conecte-se conosco


Esportes

Real cogita pagar R$ 1 bilhão para convencer PSG a liberar Neymar

Publicado

Lance


Neymar
Reprodução/Instagram

Neymar é o principal nome na lista de reforços da equipe merengue

A temporada do Real Madrid não foi das melhores. Crises, eliminações e derrotas emblemáticas marcaram 2018/19. Zidane chegou para assumir a equipe e busca renovar o elenco. A diretoria do clube quer contratar grandes jogadores para “acalmar” a torcida. Hazard é o mais provável, mas Pogba, Eriksen e até Neymar ainda são cogitados.

Segundo o jornal espanhol ‘Marca’, o presidente Florentino Pérez pode pagar até 250 milhões de euros (R$ 1 bilhão) para tentar convencer o PSG a liberar Neymar .

Lista de reforços

Neymar (PSG)


Neymar
Twitter/Reprodução

Brasileiro é o principal alvo dos merengues para a próxima temporada

​Neymar sempre foi um desejo pessoal do presidente Florentino Pérez. Perder o brasileiro para o Barcelona mexeu com o orgulho do mandatário, que pode não medir esforços para tentar buscar a contratação do atacante. O mais difícil é convencer o PSG a liberar o atleta. Florentino pagaria, sem dúvidas, até 250 milhões de euros (R$ 1 bilhão) para contratar Neymar.

Hazard (Chelsea)


Hazard
Reprodução/Facebook

Meia do Chelsea é sonho antigo do Real Madrid

Hazard é a contratação mais provável. O belga não esconde o desejo de defender o Real Madrid e ser treinado por Zidane. Ao ser questionado sobre uma possível ida, o atacante, porém, sempre despista. Quer encerrar a temporada com o Chelsea com o título da Liga Europa. O Chelsea, por sua vez, está impedido de comprar jogadores (sanção da Uefa) e está dificultando as negociações, pedindo mais de 100 milhões de euros (R$ 444 milhões) pelo belga.

Leia mais:  Campanha do Chelsea contra antissemitismo é indicada a prêmio na Inglaterra

Jovic (Eintracht Frankfurt)


Jovic
Reprodução

Destaque do Eintracht nesta temporada, sérvio pode pintar no Santiago Bernabéu

Com 27 gols em 27 jogos, Luka Jovic é o jogador ideal para substituir Benzema. Pelo menos é assim que a diretoria merengue enxerga o sérvio. O Eintracht Frankfurt pede 70 milhões de euros (R$ 311 milhões). O clube alemão, porém, já demonstrou interesse em Mariano Diáz, que pode ser incluído na negociação.

Mendy (Lyon)


Ferland Mendy
Reprodução/Facebook

Lateral é visto como sucessor de Marcelo na posição

Zidane já bancou Marcelo na equipe, apesar do interesse da Juventus de Cristiano Ronaldo e da má fase do brasileiro. O jovem francês Ferland Mendy, do Lyon, interessa para compor elenco. O jogador impressiona Zidane e o clube francês pede 50 milhões de euros (R$ 222 milhões). O Real, porém, vai buscar reduzir o preço.

Pogba (Manchester United)


Pogba
Reprodução/ Twitter

Sonho antigo de Zidane, francês pode deixar os Red Devils na próxima janela

Principal interesse de Zidane, Paul Pogba é outro muito especulado no Real Madrid. O Manchester United quer 180 milhões de euros. O Real acredita não ser um preço razoável, assim como os vencimentos do francês, que rondam 18 milhões de euros (R$ 80 milhões). Keylor Navas pode ser incluído na negociação, tendo em vista que De Gea ainda não resolveu sua situação contratual. Ambos os clubes precisam chegar a um acordo e alguém vai ter que ceder.

Leia mais:  GP da Alemanha de F1 terá homenagem aos 15 anos do último título de Schumacher

Eriksen (Tottenham)


Eriksen
Reprodução/Twitter

Destaque do Tottenham na temporada, Eriksen acaba de renovar contrato e não sairia barato

O meia Eriksen interessa desde a última janela. O Tottenham pede, pelo menos, 100 milhões de euros (R$ 445 milhões). O Real Madrid contava que os Spurs fossem eliminados da Liga dos Campeões, mas a incrível virada contra o Ajax, nas semifinais, deixam o clube espanhol receoso. Os Merengues temem que o Tottenham queira aumentar o preço do dinamarquês ou buscam renovar seu contrato. O vínculo do jogador termina em 2020.

Van de Beek (Ajax)


Van de Beek
Reprodução/Twitter

Jovem foi um dos principais nomes da equipe na impressionante campanha na Champions League

A jovem revelação do Ajax, Donny Van de Beek também interessa o Real Madrid, como uma opção para o meio campo, caso a negociação com Erikssen não se concretize. O holandês é um dos destaques do Ajax, junto com Frenkie De Jong (já contratado pelo Barcelona) e o zagueiro De Ligt, pretendido por Juventus e Barça.

As possíveis saídas

O Real Madrid, além de atuar no mercado como comprador, também deve vender alguns jogadores para tentar fazer caixa. Zidane não conta com Bale, Llorente e Ceballos. Com isso, a diretoria merengue se esforça para vender os atletas. Bale, por exemplo, quer permanecer na equipe. Isco, Kroos, Navas e Mariano Díaz seguem como dúvidas se vão ser negociados ou não.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Coluna – O Dia da Consciência Rubro-Negra

Publicado

por

source

A contagem regressiva está em andamento. Nesse dia de celebração dos 50 anos do milésimo gol de Pelé, o torcedor do Flamengo está de olho no fim de um jejum de 38 anos sem disputar a final da Copa Libertadores, e de outro, de dez anos sem a conquista de um campeonato brasileiro. Não é pouco, muito menos se levarmos em consideração que os dois jejuns podem acabar no próximo fim de semana.

Mas é hora, também, de lembrarmos de como o Flamengo e sua torcida chegaram a essa situação. Não foi de janeiro para cá, quando a atual administração tomou posse. Na verdade, temos de voltar no tempo, ao dia 02 de janeiro de 2013, quando Eduardo Bandeira de Mello assumiu a presidência, decretando que as prioridades seriam a organização administrativa do clube, o pagamento de dívidas e a “limpeza” do nome na praça, deixando de lado a sede de títulos, pelo bem do futuro da instituição.

Foi o Dia da Consciência Rubro-Negra.

E o preço não foi barato. É verdade que logo no primeiro ano a nova administração festejou uma Copa do Brasil. Que não estava nos planos. Mas que acabou sendo o principal título até o fim do segundo mandato, em 2018. Além dela, vieram dois campeonatos estaduais e três vice-campeonatos importantes – na Copa do Brasil e na Copa Sul-Americana de 2017 e no Campeonato Brasileiro de 2018. Como gostavam de dizer os torcedores rivais, ficou “no cheirinho”. Mas já era a sinalização de que tempos melhores viriam.

Leia mais:  Maradona será investigado no México por dedicar vitória de time a Nicolás Maduro

E chegamos a 2019, manchado pelo incêndio no Ninho do Urubu, com dez vítimas fatais. Nos campos, porém, os resultados comprovam o acerto da decisão lá de 2013 e recompensam o sacrifício de quem entrou para a história do clube, se não como grande campeão, mas como um dos melhores administradores. Com erros, é claro, como todos os outros, mas que não pode ser esquecido.

O caminho do Flamengo está sedimentado. Para se confirmar como um dos, se não o principal, clube do país. Ainda distante dos europeus, mas num patamar acima da grande maioria dos clubes brasileiros e sul-americanos. Se os títulos virão, é outra questão, pois o que acontece dentro de campo foge da capacidade dos dirigentes.

De certo que o clube vai se fortalecer. Vai faturar, encher o cofre. Que tal pensar nos garotos que tiveram a vida interrompida no dia 8 de fevereiro? Que tal botar a mão na consciência e fechar o ano com uma chave, não de ouro, mas rubro-negra?

Edição: Verônica Dalcanal

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana