não tem emprego', diz Bolsonaro

O atendimento é realizado por meio do Meu INSS (internet e App — disponível para Android e iOS). Apenas quando necessário, o segurado será chamado para entrega de documentação complementar.

Desde maio, o INSS já colocou à disposição do beneficiário 28 serviços por meio do Meu INSS. A previsão é que chegue a 90 até a primeira quinzena de julho, de um total de 96 serviços prestados pelo instituto.

Com esses avanços, o cidadão poderá, sem sair da sua casa, requerer aposentadorias, pensões, benefícios assistenciais, agendar realização de perícia, atualizar seus dados cadastrais, bloquear empréstimo consignado, excluir desconto de mensalidades associativas, dentre tantos outros.

O conjunto dos novos serviços disponíveis no Meu INSS e no 135 representará uma média mensal de 670 mil atendimentos presenciais, que poderão ser feitos com comodidade, sem sair de casa.

Como acessar

O cadastro no Meu INSS pode ser feito pelo próprio aplicativo ou pelo site das seguintes instituições financeiras: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa, Itaú, Mercantil do Brasil, Santander, Sicoob e Sicredi.

Leia mais:  De capitão a presidente: conheça a trajetória de Jair Bolsonaro

Para acessar os novos serviços pelo Meu INSS basta ir à opção Agendamentos/Requerimentos”. O novo simulador está em “Calculadoras”.

https://www.inss.gov.br/servicos-do-inss/agendamento/

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana