conecte-se conosco


Mato Grosso

Quadro da PGE é reforçado com sete novos procuradores

Publicado

O quadro de procuradores do Estado ganhou o reforço de sete novos membros, empossados no cargo na manhã desta quarta-feira (31.10), no auditório da Procuradoria Geral do Estado (PGE).  Durante a cerimônia, a procuradora-geral do Estado, Gabriela Novis, lembrou que a posse só foi permitida por meio de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado com o Ministério Público, e homologado pelo Poder Judiciário. 

Estão nomeados para o cargo de procurador do Estado: Gabriel Meira Nóbrega de Lima, Ana Grazielle Gomes Lima Bezerra, Igor Veiga Carvalho Pinto Teixeira, Julyana Lannes Andrade, Telmo de Moura Passareli, Natalia de Vasconcelos Oliveira Ramos e Caroline de Vargas Tomelero.  

A procuradora-geral do Estado citou avanços da PGE ao longo da atual gestão estadual. “Em 2015 começamos com 68 procuradores e vamos fechar 2018 com 95. É um avanço histórico, um salto gigante para a PGE e para o cidadão mato-grossense, porque representa mais combate à corrupção, mais acompanhamentos de contratos e mais lisura em todos os atos administrativos”, disse Gabriela Novis.

Leia mais:  Crimes de homicídio têm redução em 14% no Estado no período de janeiro a outubro

O último concurso para procurador foi realizado em 2016. No ano seguinte ingressou o primeiro grupo de aprovados. A procuradora-geral citou a atuação dos seus antecessores, Patryck Ayala e Rogério Gallo, atual secretário de Fazenda do Estado, neste processo de evolução da PGE. “São muitos avanços que a gente vai construindo aos poucos. Vocês não vão encontrar uma PGE pronta, é uma PGE em construção, mas eu posso afirmar que estão entrando na PGE no melhor momento”, afirmou a procuradora-geral.

Responsável pelo discurso em nome dos recém-empossados, Igor Veiga Carvalho Pinto Teixeira, 30 anos, afirmou que todos lutaram e se esforçaram para conquistar o cargo de procurador do Estado de Mato Grosso. “Desde a faculdade eu tinha o sonho de exercer o cargo de procurador. Cheguei a primeira vez ser procurador do Estado da Bahia, mas por ter uma história de afinidade com o Estado resolvi vir para Cuiabá, que é uma cidade mais atrativa do que onde eu morava, Ilhéus (BA). Então, com certeza, é um dos dias mais felizes da minha vida. É uma expectativa muito boa, apesar de saber dos desafios e do trabalho que vai ser grande e muitos problemas a serem solucionados, mas estou muito feliz e espero exercer o cargo muito bem e contribuir para o povo mato-grossense”, reforçou.

Leia mais:  Transparência de Mato Grosso está acima da média dos estados

Nova procuradora do Estado, Ana Grazielle Gomes Lima Menezes

Recém-empossa no cargo de procuradora do Estado, Caroline de Vargas Tomelero

Nova procuradora do Estado, Natália de Vasconcelos Oliveira Ramos

Novo procurador do Estado, Telmo Passereli

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Servidor é preso por roubar pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras

Publicado

Foram desviados pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

Um servidor público suspeito de desviar pneus de veículos da prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, prestou esclarecimentos na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelo crime de peculato.

As investigações começaram no dia 22 de março, quando o prefeito Adilson Gonçalves de Macedo registrou um boletim de ocorrência denunciando o suposto desvio.

O delegado Wilyney Santana Borges disse que várias buscas foram realizadas, até que o suspeito acabou confessando o crime. Em depoimento, ele contou que os pneus foram repassados para um comerciante como parte do pagamento na aquisição de um carro dele de luxo.

Os pneus desviados eram de veículos da Secretaria Municipal de Urbanismo.

De acordo com a polícia, nas investigações, foi apurado que pneus adquiridos para serem utilizados nas automóveis da secretaria foram desviados nos meses de novembro e dezembro de 2020, por um servidor  que exercia funções no setor de frotas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia mais:  Plantão de violência doméstica e medidas protetivas no PJe são discutidos com desembargadora

Segundo o delegado, os indícios apontados no inquérito indicam que foi possível constatar o desvio de pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

A Polícia Civil informou que o investigado pela venda dos pneus deverá responder ação penal pelo crime de peculato, vez que na época dos desvios, exercia o cargo de funcionário público. Já o comerciante que recebeu os pneus desviados, em troca de pagamento, responderá pelo crime de receptação.

A delegacia de Barra do Garças continua as investigações para saber se havia a conivência ou participação de outros servidores municipais, envolvidos no caso dos pneus desviados.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana