conecte-se conosco


Entretenimento

Quem é o assassino de “O Sétimo Guardião”? Suspeitos começam a aparecer na trama

Publicado

Quem será o assassino misterioso de “O Sétimo Guardião”? Descobrir a identidade do serial killer tem sido a meta de muitos moradores de Serro Azul – principalmente os guardiões que são os principais ameaçados.

Leia também: Murilo usa instintos de gato para encontrar Milu morta em “O Sétimo Guardião”


Marilda em O Sétimo Guardião
Divulgação/TV Globo

Marilda desconfia que Eurico está envolvido nas mortes de “O Sétimo Guardião”


São muitos os suspeitos e eles já estão começando a surgir em “ O Sétimo Guardião ”. Após a morte de Feliciano (Leopoldo Pacheco), Ondina (Ana Beatriz Nogueira) e Milu (Zezé Polessa) dirão em uma conversa que não acreditam na mudança de Valentina (Lilia Cabral).

A dona da pousava vai se lembrar de que horas antes de morrer ela Feliciano esteve com ela. “Pelo que entendi, [ele] teve uma discussão feia com Murilo (Eduardo Moscovis) e Valentina (Lilia Cabral) chutou ele pra escanteio pela enésima vez”, Milu comentará com a cafetina.

Leia também: Ondina descobre que é mãe de Luz em “O Sétimo Guardião”

Leia mais:  Luto! Cineasta francesa Agnès Varda morre em casa aos 90 anos

A esotérica vai levantar a hipótese do ex-gato e da mãe de Gabriel estarem envolvidos com a morte do amigo e de Machado (Milhem Cortaz), mas Ondina logo dirá: “Murilo não teria razão pra matar o delegado e Feliciano, agora Valentina …”.

Além da mãe de Gabriel, que era ruim no começo da trama, quem também vai se tornar um suspeito é o atual vilão Olavo e seu capanga Sampaio . Entretanto, ao ser encurralado por Ondina, ele pedirá para Sampaio, o novo delegado da cidade, começar a investigar os assassinatos. Será que é só pose?

O capanga vai iniciar uma investigação e o seu principal alvo será Murilo , ele não sairá da cola do ex-gato e o levará mais de uma vez para a delegacia para que ele possa prestar esclarecimentos.

Leia também: Cinco razões que mostram porque “O Sétimo Guardião” vai mal

A lista de suspeitos não para por aí, visto que Marilda (Leticia Spiller) já começou a desconfiar que Eurico (Dan Stulbach) pode estar envolvido com as mortes misteriosas. “Você disse que queria dar o troco, um a um, a todos da irmandade. E logo depois, o segundo guardião é morto. Vai me dizer que é pura coincidência?”, questionou a primeira dama ao marido.

Leia mais:  Alessandra Negrini capricha no carão e deixa lingerie à mostra

Agora, é preciso ficar ligado em “ O Sétimo Guardião ” para saber se novos suspeitos vão surgir.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Roteirista de “Bright”, da Netflix, recebe novas acusações de abuso sexual

Publicado

por

Max Landis, roteirista do filme “Bright”, foi acusado novamente de abuso sexual. De acordo com uma reportagem especial do site Daily Beast , oito mulheres contaram seus relatos, detalhando os abusos. 

Leia também: Acusado de assédio, Cuba Gooding Jr. alega inocência; investigação continua

Max Landis
Reprodução/Instagram

Max Landis é acusado de abuso sexual por oito mulheres


A reportagem começa com a declaração de Ani Baker, ex-namorada do roteirista, que publicou uma mensagem em seu Instagram. “Se você encontrou minha página via Max Landis , oi. Eu vou te falar algumas informações sobre ele, porque a experiência/relacionamento com essa pessoa é realmente destrutivo, cheia de dor e um trabalho emocional que você não precisa gastar a sua energia e tempo”, declarou.

Leia também: Caio Blat curte comentário de fã e renova polêmica de assédio

Baker recebeu diversas histórias de outras mulheres que também acusaram o cineasta de ter sido abusivo. Umas delas, Julie (que teve seu nome verdadeiro trocado), contou que se relacionou com Landis por dois anos.

Leia mais:  Ao vivo, Lívia Andrade e MC Mirella discutem no “Fofocalizando”

“Isso se tornou obscuro e sombrio, conforme nosso relacionamento se tornava mais tumultuado. Isso me levou a ser mais abusada. Ele disse que me ver chorando o excitava e ele gritava e me humilhava até que eu chorava. Depois, ele fazia sexo comigo enquanto eu continuava a chorar, sem nenhum respeito ou esforço para fazer as coisas direito. Ele me sufocou até eu desmaiar e fez coisas degradantes que eu não consigo escrever no papel”, afirmou.

Leia também: Kevin Spacey comparece, de surpresa, a julgamento por assédio

Uma outra jovem, Verônica, também relatou ter sido abusada por Max, dizendo que ele tentou fazer sexo com ela em um hotel. “Eu disse que estava desconfortável com a situação e não queria novamente. Ele ficou furioso e começou a gritar comigo, e jogou as coisas no quarto do hotel. Eu encolhi em um canto do quarto e ele se queixou que eu não estava sendo um bom encontro”, disse.

Esta não é a primeira vez que Max é acusado de algo tão grave. Em 2017, após o lançamento de “ Bright ”, ele também foi acusado de abuso sexual e assédio por uma atriz, Anna Akana. A partir daí, outras acusações contra ele vieram à tona.

Leia mais:  Famosos comparecem ao UFC Rio; José Loreto chega sem aliança

Além do filme da Netflix, Max Landis também escreveu “Poder Sem Limites”, estrelado por Michael B. Jordan em 2012. Além disso, ele é filho do lendário cineasta John Landis, diretor de “Um Lobisomem Amricano em Londres”. Os dois, inclusive, trabalham num remake do filme. 

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana