conecte-se conosco


Política

Professor Allan reafirma compromisso com servidores

Publicado

O deputado Allan Kardec (PDT) reafirmou, nessa quinta-feira (10), compromisso com o funcionalismo público de Mato Grosso. Ele defendeu diálogo com os trabalhadores e nomeação de aprovados em concursos durante audiência pública realizada para debater o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2019.

“Estou deputado atualmente e em fevereiro ocuparei cadeira de secretário de Estado, mas sempre serei professor da rede estadual. Podem contar comigo na luta pela valorização dos nossos trabalhadores e trabalhadoras”, afirmou Allan, que aproveitou para defender a nomeação de aprovados em concursos públicos e ampliação do cadastro de reserva no concurso da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Deputados reeleitos, deputados que tomam posse em fevereiro, secretários de Estado e servidores de diversas áreas compareceram à audiência pública realizada na Assembleia, na tarde dessa quinta-feira. O próximo debate ocorrerá na terça-feira (15).

O projeto de LOA para 2019 prevê receita de R$ 19,2 bilhões e despesas de R$ 20,9 bilhões, o que deve gerar déficit de R$ 1,6 bilhão. Por conta disso, o discurso dos representantes do Executivo foi no sentido de promover corte de gastos em todas as áreas.

Leia mais:  Vereadores discutem pautas sobre a Infância e Juventude com juíza e promotor

Allan também aproveitou para parabenizar o governo pela manutenção do MT Saúde e proposta para unificação do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).  “Nós sempre defendemos que o agronegócio contribua mais com o governo e isso ocorrerá através dessa reformulação no Fethab. O Executivo também acerta ao cortar penduricalhos e decidir exonerar mais de 3 mil ocupantes de cargos exclusivamente comissionados. Precisamos agora que todos os poderes constituídos também contribuam”.

Comentários Facebook
publicidade

Política

CCJ aprova convite para Dallagnol explicar troca de mensagens com Moro

Publicado

por

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ) aprovou hoje (18) um requerimento de convite ao procurador federal Deltan Dallagnol para que preste esclarecimentos sobre trocas de mensagens com o então juiz e atual ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, nas investigações da Operação Lava Jato. A data da sessão ainda não foi marcada.

Na avaliação do senador Ângelo Coronel (PSD – BA), autor do requerimento, o teor da troca de mensagens indica desvirtuamento das funções do procurador e também que o então juiz Sergio Moro extrapolou funções e desrespeitou deveres da magistratura. À época das mensagens, Moro era o juiz responsável por julgar réus alvo da operação, entre eles o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso.

Brasília - Procurador Deltan Dallagnol em palestra no UniCeub sobre Democracia, Corrupção e Justiça: Diálogos para um País Melhor  (José Cruz/Agência Brasil)

Procurador Deltan Dallagnol deverá se explicar aos senadores sobre conversa com Sergio Moro – Arquivo/Agência Brasil

Sergio Moro

Amanhã (19), às 9h, a CCJ ouve Sergio Moro, que se colocou espontaneamente à disposição para se explicar.

Segundo a presidente do colegiado, senadora Simone Tebet (MDB-MS), a segurança na CCJ será reforçada. A senadora adiantou ainda que ministro terá 30 minutos para uma exposição inicial com direito a réplica e tréplica dos parlamentares.

As supostas conversas pelo aplicativo Telegram, entre Moro e Dallagnol, foram divulgadas no dia 9 pelo site de notícias The Intercept Brasil.

Edição: Fernando Fraga

Fonte: EBC Política
Comentários Facebook
Leia mais:  Juca Filho pretende criar ‘Dia Municipal de Conscientização e Enfrentamento à Fibromialgia’
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana