conecte-se conosco


Saúde

Profissionais da saúde passam por curso de capacitação no Albert Einstein em São Paulo

Publicado

Os profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que compõem as bases descentralizadas de suportes básicas e avançadas na Baixada Cuiabana passaram por curso de Qualificação de profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) em urgência e emergência (adulto) com simulação realística, no Centro de Simulação Realística Albert Einstein – Centro de treinamento Ipiranga São Paulo.

O curso é uma parceria constante do SAMU-MT com a Coordenação Geral de Urgência e Emergência do Ministério da Saúde (CGUE/MS) que desenvolve suas ações através do Programa de Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS).

Para esta capacitação foram encaminhados 10 profissionais, sendo 08 enfermeiros e 02 médicos que atuam em atendimento nas bases descentralizadas e na Central de Regulação de Urgência do SAMU-MT.

“O SAMU tem atuado de modo ativo e permanente, a busca por qualificar as equipes gerando consequentemente um atendimento de qualidade a população solicitante”, destacou a superintendente Bruna Santiago.

Além dessa capacitação, serão encaminhados nos dois próximos meses deste ano outros profissionais para concretizarem o aperfeiçoamento das ações no atendimento de urgência e emergência relacionado à pediatria e a formação integral e contínua de instrutores que formam o Núcleo de educação em urgências (NEU) do SAMU de Mato Grosso.

“Os profissionais não realizavam curso fora do Estado desde o primeiro semestre de 2016 e agora foram retomadas as ações atendendo e priorizando as necessidades vivenciadas diariamente no serviço,” finalizou a superintendente.

SES/MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Servidores são dispensados por suspeita de coronavírus
publicidade

Saúde

Cidade de MT tem 10 pacientes com Covid na fila por vaga em UTI

Publicado

Dez pacientes diagnosticados com Covid-19 esperam por vaga em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, após aumento no número de casos da doença e superlotação nos hospitais.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, nos últimos 30 dias, o município registrou 2.435 novos casos. Atualmente, Rondonópolis tem 33 leitos de UTI para atender casos da Covid.

Segundo o boletim divulgado nesse domingo (13) pela secretaria, 21 leitos são UTIs da rede privada e 12 na rede pública de saúde.

A situação preocupa porque resta apenas um leito disponível na rede pública. Já na rede particular há superlotação.

Na enfermaria, segundo o município, tem 78 leitos livres entre rede pública e particular. Há também 10 leitos semi-intensivos livres na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Rondonópolis.

Outras cidades do sudeste do estado também dependem da estrutura de Rondonópolis para atender casos da doença.

Dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) apontam que Mato Grosso, até esse domingo (13), registrava 166.974 casos confirmados da Covid-19 e 4.259 óbitos em decorrência do coronavírus.

Leia mais:  Justiça nega a Havan o direito de funcionar no mesmo horário de supermercados

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana