conecte-se conosco


Mato Grosso

Procon-MT inicia ação de monitoramento de produtos e alerta consumidores

Publicado

Os supermercados já estão com as seções de ovos de Páscoa cheias de chocolate e a secretaria adjunta de Proteção e Defesa dos Direitos Consumidor (Procon-MT) dá início às ações de monitoramento desses produtos. Com a proximidade da semana santa, a procura por chocolate, principalmente ovos, barras e caixas de de bombom, tende a aumentar e o órgão alerta os consumidores para os cuidados que devem ser tomados durante as compras.

Para este período, o Plano de Trabalho Anual do Procon-MT prevê a realização de monitoramento de mercado para coleta de preços de produtos relacionados à Páscoa. Realizada pela Coordenadoria de Fiscalização, Controle e Monitoramento de Mercado (CFCMM), a ação tem como objetivo comparar preços e verificar eventuais irregularidades. Havendo alguma infração, o estabelecimento pode receber uma ação repressiva, podendo até ser multado.

De acordo com a coordenadora de Fiscalização, Jéssica Amorim, a verificação ocorre com o intuito de identificar como está sendo feita a comercialização dos produtos nesta época: se os fornecedores estão acrescentando valor superior devido aos brindes ofertados; se os produtos podem oferecer algum dano ao consumidor hipervulnerável, no caso as crianças; se todas as mercadorias estão dentro dos padrões do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT); entre outros requisitos.

Leia mais:  Policiais militares prenderam suspeito de feminicídio

Por isso, os consumidores devem ficar atentos aos tamanhos, formatos e pesos. Em caso de brinde acompanhando o chocolate, é fundamental conferir o selo Inmetro e a identificação da faixa etária adequada. Outra dica do Procon-MT é ler com atenção as informações contidas na embalagem. Os dados devem estar disponíveis de forma clara, com as especificações corretas quanto ao peso, validade, composição e restrições de consumo.

Também é importante verificar se as embalagens não estão violadas, além de observar se o local onde os chocolates estão armazenados é limpo e apropriado – longe de fontes de calor e de produtos de limpeza.

Anúncios e ofertas

Como a Páscoa é um período em que a oferta produtos envolve principalmente o público infantil, que é mais suscetível ao estímulo de publicidades enganosas, também é feita verificação de os anúncios veiculados em mídias digitais e veículos de comunicação. 

O objetivo é garantir o cumprimento das informações transmitidas, assegurar a efetiva proteção do consumidor, o equilíbrio nas relações de consumo, bem como as condições de igualdade no exercício da livre iniciativa e concorrência no mercado.

Leia mais:  Estudantes de Chapada apresentam trabalhos na área de Ciências Humanas

Durante a ação, a coordenadoria ainda orienta os fornecedores quanto ao cumprimento das normas de relações de consumo definidas pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC), para que haja estabilidade nas alterações, variações, mudanças e comportamentos de fornecedores do mercado de consumo.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Escola Especial de Cuiabá confecciona materiais didáticos de baixo custo

Publicado

por

A Escola Estadual Especial Raio de Sol, localizada em Cuiabá, realiza uma oficina de criação de materiais didáticos adaptados com parâmetros da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).  O foco da oficina é criar e produzir materiais didáticos adaptados que possibilitem as práticas pedagógicas, para que todos os alunos tenham acesso ao currículo e também para que seja possível realizar intervenções adequadas às necessidades dos estudantes.  

A escola atende exclusivamente alunos com vários tipos de deficiências. O curso terá sua última etapa na terça-feira (27.08).

Segundo a diretora, Leila Bacani Barbosa, desde o início do ano letivo de 2019 os professores vêm fazendo avaliações dos seus alunos para ter clareza da necessidade de cada um. E com isso, é possível definir as estratégias de ensino, bem como os materiais didáticos necessários que facilitarão o processo de desenvolvimento global de cada um.

“A proposta é utilizar tecnologia assistiva de baixo custo, ou seja, utilizar os materiais que existem na escola, sem a necessidade de grande investimento de recurso financeiro. Estas tecnologias estão sendo confeccionadas pelos professores, atendendo as necessidades apresentadas pelos alunos”, destaca.

Leia mais:  Dia da bandeira haitiana é celebrada na Escola Heliodoro com carnaval e comida típica

Os professores elogiaram o curso, pois conseguiram jogos que serão utilizados pelos alunos. Uma das mais entusiasmada é a professora Andréia Maria, do Projeto Práticas Desportivas.

“Construí o jogo de vai e vem com garrafa pet e fio de nylon. A ideia é fazer um jogo que todos participem e que seja prazeroso. Ele foi concluído com sucesso, pois todos os alunos, incluindo os cadeirantes gostaram porque é fácil de manusear”.

No entendimento da professora Iraci Torquato, a oficina está sendo fundamental para que todo o corpo docente tenha melhores condições de trabalho em sala de aula, pois uma vez que o professor conhece a deficiência de cada estudante e nem sempre tem um material que corresponde ao que necessita para o trabalho.

“Pensamos naquilo que vem ao encontro das necessidades do aluno para que ele possa progredir. Esses materiais didáticos vão enriquecer nossas aulas”, ressalta.

A professora Célia Martins acredita que os materiais são imprescindíveis para avançar no processo do ensino-aprendizagem. “Nossos alunos gostaram, se sentem úteis e mais inclusos quando participam dessas atividades”, comemora.

Leia mais:  Mato Grosso oferece 988 vagas de emprego

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana