conecte-se conosco


Cidades

Processo licitatório para instalação do sistema Faixa Verde acontece em janeiro

Publicado

Marcos Vergueiro

Clique para ampliar

A Prefeitura de Cuiabá reabriu o processo licitatório para a instalação do sistema Faixa Verde de estacionamento rotativo. O processo acontecerá no dia 10 de janeiro de 2019 e o edital do processo estará disponível a partir desta terça-feira (27), no site da Prefeitura, no menu de serviços, aba licitação, nos processos da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob).

De acordo com o secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo, o processo está sendo relançado com as devidas correções do Termo de Referência e o trâmite para a participação do certame segue as normas do edital. O secretário pontua ainda que para a construção da licitação, a gestão realizou um estudo do cenário atual da cidade, onde foram constatada a real crescente da frota de veículos em 218% nos últimos 15 anos, enquanto o acréscimo populacional foi de 20%. Dessa forma, o índice, que anteriormente era de um veículo a cada 4.3 habitantes, foi alterado para um veículo para cada 1.6 habitante.

“Fizemos as correções necessárias do edital e agora o reabrimos com o processo sendo reiniciado do zero. É uma licitação de suma importância para o ordenamento do trânsito de Cuiabá, uma vez que, nos últimos anos, vem apresentando um crescimento da frota de veículos. Isso trouxe consequências negativas para a fluidez e segurança no cenário do trânsito, principalmente às áreas centrais –  lugares que se concentram intensas atividades comerciais.  Diante disso, sempre prezando pelo bem comum de todos, a gestão Emanuel Pinheiro vem desenvolvendo ações e trazendo dentro do que há de melhor em mobilidade, para a Capital”, frisa Antenor. 

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá publica edital de retificação aumentando salários

Ao todo, serão cerca de 1,5 mil vagas de estacionamento para carros e motos a serem disponibilizadas em 35 pontos entre ruas e avenidas. A empresa terá a cessão da administração por 10 anos, podendo ser prorrogado pelo mesmo período. O investimento para a concessão é de aproximadamente R$ 57 milhões. A empresa vencedora terá 120 dias, a contar da ordem de serviço, para instalação do sistema nos pontos de maior fluxo de Cuiabá.

O diretor de Trânsito, Michell Diniz, observa que as empresas interessadas devem antes agendar uma visita técnica na Semob, com o intuito de conhecerem melhor os pontos críticos que necessitam do sistema. “É parte obrigatória para participar do certame que as empresas façam este reconhecimento dos pontos conflituosos, para que compreendam nossas necessidades. Pois, a partir do momento que a empresa ganhar o processo licitatório, ela não poderá alegar desconhecimento e terá que cumprir o compromisso firmado no contrato”, explica Diniz.

Os pontos a serem analisados como base para a implantação são a Travessa João Dias, a Rua Candido Mariano e Avenida do Historiador Rubens de Mendonça.  São pontos bem críticos, que, como as demais vias da cidade, estão sofrendo com o saturamento dos principais polos geradores de tráfego. Assim, estudamos esses pontos e chegamos ao entendimento que com a instalação do sistema de estacionamento rotativo, melhoraria essa situação, onde todos compartilhariam das vagas”, acrescentou o diretor.

Leia mais:  Reeducandos trabalham na limpeza dos canteiros da Rodovia Emanuel Pinheiro

Funcionamento do estacionamento rotativo – No sistema “Faixa Verde”, o valor da hora para carro deve ser em média R$ 2,50 e motos R$ 1,50. Além disso, 5% dessas vagas pagas serão destinadas para idosos e 2% à pessoa com deficiência (PcD), tendo alguns segmentos devidamente cadastrado com isenção como, por exemplo, a polícia. O sistema rotativo está previsto para funcionar de segunda à sexta-feira, das 7h às 19h, e aos sábados, das 7h às 13h, tendo os domingos e feriados livres. Todas as vagas estarão com identificação de placas de regulamentação, vertical e horizontal. O usuário poderá comprar a hora do estacionamento por meio de aplicativo, co-promotores de venda, e em comércios conveniados. O pagamento poderá ser feito em dinheiro e cartão de crédito. Também haverá um parquímetro multivagas e um agente privado a cada 200 vagas. 

 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Mato Grosso registra 43 mortes em 24h; UTIs continuam lotadas

Publicado

Taxa de ocupação está em 97% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sábado (10.04), 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 8.530 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. Foram 43 mortes apenas nas últimas 24 horas.

Foram notificadas 1.356 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.804 estão em isolamento domiciliar e 305.369 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 518 internações em UTIs públicas e 513 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,92% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (70.086), Rondonópolis (24.674), Várzea Grande (21.290), Sinop (16.565), Sorriso (12.044), Tangará da Serra (11.179), Lucas do Rio Verde (10.796), Primavera do Leste (9.553), Cáceres (7.114) e Alta Floresta (6.392).

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá publica edital de retificação aumentando salários

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 293.671 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.515 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (09), o Governo Federal confirmou o total de 13.373.174 casos da Covid-19 no Brasil e 348.718 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 13.279.857 casos da Covid-19 no Brasil e 345.025 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  Pinheiro assina termo de compromisso de consultoria do Sírio Libanês para o hospital São Benedito

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana