conecte-se conosco


Polícia

PRF prende homem com droga e mercadoria sem nota fiscal em Pontes e Lacerda/MT

Publicado

Passageiro disse que estava indo para região do garimpo em Roraima

Na manhã desta quarta-feira (29), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu aproximadamente 1 kg de substância análoga a maconha e prendeu um homem, de 25 anos, que além da droga, transportava mercadoria sem nota fiscal, em Pontes e Lacerda.

Durante fiscalização na BR-174, a equipe do Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) abordou um ônibus que fazia linha de Colatina/ES até Porto Velho/RO. Ao conversar com os passageiros, os PRFs suspeitaram de um homem que prestava respostas contraditórias e estava bastante nervoso.

Em busca nos pertences do passageiro, foi encontrado aproximadamente 1kg do entorpecente dentro do travesseiro e 13 frascos de perfumes importados dentro de sua mala. Havia ainda uma quantia de R$2.000,00 dentro de uma bíblia.

O criminoso afirmou que pegou a droga em Rondonópolis/MT e que estava levando para o Garimpo em Boa Vista/RR, onde tentaria vendê-la juntamente com os perfumes.

A ocorrência foi encaminhada para Polícia Civil de Pontes e Lacerda

Leia mais:  Ação integrada entre delegacias prende suspeitos de trocar veículos roubados por drogas na Bolívia

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Delegados de Mato Grosso ganham o maior salário do Brasil

Publicado

Um levantamento realizado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) mostrou que os delegados de Mato Grosso são os que ganham o maior salário da categoria no país. O salário mensal de um delegado da Polícia Civil no estado é de R$ 24,5 mil.

Enquanto o salário dos delegados de Mato Grosso é o maior do país, o vencimento de escrivães e investigadores – as outras carreiras da Polícia Civil-, está bem longe do primeiro lugar.

Para os escrivães, profissionais responsáveis pelo registro de ocorrências e pela documentação das investigações, o salário é de R$ 5,5 mil, o 11º no ranking brasileiro.

Já para os investigadores, policiais que coletam provas sobre os crimes, localizam e interrogam suspeitos e mantém a segurança dos locais de investigação, o vencimento inicial é de R$ 5,5 mil, o 9º maior na comparação com o mesmo cargo em outros estados.

Dados da Polícia Civil mostram que no quarto trimestre de 2020 havia 400 cargos para delegados, porém, 158 estavam vagos. Já para escrivão de polícia, são 1,2 mil vagas, mas só 2.056 ocupados. E para investigador são 4 mil vagas, com 1.944 cargos vagos.

Leia mais:  Campanha nacional alerta caminhoneiros sobre roubo de cargas

Por ser uma carreira típica de Estado, ou seja, que não podem ser substituída por profissional contratado, os cargos da Polícia Civil só podem ser ocupados através de concurso público. No entanto, para conseguir benefícios com o governo federal durante a crise, o Estado se comprometeu a não criar novos gastos até 2022, o que incluem os concursos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana