conecte-se conosco


Política

Projeto de Fávero protege idoso do golpe financeiro

Publicado

Foto: JLSiqueira / Secretaria de Comunicação Social

Evitar golpe, empréstimos irregulares e o endividamento de idosos, junto às operadoras financeiras de crédito. Esse é o intuito do deputado estadual Silvio Fávero, que apresentou o Projeto de Lei 52/2020 para assegurar que empréstimos às pessoas idosas sejam feitos apenas de forma presencial com o gerente da instituição bancária ou funcionário equivalente nas empresas de crédito consignado.

“Queremos com isso, proteger nossos idosos, que acabam sendo vítimas de pessoas mal intencionadas. Muitas vezes, sem perceber, idosos aceitam empréstimos desnecessários que irão reduzir o valor do seu benefício por meses”, alertou o deputado Fávero, autor da medida.

Fávero alega, que com as dificuldades na utilização dos terminais de autoatendimento, idosos se submetem muitas vezes ao auxílio de estranhos, tornando-se alvos fáceis da criminalidade, principalmente pelo fato do idoso apresentar dificuldades no manuseio com a tecnologia dos computadores, internet, aplicativos e outras ferramentas digitais da atualidade onde muitas vezes contraem empréstimos  a contragosto.

De acordo com o Procon-MT,  só em 2019, pessoas acima de 60 anos  representaram 24%  do público atendido presencialmente no órgão de proteção ao consumidor. As reclamações mais frequentes entre eles são os empréstimos e o cartão de crédito consignado, ou seja, um cartão de crédito cujo valor mínimo de fatura é descontado diretamente do salário líquido ou benefício do INSS.

Leia mais:  Diamantino inaugura ciclo de debates de educação inclusiva

É importante frisar, que a pessoa idosa está, conforme o Procon, no grupo de consumidores vulneráveis ao assédio de bancos e empresas de crédito, que divulgam empréstimos facilitados com contratos irregulares.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Prefeitura de Lucas do Rio Verde (MT) abre concurso com 55 vagas e salário de até R$ 7 mil

Publicado

por

Por G1 MT

A Prefeitura de Lucas do Rio Verde publicou, nessa quinta-feira (27), o edital de abertura do concurso público nº 01/2020 para vagas efetivas em diversos cargos. As inscrições serão realizadas do dia 13 de março de 2020 até o dia 1º de abril de 2020.

Clique aqui para ver o edital do concurso.

Ao todo, serão 55 vagas para contratação imediata em 13 cargos e ainda classificação para cadastro reserva. Os salários variam de R$ 1.919,89 a R$ 7.055,71.

Este é o segundo concurso público lançado. Em 2019, a prefeitura realizou concurso para contratação de um engenheiro, um advogado e 16 guardas municipais.

As inscrições do concurso público serão feitas exclusivamente pela internet, no site da banca organizadora.

As taxas custam R$ 60, R$ 80 e R$ 120 para os níveis fundamental incompleto, fundamental completo, médio/técnico e superior, respectivamente. A solicitação de isenção da taxa de inscrição seguirá os critérios dispostos no edital e deverá ser feita de 13 a 19 de março.

Leia mais:  Vereadores ignoram pareceres técnicos de Bussiki e aprovam descontos em dívidas com a prefeitura

A seleção ocorre por meio de provas objetivas e práticas para os cargos de níveis fundamental incompleto, fundamental completo, médio e técnico. Já para os cargos de nível superior, além das provas objetivas, também haverá provas dissertativas e de títulos.

As provas objetivas são obrigatórias para todos os cargos e está agendada para o dia 3 de maio. As provas práticas, dissertativas e entrega de títulos estão previstas para dia 7 de junho.

Conforme o edital, a previsão é de que o resultado seja divulgado no dia 30 de junho de 2020.

Confira os cargos e vagas:

  • – Ajudante administrativo (40 horas) – 5 vagas + reserva – R$ 1.956,62
  • – Almoxarife (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 2.387,40
  • – Analista em tecnologia da informação (40 horas) – 2 vagas + reserva – R$ 5.612,39
  • – Auditor fiscal do município (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 7.055,71
  • – Fiscal de tributos (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 2.387,40
  • – Motorista de caminhão (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 2.319,44
  • – Motorista de transporte escolar (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 2.319,44
  • – Operador de máquinas (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 2.392,01
  • – Padeiro (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 1.919,89
  • – Professor de pedagogia (30 horas) – 40 vagas (38+2 PCD) + reserva – R$ 3.840,14
  • – Técnico administrativo educacional – área Monitoria (40 horas) – cadastro reserva – R$ 1.956,62
  • – Técnico administrativo educacional – área Secretaria (40 horas) – cadastro reserva – R$ 1.956,62
  • – Técnico agrícola (40 horas) – 1 vaga + reserva – R$ 2.855,69
Leia mais:  Deputados recebem reivindicações de representantes do Sindipetróleo

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana