conecte-se conosco


Política

Projetos asseguram direitos aos profissionais da segurança pública

Publicado

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Dois projetos de lei foram apresentados na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), na última quarta-feira (12), pelo deputado estadual João Batista (Pros), em prol dos profissionais da segurança pública do Estado.

No uso da fala na tribuna, João Batista explicou que o Projeto de Lei nº 100/2020, dispõe sobre as diretrizes estaduais de promoção e defesa dos direitos humanos dos profissionais da segurança pública. Sobre a segunda ação (Projeto de Lei nº 101/2020), o parlamentar destacou que o projeto beneficiará todas as mulheres que integram as forças policiais no Estado, que poderão ser afastadas das atividades operacionais, enquanto estiveram gestantes e lactantes.

“No Brasil, há uma omissão histórica de políticas públicas de proteção e defesa dos direitos dos profissionais de segurança pública. Na ALMT, estamos avançando na construção de uma agenda proativa de proteção e defesa dos direitos para estas profissionais que ajudam a garantir a segurança da sociedade”, comentou.

O parlamentar destacou o aumento no índice de criminalidade contra os agentes que compõem as forças policiais, e ressaltou os riscos constantes da profissão.

Leia mais:  Relatório Anual Socioeconômico da Mulher deve ser produzido a partir de 2019

“Há uns dias atrás, por exemplo, uma servidora sofreu um atentado em Cáceres e teve seu veículo alvejado por disparos de arma de fogo. Por sorte, não faleceu. Fato semelhante ocorreu no ano de 2018, na sede do Sindspen (Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso), entre outros crimes que acontecem diariamente no Estado”, lembrou o deputado.

Oriundo do sistema penitenciário, o deputado João Batista, que também é presidente da Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Amparo à Criança, ao Adolescente e ao Idoso, destacou que tem como objetivo de trabalho na ALMT, romper a tese popular de que, para a sociedade, “os direitos humanos servem apenas para defender criminosos”.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Prefeitura de Lucas do Rio Verde (MT) abre concurso com 55 vagas e salário de até R$ 7 mil

Publicado

por

Por G1 MT

A Prefeitura de Lucas do Rio Verde publicou, nessa quinta-feira (27), o edital de abertura do concurso público nº 01/2020 para vagas efetivas em diversos cargos. As inscrições serão realizadas do dia 13 de março de 2020 até o dia 1º de abril de 2020.

Clique aqui para ver o edital do concurso.

Ao todo, serão 55 vagas para contratação imediata em 13 cargos e ainda classificação para cadastro reserva. Os salários variam de R$ 1.919,89 a R$ 7.055,71.

Este é o segundo concurso público lançado. Em 2019, a prefeitura realizou concurso para contratação de um engenheiro, um advogado e 16 guardas municipais.

As inscrições do concurso público serão feitas exclusivamente pela internet, no site da banca organizadora.

As taxas custam R$ 60, R$ 80 e R$ 120 para os níveis fundamental incompleto, fundamental completo, médio/técnico e superior, respectivamente. A solicitação de isenção da taxa de inscrição seguirá os critérios dispostos no edital e deverá ser feita de 13 a 19 de março.

Leia mais:  Operação investiga repasses que teriam beneficiado filho de Lula

A seleção ocorre por meio de provas objetivas e práticas para os cargos de níveis fundamental incompleto, fundamental completo, médio e técnico. Já para os cargos de nível superior, além das provas objetivas, também haverá provas dissertativas e de títulos.

As provas objetivas são obrigatórias para todos os cargos e está agendada para o dia 3 de maio. As provas práticas, dissertativas e entrega de títulos estão previstas para dia 7 de junho.

Conforme o edital, a previsão é de que o resultado seja divulgado no dia 30 de junho de 2020.

Confira os cargos e vagas:

  • – Ajudante administrativo (40 horas) – 5 vagas + reserva – R$ 1.956,62
  • – Almoxarife (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 2.387,40
  • – Analista em tecnologia da informação (40 horas) – 2 vagas + reserva – R$ 5.612,39
  • – Auditor fiscal do município (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 7.055,71
  • – Fiscal de tributos (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 2.387,40
  • – Motorista de caminhão (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 2.319,44
  • – Motorista de transporte escolar (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 2.319,44
  • – Operador de máquinas (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 2.392,01
  • – Padeiro (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 1.919,89
  • – Professor de pedagogia (30 horas) – 40 vagas (38+2 PCD) + reserva – R$ 3.840,14
  • – Técnico administrativo educacional – área Monitoria (40 horas) – cadastro reserva – R$ 1.956,62
  • – Técnico administrativo educacional – área Secretaria (40 horas) – cadastro reserva – R$ 1.956,62
  • – Técnico agrícola (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 2.855,69
Leia mais:  Audiência pública discute revalidação de diplomas emitidos no exterior

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana