conecte-se conosco


Mato Grosso

Professores e demais funcionários de escolas terão que ser capacitados para prestar primeiros socorros

Publicado

Projeto do deputado Paulo Araújo prevê a obrigatoriedade da capacitação nas escolas da rede pública e particular.

Professores, funcionários, motoristas de ônibus e vans que possuem contato direto com alunos e crianças das escolas da Rede Pública e Privada de ensino poderão ser obrigados a receber cursos de capacitados em primeiros socorros. É o que prevê o Projeto de Lei (PL) apresentado pelo deputado estadual Paulo Araújo (PP) na sessão vespertina da última quarta-feira (27), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

“O treinamento em primeiros socorros tem como objetivo: capacitar os professores e os funcionários de toda rede pública e particular de ensino de Mato Grosso para, exercerem as técnicas de primeiros socorros e estarem preparados para qualquer emergência que exija atendimento imediato às vítimas no âmbito escolar ou instituições de ensino do estado”, explicou o parlamentar.

O texto do PL define que os cursos de primeiros socorros, depois de ofertados, terão a validade de cinco anos, tanto para capacitação, quanto para reciclagem dos profissionais já capacitados. O objetivo do treinamento é possibilitar que os professores e demais funcionários consigam agir em situações emergenciais enquanto a assistência médica especializada não for proporcionada.

Leia mais:  Após intervenção, Hospital Regional de Sinop realiza 21 transferências e 36 cirurgias

Os cursos de primeiros socorros serão ministrados por entidades e instituições especializadas em primeiros socorros no estado, como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pelo Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso. A certificação dos profissionais deverá ainda ser exposta em local visível nos locais de ensino e recreação.

Ainda de acordo com o Projeto, as instituições educacionais deverão dispor de kits de primeiros socorros, conforme orientação das entidades especializadas em atendimento emergencial.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Idoso acusado de aplicar golpes em fraudes de cheques é preso em Barra do Garças

Publicado

por

Um idoso acusado de aplicar golpes em diversos estados do país foi preso em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na terça-feira (20.03), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças (509 km a Leste). José Oliveira da Silva, 67, foi surpreendido no interior de uma agência bancária da cidade, no momento em que tentava depositar um cheque fraudado no valor de R$ 42.400.

Segundo investigações da Derf Barra do Garças, o suspeito foi preso por diversas vezes pelo crime de estelionato praticados nos estados do Maranhão e Goiás e no Distrito Federal, sendo contumaz na prática delituosa.

Após suspeitar que o cheque era fraudado, o banco acionou os policiais da Derf Barra do Garças, os quais trabalham de forma integrada com as instituições financeiras. O emitente do título creditício disse que o cheque havia sido emitido no valor de R$ 250,00 e foi fraudado, possivelmente utilizando algum tipo de lavagem sofisticada e depois foi preenchido novamente.

Leia mais:  Sema promove curso de manejo de trilhas terrestres em Barra do Garças

Durante as diligências no local, os investigadores da Derf perceberam a presença de três pessoas do lado de fora da agência, as quais pertenciam à quadrilha do suspeito, e que ao perceberem a presença dos policiais conseguiram fugir. Segundo o delegado, Wilyney Santana Borges Leal, a quadrilha do suspeito é oriunda de Goiás e do Distrito Federal e geralmente age em dois momentos distintos.

Primeiro os integrantes abordam pessoas que estão nas filas das agências bancárias para trocar cheques e acabam trocando o título, ficando assim com a folha. Em um segundo momento, eles fazem a lavagem do preenchimento, alterando o preenchimento para um valor bem maior daquele que constava do cheque.

“No ano de 2011, o suspeito foi preso na cidade de Imperatriz (MA), quando tentava depositar um cheque clonado de uma prefeitura do Estado. Na época, a falsificação foi considerada pela polícia como muito sofisticada e quase perfeita”, destacou o delegado

O suspeito foi conduzido à delegacia, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante por estelionato, e em seguida encaminhado para audiência de custódia para deliberação do Judiciário.

Leia mais:  Com simulacro de pistola 9mm, suspeitos roubam Subway e clientes

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana