conecte-se conosco


Cidades

Prefeitura identifica organizações que atuam na reinserção social de dependentes químicos

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá, por meio do Conselho Municipal de Políticas Públicas Sobre Drogas (COMPOD), está realizando o mapeamento e identificação das instituições e organizações no Município que atuam na prevenção, tratamento, reabilitação e reinserção social de pessoas com problemas decorrentes do uso álcool e drogas em Cuiabá.

O objetivo da ação é assessorar o executivo municipal na adoção de medidas capazes de fortalecer a política sobre drogas no município.

Para isso, entidades como organizações não governamentais – ONGS; centros e institutos de ensino e pesquisa; ambulatórios, hospitais gerais, hospitais psiquiátricos, hospitais-dia, Clínicas particulares, comunidades terapêuticas; Centros de atenção psicossocial CAPS, grupos de autoajuda deverão preencher um questionário aqui.

Os serviços públicos em geral das pastas de educação, assistência social, esporte e cultura, saúde, segurança pública, justiça e trabalho, também podem participar do mapeamento.

A Secretaria Municipal de Ordem Pública, responsável pela coordenação do COMPOD, espera com esse banco de dados identificar 100% das instituições e organizações existentes em Cuiabá, assim realizando um trabalho com maior efetividade.

Leia mais:  Apresentações lúdicas marcaram encerramento das atividades do programa “Um Por Todos e Todos Por Um”

COMPOD

O COMPOD, foi criado através da Lei Complementar nº 329, de 20 de dezembro de 2013, alterado pela Lei Complementar Nº 418/2016 e faz parte de um sistema nacional de políticas públicas que tem a finalidade de orientar as atividades relacionadas ao esforço nacional de prevenção ao uso, tratamento, reabilitação e reinserção social do usuário e combate ao tráfico de drogas, dedicando seu pleno desenvolvimento para ações referentes à redução da demanda de drogas.

SERVIÇO 

Mais informações pelo telefone: (65) 3616-9633

E-mail: [email protected]

Endereço: Avenida Érico Preza, 1.101 – Jardim Itália Cep:78.060-758 – Cuiabá – MT (na Secretaria Municipal de Ordem Pública- SORP

Confira aqui o questionário: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSe2kVfz1l4yDhEmpzwLPAoNjsvPzSjoaqVASpxCJQ6rLRFT3Q/viewform

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Saiba quando será necessária a troca para o novo modelo de placa

Publicado

por

O novo modelo de Placas de Identificação Veicular (PIV), padrão Mercosul, está em vigor desde o dia 17 de fevereiro, em Mato Grosso. No primeiro momento de implantação, a obrigatoriedade da nova placa é somente para os seguintes casos:

– Primeiro emplacamento do veículo;

– Substituição de qualquer das placas em decorrência de mudança de categoria do veículo;

– Furto, extravio, roubo ou dano da referida placa;

– Mudança de município ou de Unidade Federativa;

– Necessidade de instalação da segunda placa traseira, perda ou dano no lacre.

O proprietário de veículo que desejar fazer a troca voluntária para o novo modelo de placa também poderá fazer o emplacamento.

Locais de compra da nova placa

No site oficial do Detran-MT está disponível a lista com o nome, endereço, número para contato e e-mail das empresas que já estão credenciadas pelo órgão de trânsito a realizar o emplacamento no novo modelo em Mato Grosso. CONFIRA AQUI

 

Conheça a Placa Mercosul

O novo modelo de placa é oriundo de um acordo entre os países do Mercosul, assinado em dezembro de 2010. O padrão vai manter os sete caracteres da placa atual brasileira, porém com quatro letras e três números, e não mais três letras e quatro números, que poderão ser “embaralhados”, e não mais dispostos de maneira fixa em uma sequência.

Leia mais:  Secretaria de Saúde realiza “Dia D” em Prevenção de Incapacidades Físicas

O fundo também sofreu a mudança de cor e passa a ser totalmente branco. Além disso, a bandeira do Brasil e a escrita substitui o município. Com isso, os veículos com a nova placa podem circular livremente nos países que integram o Mercosul, sem autorização prévia.

A nova placa não tem mais os símbolos que permitiam a identificação de local de registro do veículo. Também sofreu mudança a cor dos caracteres para diferenciar os tipos de veículos. Os veículos de passeio com a cor preta, veículos comerciais (aluguel e aprendizagem) na cor vermelha, carros oficiais na cor azul, a verde para veículos em teste, para veículos diplomáticos dourado e cinza prata para os veículos de colecionadores.

Todas as placas deverão conter o código de barras tipo (QR Code) com informações do banco de dados do fabricante da placa e o número de série. O objetivo é controlar a produção, logística, estampagem e instalações da PIV nos respectivos veículos, além da verificação da sua autenticidade.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana