conecte-se conosco


Mato Grosso

Proprietário de maquinário é multado em R$ 400 mil por desmate ilegal

Publicado

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) multou em R$ 400 mil o proprietário de um maquinário utilizado para desmatamento ilegal no município de União do Sul, na quarta-feira (30.01). A equipe de fiscalização da Sema flagrou um funcionário com um trator esteira e uma escavadeira, utilizados para desmate. O proprietário do maquinário foi encontrado em Sinop.

Além da autuação, o empresário responderá por desmatamento de vegetação nativa em área de reserva legal, pois não tinha autorização para a atividade. As máquinas foram levadas para a Prefeitura de União do Sul.

A Secretaria localizou a área desmatada por satélite, com o auxílio de coordenadas geográficas. Por meio da metodologia HotSpot (pontos quentes), a Sema busca impedir a derrubada da vegetação, identificando em tempo real as ações de desmatamento. Dessa forma, os fiscais podem agir durante o crime, antes que toda a vegetação seja suprimida.

A fiscalização está prevista no Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento e Incêndios Florestais do Estado de Mato Grosso (PPCDIF/MT), que está em sua terceira fase. As ações de comando e controle do desmatamento em Mato Grosso estão pautadas no monitoramento constante, por meio de autuação remota e presença da fiscalização, na sensibilização dos proprietários rurais e na responsabilização.

Leia mais:  PM recuperou seis veículos roubados em uma noite

Denúncias de crimes ambientais podem ser feitos pelo 0800 65 3838 ou pelo aplicativo MT Cidadão.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Escolas estaduais e particulares participam de curso sobre Censo Escolar 2019

Publicado

por

Representantes de escolas estaduais e particulares de Várzea Grande participaram de um curso sobre o censo escolar 2019 para tirar dúvidas sobre o período de ajustes das matrículas, que termina no dia 31 de outubro. A formação ocorreu, nesta segunda-feira (21.10), no auditório da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Segundo Rodrigo Miguéis Jacob, do Núcleo de Dados, Informação e Estatísticas da Seduc, o foco do curso é a retificação dos dados preliminares da matricula inicial do censo escolar 2019. “Esse ajuste é necessário, pois os dados preliminares, ocorreram no período de 29 de maio a 31 de julho, na base do programa Educacenso do Ministério da Educação (MEC)”.

Rodrigo Jacob assinala que o censo impacta tanto as unidades escolares públicas como da rede particular, uma vez que as escolas das rede estadual e municipais recebem verbas de programas federais e estaduais baseadas no número de alunos matriculados no ano anterior. Os repasses para o próximo ano estarão vinculados ao número de alunos da escola deste ano.  

Leia mais:  Novo comandante-geral da PM toma posse nesta quinta-feira (10)

“São dados censitários e é importante também para as escolas privadas, uma vez que o número de alunos entra no sistema nacional de matrículas e, não só para que a escola obtenha a autorização, como a obrigatoriedade dos estudantes que fazem o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) estarem vinculados a uma escola”, frisa.

A secretária Noeli Almeida dos Anjos, da da Escola Estadual Maria Leite Marcoski, no Jardim Marajoara, gostou do curso, pois foi o momento de tirar as dúvidas. ”É um curso obrigatório para todos os responsáveis pelo censo. Sempre temos algo a aprender. Eu já estou com tudo pronto, mas sempre é bom participar de um curso assim”, declara.

A secretária, Letícia Pereira, da escola Crescer e Aprender, do bairro Alberto Canelas explica que é a primeira vez que participa do curso, mas não terá problemas em cumprir o prazo estabelecido pelo MEC.

A assessora pedagógica Geovaní Provenzano explica que muitas escolas estão com secretários novos e ainda precisam tirar algumas dúvidas sobre o censo escolar. “Por mais que tenham conhecimento, sempre existe uma dúvida. Esse é o momento dos esclarecimentos” ressalta.

Leia mais:  Detran orienta foliões para riscos no consumo de álcool e direção durante carnaval

Cuiabá e Municipais

Na semana passada, a Seduc realizou a mesma formação para representantes de escolas estaduais e municipais da Capital e municipais de Várzea Grande.  Em relação ao interior, os técnicos foram nos Centros de Formação e Atualização de Profissionais da Educação Básica (Cefapros) para reunião com representantes de escolas dos respectivos polos.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana