conecte-se conosco


Cidades

Projeto do Museu Índio passa por readequações e obra deve ser retomada em 2019

Publicado

Davi Valle

Fechado para reforma há quase seis anos, o Centro Cultural Ykuiapá, mais conhecido como Museu do Índio, deve ter as obras retomadas ainda neste ano. A readequação de seu projeto arquitetônico foi discutida na última sexta-feira (10), em reunião entre representantes da Prefeitura de Cuiabá, Ministério Público Federal (MPF), Fundação Nacional do Índio (Funai) e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). 

De acordo com o secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Francisco Vuolo, a planta será alterada pelo Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Urbano (IPDU) e apresentada ao IPHAN em um prazo de 90 dias. As melhorias são custeadas por recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas. 

“Assim como ocorreu com outros diversos projetos do PAC, tivemos que readequar projetos elaborados em outra gestão porque foram constatados erros. Nossa expectativa é devolver esse atrativo à Capital, reforçando as opções turísticas e, sobretudo, valorizando a história e a herança daqueles que estavam aqui muito antes da chegada dos bandeirantes e da fundação oficial da cidade”, disse.

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá convoca aprovados do último Processo Seletivo

Localizado no coração do centro histórico de Cuiabá, na Rua Barão de Melgaço, o Museu resguardava um acervo raro de culturas indígenas do Estado. “É importante ressaltar que as peças foram devidamente retiradas do espaço e armazenadas com todo o cuidado necessário para garantir a sua integridade”, explica Vuolo.

Com uma reserva técnica da ordem de 2000 objetos, um Setor de Documentação, uma Biblioteca especializada na temática indígena e uma galeria de arte, o Centro Cultural é um dos principais espaços dedicados à promoção e salvaguarda do patrimônio destas populações. Depois das alterações no projeto, o próximo passo é assinatura da ordem de serviço e, em seguida a reinauguração do espaço, em 2020.

 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Cursos resgatam sonhos de mulheres de baixa renda em Cuiabá

Publicado

por

José Ferreira

Uma turma formada por 17 mulheres do bairro Jardim União em Cuiabá teve a oportunidade de mudar de vida e ter novas perspectivas com o curso de depilação do Programa Qualifica 300 – Edição Especial Mulher.

Com aulas de segunda a sexta-feira, intercaladas entre aulas teóricas e práticas, as alunas aprenderam desde comportamento, ética e relacionamento interpessoal como as técnicas de trabalho e alguns princípios que devem ser seguidos para se tornarem profissionais capacitados em uma das áreas mais antigas da beleza. A exigência por esses profissionais treinados para o mercado de trabalho cresce constantemente.

A aluna Jaqueline da Silva sabe dessa necessidade e tinha como um sonho de consumo fazer o curso, no entanto não tinha condições de arcar financeiramente, pois tem dois filhos e está desempregada. “Adorei o curso, cada informação repassada pela professora, anotei tudo para gravar e colocar em prática depois. Pois, na depilação, se uma vez que puxar errado vai machucar a cliente causando hematomas, e isso não é legal e nem profissional”, comentou.

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá convoca aprovados do último Processo Seletivo

Josefina Assunção é a instrutora do Senac faz questão de enfatizar que as alunas tem que ter em mente que o profissional depilador é aquele que trata exclusivamente de retirar os pelos indesejáveis. “Por se tratar de um serviço prestado de pessoa para pessoa, as questões éticas e de relacionamento são de grande importância. Este profissional deve estar sempre atento às novas técnicas desenvolvidas, e ao lançamento de novos produtos, realizando uma análise crítica, renovando o seu conhecimento e sua experiência sempre”, assegurou Josefina.
Por estarem sempre em contato com outras pessoas, alguns princípios devem ser seguidos, explicou a instrutora. Em primeiro lugar, a higiene pessoal e do próprio ambiente deve ser observada com rigor. Os cabelos devem estar limpos, as unhas curtas e limpas, sempre usar o protetor de boca descartável, a vestimenta deve ser de preferência branca. Não se deve fumar durante o trabalho nem atender um cliente mascando chicletes. “Se colocarem em prática os ensinamentos vão conseguir alcançar o lucro almejado e irão evitar o desperdício. Aliás, exagero nunca é bom, não é a quantidade da cera, na verdade prejudica a depilação, além de quebrar o pelo e não ter como resultado uma depilação perfeita”, reforçou.

Leia mais:  Atendimentos da RedeSim passam a ser ofertados no Palácio Alencastro

Alciangra Rodrigues dos Santos, 24 anos, levou seu filho de 03 anos para poder participar das aulas. “Já procurei oportunidade de emprego e não consegui. Esse curso oferecido pela Prefeitura de Cuiabá veio em ótima hora. E ainda vou conseguir agregar as duas coisas, o trabalho, pois posso atender em casa e cuidar do meu filho. Estou muito feliz por saber que vou conseguir meu salário”, comentou.

A 2ª Edição do Programa Qualifica 300 foi lançada recentemente com 3 mil vagas de cursos profissionalizantes.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana