conecte-se conosco


Cidades

Radar na Avenida Miguel Sutil passa a multar a partir de sexta-feira

Publicado

O radar instalado na Avenida Miguel Sutil, em frente ao supermercado Comper, passa a funcionar nesta sexta-feira (8). A presença do equipamento praticante zerou o número de atropelamentos e colisões  registrados no local, que apresentava média de dois acidentes por mês. 

De acordo com o titular da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), Antenor Figueiredo, o aparelho já foi aferido pelo Inmetro e vinha flagrando irregularidades no local desde o último mês. Estas multas, contudo, possuem caráter educativo e não correspondem à cobrança ou perda de pontos na Carteira de Motorista. 

“Temos orientado os condutores que foram notificados a procurar pelo setor de Autuações da Semob, para que as multas sejam retiradas. Neste primeiro momento, a proposta foi de educar, mudar a conduta dos infratores. A partir de agora começamos efetivamente a aplicar as penalidades”, diz. 

A via tem velocidade permitida de 60km por hora e as transgressões cometidas ali podem gerar multas que variam entre R$ 240 e R$ 580, a depender da gravidade da infração. 

Leia mais:  Pinheiro e secretário de Saúde reúnem-se com equipe da Atenção Básica para discutir melhorias

Pela Avenida, uma das mais movimentadas da Capital, transitam cerca 38 mil carros diariamente. Diante do fluxo, a via também recebeu um radar na altura do recém-inaugurado Shopping Estação, onde o movimento de automóveis e pedestres foi intensificado. 

O aparelho aguarda por aferição e deve começar a funcionar no próximo mês. Até o momento nenhum acidente foi registrado neste trecho. 

Antenor reforça que a Pasta está aberta a receber as demandas do cidadão. Assim, além do atendimento presencial, é possível tirar dúvidas com relação às multas aplicadas nas últimas semanas, por meio do número (65) 3315-4298.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Empresas elevam preços de insumos e medicamentos em até 6000%

Publicado

por

Algumas empresas de medicamentos e insumos para unidades hospitalares elevaram alguns produtos em até 6.313%, como no caso do avental cirúrgico descartável manga longa, ou 1.799% de aumento nas máscaras cirúrgicas descartáveis com elástico. A atitude dos empresários neste momento de pandemia deve gerar até mesmo uma operação policial.

Comentários Facebook
Leia mais:  AL concede moção de aplausos à primeira-dama Márcia Pinheiro
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana