conecte-se conosco


Cidades

Prefeito lamenta falecimento da professora Rosinha, mãe do secretario de Educação, Alex Vieira Passos

Publicado

É com profundo pesar que o Prefeito Emanuel Pinheiro comunica o falecimento da senhora Rosangela Campos Vieira Passos (70), mãe do secretario de Educação de Cuiabá, Alex Vieira Passos.

D. Rosinha, como era conhecida, sempre foi apaixonada pela Educação. Foi professora, atuou como conselheira de Educação do estado por dez anos e pioneira, quando na década de 80, abriu a primeira unidade de ensino infantil de Cuiabá e Várzea Grande.

Atuou na área até sua aposentadoria em 2002. Seu pioneirismo,  trabalhos e dedicação deixam legados que estão até hoje sendo seguidos na legislação e normas educacionais em âmbito estadual e, sua marca impressa na história da Educação, como uma mulher de fibra e batalhadora.

A professora Rosinha, deixa três filhos, genro, noras e netos.

Emanuel Pinheiro lamentou e disse que a cuiabania perde uma grande mulher. “D. Rosinha foi um exemplo de mãe, mulher e profissional dedicada. Em meu nome, e em nome de todos os servidores quero expressar o meu profundo pesar e apresentar nossas condolências ao secretário Alex, seus familiares e amigos, e registrar a grande perda para todos que a conheceram. Que Deus possa confortá-los nesse momento tão triste”, disse ele.

Leia mais:  Lâmpadas de LED garantem mais segurança e economia em praça revitalizada do CPA IV

A secretária-adjunta Edilene Machado, também registrou os seus pêsames, numa semana marcada por várias perdas na Educação do município. “A família da Educação se solidariza com o nosso secretário Alex e sua família. Que o Senhor Deus, em sua infinita misericórdia possa confortá-los!”, lamentou.

O velório será na capela Dom Bosco, na avenida General Vale, 264, em frente ao Pronto Socorro Municipal de Cuiabá, às 12h e sepultamento às 17h, no Cemitério Parque Bom Jesus de Cuiabá .

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Cuiabá prorroga por mais 90 dias suspensão do corte de água

Publicado

por

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro prorrogou por mais 90 dias a proibição da concessionária Águas Cuiabá S.A. de realizar interrupção do fornecimento de água dos consumidores inadimplentes nos termos do artigo 1º do Decreto nº 7.847 de 18 de março de 2020. A medida será publicada em Diário Oficial do Tribunal de Contas (TCE) na próxima segunda-feira, 25, por meio do decreto 7.924/2020.

“Uma das medidas recomendadas mundialmente é o isolamento em suas residências com vistas a evitar a exposição ao novo coronavírus. Nossa preocupação é garantir que toda pessoa mantenha o acesso à água, garantindo sua higienização e por isso determinei que a medida fosse prorrogada. Queremos cada vez mais medidas eficientes”, explica o prefeito.

Pondera ainda que diante do cenário mundial decorrente da pandemia,  é de interesse da coletividade que todos os cidadãos tenham o fornecimento de água potável assegurado em suas residências. Para o prefeito Emanuel Pinheiro, é necessário um esforço conjunto para garantir o combate à disseminação da COVID-19.  A capital do Estado  acumula hoje (23) um total de 400 casos, que representam um total de 32% dos casos confirmados registrados em todo Estado (1.294). “Gostaríamos que nenhuma vida fosse perdida nessa batalha e nosso esforço é para garantir achatar a curva de crescimento de casos. Não seria omisso. Todo o esforço é para salvar vidas”.

Leia mais:  Dia 26 de outubro será marcado por ações voltadas à luta contra o câncer de mama

Ele ainda relembra que muitos lares tiveram o orçamento afetado e por isso, Cuiabá também terá um programa de transferência de renda que vai permitir a 1687 trabalhadores o recebimento, ao longo de três meses, de um auxílio no valor de R$ 500. A meta é iniciar o pagamento ainda na primeira semana de junho.

Dia 16 de março ficou marcado como o início do combate à pandemia da COVID-19 na capital de Mato Grosso. Na data, foi criado o Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus e a partir daí, uma série de decretos municipais temporários e emergenciais foram publicados pelo prefeito Emanuel Pinheiro com objetivo de organizar a cidade e proteger a vida e a saúde da população de Cuiabá durante o período de enfrentamento ao vírus. Um deles, com data de 6 de abril prevê que a concessionária Águas Cuiabá fica obrigada a fazer o religamento do abastecimento, cujo os cortes tenham ocorrido entre 17 de janeiro a 17 de março.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana