conecte-se conosco


Cidades

Prefeitura realiza atualização técnica sobre sarampo e rubéola para profissionais da Saúde

Publicado

Durante anos o sarampo foi considerado uma doença controlada no Brasil, mas de acordo com uma atualização epidemiológica da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), publicada em agosto de 2018, essa realidade mudou. Conforme o estudo, foram confirmados mais de 1.200 casos de sarampo no país, inclusive com óbitos.

Em Cuiabá, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde – SMS há anos não existem notificações de casos de sarampo. Apesar disso, a Capital aderiu às recomendações da OPAS de aumentar a cobertura vacinal e fortalecer a vigilância epidemiológica, com o intuito de detectar rapidamente possíveis suspeitas da doença.

Uma das ações da SMS, realizadas por meio da Atenção Básica para incorporar Cuiabá ao plano de eliminação não apenas do sarampo, mas também da rubéola, é a promoção de uma capacitação para os enfermeiros gerentes de todas as regionais sobre o plano de manejo das duas doenças. A cada semana do mês de outubro uma regional participa do curso.

Leia mais:  Procon Municipal dá início à operação pré matrículas nas escolas particulares de Cuiabá

De acordo com a Responsável Técnica de Imunização, Sandra Horn, a ideia é fazer a estruturação os serviços prestados em nível municipal. “Nesta capacitação traçamos algumas linhas de ações e indicadores com a finalidade de evitar a reintrodução e a transmissão endêmica dos vírus do sarampo e rubéola na nossa região. O trabalho envolve o Departamento de Vigilância em Saúde, a Vigilância Epidemiológica, Imunização, Laboratório e a Atenção Básica. Uma das ações propostas é garantir a expansão da homogeneidade e cobertura vacinal estimulando estratégias que incentivem a vacinação e a atualização do cartão”, comenta a RT.

Dentro do conteúdo do curso, os enfermeiros responsáveis das Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas de todas as regionais vão ver o fluxograma de atendimento, o diagnóstico diferencial das doenças exantemáticas (doenças infecciosas cujas manifestações cutâneas auxiliam para o diagnóstico), roteiros de investigação e medidas de prevenção, controle e proteção da população.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Respirar em Cuiabá é como fumar meio maço de cigarro por dia

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  Resgate da autoestima foi um dos resultados do curso de Pintura em Tecidos do Qualifica 300

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana