conecte-se conosco


Cidades

Prefeitura participa de Mutirão Limpa Nome da CDL e oferece desconto em negociações

Publicado

 

 

Em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a Prefeitura de Cuiabá participa do Mutirão Limpa Nome SPC. A campanha para recuperação de crédito, teve início na segunda-feira (26) e já atendeu mais de duas mil pessoas. Diante disso, as negociações de dívida ativa, feitas na Procuradoria Geral do Município, serão transferidas para a sede da entidade até sexta-feira (30).

“Aderimos ao projeto para facilitar ainda mais a negociação dos débitos junto ao Município. Então os inscritos na dívida ativa, com pendências no ISS, multas ambientais e IPTU, têm mais uma chance para regularizarem sua situação”, explicou o procurador geral, Luiz Antônio Possas.

Os acordos preveem desconto de 95% para pagamentos à vista; de 60% para parcelamento em 12 vezes; 50% quando para 24 meses; e 20% para aqueles que optarem por dividir entre 25 e 48 vezes. Os benefícios se estendem às multas ambientais, vinculadas à Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, e de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), ambas com abatimento de 50%.

Leia mais:  Mais de 75 km de pavimentação devem ser entregues em 2019

Luiz Antônio lembra que, desde o último mês, os débitos de trânsito são pagos apenas na Semob, No caso de pendências não inscritas na dívida ativa (ISS, autos de infração, multas ambientais), os munícipes devem procurar pelo Centro de Atendimento ao Contribuinte (CIAC).

 

Limpa Nome

O mutirão, que vai até o dia 14 de dezembro, vai oferecer condições especiais e juros até zero para quitação das dívidas dos consumidores, possibilitando a limpeza do nome junto ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e demais bureaus de crédito. “Durante esses dias da campanha, os consumidores poderão negociar suas dívidas de diversos segmentos, como água, luz, bancos, prefeituras, comércio, faculdades e outros”, garantiu Granja.

De acordo com a CDL, o objetivo principal do mutirão é a recuperação do capital (total ou parcialmente) por parte do empresário, além disso, oferecer uma oportunidade para que o consumidor volte a ter crédito para poder consumir novamente, já que somente em Mato Grosso, são mais de 1,16 milhões de pessoas negativadas, o que representa 48,3% da população adulta do Estado.

Leia mais:  Cachorro é atacado por jacaré durante brincadeira com o dono e morre em parque de Cuiabá
Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Mato Grosso registra 43 mortes em 24h; UTIs continuam lotadas

Publicado

Taxa de ocupação está em 97% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sábado (10.04), 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 8.530 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. Foram 43 mortes apenas nas últimas 24 horas.

Foram notificadas 1.356 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 328.805 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.804 estão em isolamento domiciliar e 305.369 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 518 internações em UTIs públicas e 513 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,92% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (70.086), Rondonópolis (24.674), Várzea Grande (21.290), Sinop (16.565), Sorriso (12.044), Tangará da Serra (11.179), Lucas do Rio Verde (10.796), Primavera do Leste (9.553), Cáceres (7.114) e Alta Floresta (6.392).

Leia mais:  Administração da Empresa Cuiabana de Saúde Pública confere ao Hospital São Benedito 99% no índice de satisfação

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 293.671 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.515 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na sexta-feira (09), o Governo Federal confirmou o total de 13.373.174 casos da Covid-19 no Brasil e 348.718 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 13.279.857 casos da Covid-19 no Brasil e 345.025 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste sábado (10).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  Cinema, teatro e shows animam a programação deste final de semana

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana