conecte-se conosco


Mato Grosso

Programa Telessaúde de Mato Grosso é finalista em prêmio nacional

Publicado

Apoiado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), o Núcleo Telessaúde de Mato Grosso está entre os seis finalistas do Prêmio Excelência em Competitividade, na categoria Destaque Boas Práticas. Organizado pelo CLP Liderança Pública, o evento de premiação será no dia 18 de outubro, na Bolsa de Valores, em São Paulo.

Assim como o Telessaúde, estão na disputa os projetos Paraíba Unida pela Paz (PB), CRIA – Criança Alagoana (AL), Bom Prato (SP), Caminhos da Paraíba (PB) e o Plano Metropolitano de Resíduos Sólidos– PMRS (PE). Dessas indicações, apenas três serão premiadas.

“O Telessaúde é um case de sucesso que tem a aprovação dos gestores municipais de Saúde por meio do Cosems [Conselho de Secretarias Municipais de Saúde]. O reconhecimento do programa em âmbito nacional e mundial se deve graças ao comprometimento do seleto time de Teleconsultores e ao êxito das parcerias institucionais entre a Secretaria de Estado de Saúde, a UFMT e o HUJM”, declarou o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo.

O programa Telessaúde foi selecionado a partir dos critérios estabelecidos pelo CLP, que avaliou o potencial de institucionalização ou legado; equidade, replicabilidade e escalabilidade; inovação; competitividade, momento do país e resultados.

Contente com a indicação, o responsável pelo Núcleo Técnico Científico do programa, Fábio José da Silva, diz que estar entre os finalistas é importante para o reconhecimento dos esforços feitos pela SES-MT na busca pela eficiência e aplicação do recurso público sem prejudicar o atendimento à população.

Leia mais:  Novos diretores de escolas estaduais tomam posse em MT

“Esta é uma ferramenta que possibilita que pessoas que estão em locais distantes tenham acesso ao serviço de saúde com qualidade, sem a necessidade do deslocamento do profissional e do paciente. Isso traz ganho em qualidade de vida e melhoria de conhecimento para o profissional, que também utiliza o Telessaúde para participar de cursos”.

Por meio do Núcleo do Telessaúde, a SES-MT registrou, em 2018, um total de 549.250 atendimentos entre os serviços de Teleconsultorias, Eletrocardiogramas, exames de Tele-estomatologia, exames de Teledermatologia, módulos de Tele-educação e acessos ao Canal Tele Educa. De acordo com a coordenadoria do Núcleo do Telessaúde, esses resultados evidenciam a contenção de 53% dos encaminhamentos de pacientes para a capital do estado e o alcance de 93% de satisfação com as respostas da teleconsultoria.

Em abril deste ano, o programa Telessaúde conquistou o prêmio ‘WSIS Prizes 2019’, na categoria ‘E-Health’. A premiação aconteceu em Genebra, na Suíça, e dedicou ao programa estadual a única indicação brasileira da competição.

O Telessaúde

O Núcleo Técnico Científico Telessaúde de Mato Grosso existe por meio de um convênio entre a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) e o Ministério da Saúde. O funcionamento do setor é realizado por meio do Termo de Cooperação Técnica, firmado entre o Hospital Universitário Júlio Muller (HUJM) e a SES-MT. A instalação física do Núcleo é no HUJM, na Unidade e-Saúde/Gerência de Ensino e Pesquisa, e suas atividades estão integradas às atividades do Núcleo da Rede Universitária de Telemedicina.

Leia mais:  Seplag publica normativa para agilizar abertura de conta salário

Desde o início de suas atividades, o núcleo ampliou significativamente o número de solicitações de teleconsultorias, implantou o telediagnóstico em eletrocardiograma, dermatologia e estomatologia, expandiu o número de municípios com adesão ao telediagnóstico, ampliou a equipe de teleconsultores, as atividades de tele-educação e manteve a parceria com a FAEN/UFMT por meio do Projeto de Extensão.

A equipe é composta de 58 profissionais entre médicos, enfermeiros, cirurgião-dentista, farmacêutico, nutricionista, técnico em tecnologia da informação, biólogo, psicólogo, fisioterapeuta e fonoaudiólogo – sendo todos profissionais da SES-MT, da UFMT/HUJM ou voluntários que se dispõem a contribuir com o trabalho.

A premiação

Em sua quarta edição, o Prêmio Excelência em Competitividade – Destaque Boas Práticas, recebeu mais de 120 inscrições de diversos setores públicos do Brasil. Conforme previsto no edital, foram feitas duas avaliações. A primeira consistiu em verificar se as boas práticas inscritas atendiam aos pré-requisitos; já a segunda triagem foi feita com base nos critérios estabelecidos pelo edital.

Além da categoria Destaque Boas Práticas, há também as categorias Destaque Crescimento e Destaque Internacional. Os estados vencedores das três categorias do Prêmio serão agremiados na cerimônia de lançamento da 8ª Edição do Ranking de Competitividade dos Estados, no dia 18 de outubro.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Justiça Eleitoral já registrou mais de 55 mil pedidos de candidaturas

Publicado

Expectativa do TSE é de 700 mil candidaturas

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já registrou mais de 55 mil pedidos de candidatura para concorrer aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador nas eleições municipais de 2020, até as 17h deste sábado (19). Seguindo a tradição brasileira, os homens são maioria na disputa, representando 66,9% dos pedidos, enquanto as mulheres 33,1%. A faixa etária predominante é de pessoas entre 40 anos e 44 anos de idade e mais da metade se declararam casados 53,1%.

A plataforma desenvolvida pelo TSE DivulgaCandContas aponta ainda que brancos e pardos estão em maior número entre os postulantes a uma vaga eletiva municipal, 53,61% e 33,94%, respectivamente, seguidos de pretos, 10,4%. Amarelos e indígenas não chegam a 1% dos registros até agora.

Em relação ao grau escolaridade, a plataforma aponta que 37,56% têm ensino médio completo, na sequência vem os que têm nível superior completo, 26,3% , fundamental incompleto, 12,4%, fundamental completo, 11,74%, superior incompleto, 4,83%, ensino médio incompleto, 4,68%. Os que declararam que apenas leem e escrevem somavam 2,48%.

Leia mais:  Seplag promove evento de integração entre setores de qualificação profissional do Estado

A maioria dos candidatos não se encaixou em nenhuma das ocupações mais frequentes listadas pela Justiça Eleitoral e marcou “outros” nessa opção. Já servidores públicos, agricultores e empresários aparecem na sequência, com 7,16%, 6,92% e 6,54% dos registros. Comerciantes, vereadores e donas de casa representam 5,51%, 5,14% e 3,76%, respectivamente.

A quantidade exata de candidatos nas eleições de novembro ainda está muito aquém da previsão do TSE, de 700 mil. O prazo de entrega da documentação exigida pela Justiça Eleitoral para a solicitação dos registros pela internet expira às 8h do dia 26 de setembro. Após esse horário, a entrega terá que ser presencial e agendada, exigindo deslocamento ao cartório e os devidos cuidados sanitários.

O agendamento para atendimento presencial será feito pelos meios informados por cada TRE e cartórios eleitorais, e estará disponível das 8h30 às 19h. O atendimento será marcado conforme a ordem de chegada dos pedidos – o interessado não poderá escolher o horário.

Depois de receber os requerimentos, a Justiça Eleitoral valida a documentação e a encaminha à Receita Federal para emitir o CNPJ. Tendo CNPJ e o registro, os candidatos já podem abrir conta corrente da campanha e estão aptos para iniciar a arrecadação de recursos após o dia 26 de setembro.

Leia mais:  Microprodutores rurais podem emitir nota fiscal eletrônica voluntariamente

Nova data

Por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19), a data do primeiro e do segundo turnos das eleições municipais deste ano foram alteradas para os dias 15 e 29 de novembro, respectivamente. A mudança foi feita por meio da aprovação de uma emenda constitucional por deputados e senadores.

Por Karine Melo – Repórter Agência Brasil – Brasília

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana