conecte-se conosco


Polícia

PRF apresenta balanço da Operação Nossa Senhora Aparecida em Mato Grosso

Publicado

A Operação teve início na sexta-feira (09) e encerrou ao meio dia

Durante o feriado prolongado a Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso, reforçou as fiscalizações e presença nas rodovias do estado, nos pontos de maior índice de acidentalidade e criminalidade.

Em 2019 o dia 12 de outubro foi comemorado em um sábado, não influenciando com grande relevância no aumento do tráfego nas rodovias federais, já que não tivemos um feriado prolongado.

Em 2020 para manter a segurança viária, o efetivo empregado durante o fim de semana flagrou 1.533 condutores nas diversas infrações como: ultrapassagens indevidas 479 , 55 autos de infração pelo transporte de crianças sem os cuidados exigidos por lei, 91 condutores sem usar cinto de segurança, 71 condutores flagrados dirigindo sob influência do álcool, totalizando 2.059 infrações na soma geral dos diversos artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Foram registrados 41 acidentes divididos entre 10 acidentes sem vítimas, 26 acidentes com feridos leves e 11 acidentes com mortos ou feridos graves destes resultaram em 6 pessoas que morreram em consequência das gravidades da lesão no local ou a caminho do socorro.

Leia mais:  Autor de homicídio no Pará tem prisão cumprida em Barra do Garças

Mesmo com o trabalho preventivo de acidentes e sua gravidade, a PRF atuou contra a criminalidade que resultou em:
• Sonegação fiscal;
• Apreensão de 55,9kg de pasta base de cocaína;
• Dois veículos recuperados;
• Pessoas detidas com mandado de prisão em aberto;

Secom PRF MT

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Delegados de Mato Grosso ganham o maior salário do Brasil

Publicado

Um levantamento realizado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) mostrou que os delegados de Mato Grosso são os que ganham o maior salário da categoria no país. O salário mensal de um delegado da Polícia Civil no estado é de R$ 24,5 mil.

Enquanto o salário dos delegados de Mato Grosso é o maior do país, o vencimento de escrivães e investigadores – as outras carreiras da Polícia Civil-, está bem longe do primeiro lugar.

Para os escrivães, profissionais responsáveis pelo registro de ocorrências e pela documentação das investigações, o salário é de R$ 5,5 mil, o 11º no ranking brasileiro.

Já para os investigadores, policiais que coletam provas sobre os crimes, localizam e interrogam suspeitos e mantém a segurança dos locais de investigação, o vencimento inicial é de R$ 5,5 mil, o 9º maior na comparação com o mesmo cargo em outros estados.

Dados da Polícia Civil mostram que no quarto trimestre de 2020 havia 400 cargos para delegados, porém, 158 estavam vagos. Já para escrivão de polícia, são 1,2 mil vagas, mas só 2.056 ocupados. E para investigador são 4 mil vagas, com 1.944 cargos vagos.

Leia mais:  Autor de homicídio no Pará tem prisão cumprida em Barra do Garças

Por ser uma carreira típica de Estado, ou seja, que não podem ser substituída por profissional contratado, os cargos da Polícia Civil só podem ser ocupados através de concurso público. No entanto, para conseguir benefícios com o governo federal durante a crise, o Estado se comprometeu a não criar novos gastos até 2022, o que incluem os concursos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana