conecte-se conosco


Polícia

Quatro pessoas são presas pela Polícia Civil em boca de fumo no bairro Lixeira na Capital

Publicado

Assessoria |PJC-MT

Quatro pessoas foram detidas e conduzidas à Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Judiciária Civil, na tarde de terça-feira (13), em um ponto de drogas no bairro Lixeira, na Capital.

Os investigadores da especializada chegaram ao local (uma quitinete em um sobrado), durante diligências na região, e avistaram movimentação típica de boca de fumo, com entrada e saída de usuários de drogas.

Um dos detidos na abordagem, o suspeito Antony Roger Figueiredo de Souza, 26, foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e corrupção de menores – em razão de atuar em conjunto com adolescentes.

Os outros três conduzidos (de 26, 23 e 19 anos) foram autuados em Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) referente a uso de drogas para consumo pessoal. Eles também vão responder pelo crime de corrupção de menores.

Antonhy será encaminhado para audiência de custódia no Fórum de Cuiabá. Os demais tiveram arbitrada fiança para responder pelos crimes em liberdade.

Leia mais:  Polícia Civil divulga equipes para Jogos dos Servidores da Segurança Pública

Denúncia – Além do Disque-denúncia via 197, a Polícia Civil disponibiliza canais de comunicação direta e exclusiva para denúncias de tráfico de drogas. Por meio do whatsapp (65) 99989-0071 e email: [email protected] qualquer pessoa pode passar informações que auxiliem os trabalhos de investigação. O sigilo é absoluto.

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

PRF apreende mais de 800 m³ de madeira ilegal em Mato Grosso

Publicado

por

Além do combate ao transporte irregular de produto florestal, equipes realizaram fiscalização de emissão de poluentes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagrou, entre os dias 2 e 8 de julho, a terceira etapa da Operação Caapora. Em mais uma ação de combate aos crimes ambientais com foco na fiscalização de produto florestal a PRF apreendeu 842 m³ de madeira e carvão vegetal. Foram também registradas 14 ocorrências envolvendo cometimento de crime de poluição.

As fiscalizações ocorreram na BR-174, em Comodoro/MT e contaram com uma equipe de aproximadamente 16 PRFs. O INDEA (Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso) também participou das fiscalizações com 2 servidores, além de militares do Exército Brasileiro.

As cargas de madeira necessitam ser acompanhadas de nota fiscal e documento de origem florestal ou guia florestal. Qualquer irregularidade entre os documentos ou entre eles e a carga, tornam os documentos inválidos e a carga ilegal.

Com relação aos crimes de poluição, as ocorrências foram por irregularidades com ARLA 32, que é o Agente Redutor Líquido de Óxido de Nitrogênio Automotivo. Trata-se de um reagente utilizado juntamente com o Sistema de Redução Catalítica (SRC) para reduzir a emissão de óxido de nitrogênio nos gases de escape de veículos à diesel.

Leia mais:  Polícia Civil prende homens suspeitos de roubos nas cidades de Poxoréu e Rondonópolis

Confira os resultados da Operação em Mato Grosso:

Veículos fiscalizados 629
Veículos apreendidos 39
Ocorrências 41
Madeira apreendida 842 m³
Pessoas detidas e encaminhadas 41

No ano de 2019, Mato Grosso foi o estado que mais apreendeu madeira no país, totalizando 7.000 m³. Em 2020 (de 01 de janeiro à 08 de julho), os números já somam 5.840 m³, mais que o dobro em relação ao mesmo período em 2019 (2.340 m³).

Mesmo em tempos de pandemia, a PRF vem atuando fortemente no combate aos crimes ambientais afim de garantir um meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum e direito de todos, previsto constitucionalmente.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana