conecte-se conosco


Política

Presidente Misael Galvão Trabalhará para fortalecer a ASSCAMUC

Publicado

O Presidente da Câmara Municipal de Cuiabá Misael Galvão (PSB) e o Vice-presidente Vinícius Hugueney (PP) nessa tarde de quinta-feira, 10, foram convidados para participar do almoço de boas vindas realizado na sede da Associação de Servidores da Câmara Municipal de Cuiabá (ASSCAMUC), pelos próprios servidores.
Misael agradeceu os servidores pela receptividade. “Fico muito feliz em saber que tenho o apoio dos trabalhadores da Casa de Leis de Cuiabá. É essencial nessa nova administração manter essa boa relação, para propagarmos o fortalecimento da associação com os servidores,” declara o parlamentar.
O Presidente da ASSCAMUC Crézio Pires de Miranda conta o que motivou a realização dessa homenagem. “Sempre procuramos ter uma aproximação com o Presidente da Casa essa ação é uma forma de agradecimento ao Vereador Misael Galvão, que desde o inicio da sua gestão tem proporcionado uma ótima relação com os servidores”, declara Miranda.
Aline Barbosa

Fotos Relacionadas
Imprimir Voltar Compartilhar:  

Comentários Facebook
Leia mais:  Sala das Comissões 2 da AL passa a ter nome da primeira deputada de MT
publicidade

Política

Já é lei em Cuiabá um mês voltado para o combate ao feminicídio

Publicado

por

style”text-align:”””” justify”””””>Já é lei em Cuiabá um mês voltado para o combate ao feminicídio
Estamos no mês da mulher, e nesses dias à Câmara Municipal de Cuiabá está levantando os projetos de lei voltados à proteção à mulher. Uma delas é lei N º 6.320/2018, de autoria do Vereador Justino Malheiros (PV), que institui no calendário oficial do município de Cuiabá, um mês especifico para prevenção ao feminicídio, o “Agosto Lilás”.
O objetivo do “AGOSTO LILÁS” é realizar atividades e mobilizações direcionadas a mulheres e meninas sobre seus direitos, como também realizar a sensibilização masculina com relação à violência contra a mulher.
Justino procura com o projeto alertar formas de prevenção contra o feminicídio. “Observamos um drástico aumento no assassinato de mulheres , parte por motivações passionais , isso nos motivou a tratar o assunto com severidade’, disse Malheiros.
Casos de feminicídios aumentaram 37,5% em um ano na região metropolitana de Cuiabá e Várzea Grande. De acordo com os dados da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), 17 mulheres foram assassinadas, em 2018, sendo 11 desses casos enquadradas na lei do feminicídio, quando a motivação envolve menosprezo ou discriminação à condição de mulher e violência doméstica e familiar, conforme previsto na Lei nº 13.104.
Elizângela Tenório

Leia mais:  Três matérias são aprovadas na sessão desta terça (12)

Imprimir Voltar Compartilhar:  

Fonte: Câmara de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana