conecte-se conosco


Política

Prefeito em MT quer que população carente pague asfalto da cidade

Publicado

Proposta é que os cidadãos, que já pagam impostos, comprem os materiais utilizados na obra e a prefeitura arque apenas com a mão de obra.

Com uma proposta um tanto quanto polêmica, o prefeito de Cáceres (217Km de Cuiabá), Francis Maris (PSDB), defende que a população financie os materiais utilizados na pavimentação do Município. Ele alega que Cáceres não tem dinheiro em caixa para asfaltar os mais de 400 quilômetros de ruas que ainda não possuem a pavimentação e nem tem conseguido recursos por meio de emendas parlamentares ou com o Ministério das Cidades.

Em cada rua, os cacerenses deverão se organizar para custear os materiais, caso desejem que a via seja asfaltada. A ideia inusitada foi revelada pelo prefeito nesta manhã de quarta-feira (16), em entrevista ao Bom Dia MT, jornal da TV Centro América, afiliada à Rede Globo.

“Nessa parceria, os moradores que vão pagar a parte do material: a emulsão, a brita, a areia, o cimento, para fazer as vias e a Prefeitura vai entrar com a mão de obra, com os maquinários, com o óleo diesel necessário para fazer, porque nós precisamos fazer muito [asfalto], mas não conseguimos o recurso”, explicou o prefeito.

Leia mais:  Abilio colhe assinatura para abertura de nova CPI na Câmara

Como justificativa, Maris afirmou que a União está em dificuldades financeiras e, por isso, o município não tem conseguido recursos junto ao Ministério das Cidades. O mesmo argumento foi utilizado em referência a conseguir recursos junto ao Governo do Estado.

Outro argumento utilizado pelo prefeito para defender o projeto diz respeito a uma pesquisa em que a cidade é apontada como uma das 100 mais pobres do país, no conjunto de Municípios com mais de 80 mil habitantes. A pesquisa mencionada pelo prefeito é fruto da Frente Nacional de Prefeitos, que aponta Cáceres como a 68º cidade mais pobre do país, considerando a renda per capita de seus habitantes.

Ou seja, citando uma pesquisa onde os cacerenses são citados com uma baixa renda per capita, o prefeito propõe que eles façam financiamento para custear obras que já estão previstas na arrecadação de impostos, pagos pelos mesmos cidadãos.

Durante a entrevista, o prefeito ainda alegou que este é maior plano de pavimentação lançado pelo Município. “A maneira que nós encontramos para asfaltar a cidade é fazendo essa parceria com a comunidade e, com certeza, vamos deixar muitas ruas asfaltadas. Vai ser o maior plano de asfaltamento que a cidade já teve”, afirmou.

Leia mais:  Assembleia analisa projeto que institui Semana da Cultura Evangélica em Mato Grosso

Maris ainda garantiu que os bancos Bradesco, do Brasil e Sicredi irão aprovar os financiamentos para que a população possa adquirir os materiais para pavimentação da cidade.

OUTRO LADO

A reportagem  tentou contato com o prefeito, mas a ligação não foi atendida, até o fechamento desta matéria, não houve retorno do mesmo.

Apesar de não conseguir falar com o prefeito, a reportagem teve acesso à um print de uma mensagem encaminhada, supostamente, pelo prefeito em um grupo de WhatsApp. No texto, ele afirma que a população cacerense aprova e quer a medida.

Comentários Facebook
publicidade

Política

Câmara fecha parceria com Unimed e descontos podem chegar a até 37% para servidores

Publicado

por

Câmara fecha parceria com Unimed e descontos podem chegar a até 37% para servidores

A Câmara Municipal de Cuiabá fechou parceria com a Unimed, uma das maiores cooperativas de saúde do país. O intuito é proporcionar melhor qualidade de vida aos servidores efetivos e comissionados, com descontos que variam de 24% a 37%, analisado conforme a categoria do plano e faixa etária de idade.
Os trabalhos de adesão têm início nesta segunda-feira (20) e vai até sexta-feira (24) e podem ser feitas no Saguão da Câmara de Cuiabá. A secretária de Gestão Pessoal do Parlamento Municipal, Bárbara Helena de Noronha Pinheiro, explica que para os servidores que já fazem parte do plano, não haverá necessidade de uma nova adesão.
“Os servidores da Câmara serão beneficiados com um desconto diferenciado, isso terá validade para quem aderir até sexta-feira, ou para aqueles que fazem parte dos planos mais antigos. Além da redução do custo, a Unimed proporcionará zero de carência para as adesões feitas até sexta-feira, para os servidores que já tem o plano o procedimento para migrar será automático”, explica a secretária.
A Unimed Cuiabá conta com mais de 1300 médicos cooperados e cerca de 1 mil colaboradores. Em nível local, é a maior e melhor empresa do ramo. Os 220 mil clientes da Unimed Cuiabá contam com uma ampla rede credenciada. Entre laboratórios, clínicas e hospitais, são mais de 200 serviços prontos para atender com qualidade.

Kamila Arruda | Câmara Municipal de Cuiabá

Imprimir Voltar Compartilhar:

Fonte: Câmara de Cuiabá
Comentários Facebook
Leia mais:  Dezessete eventos estão programados para esta semana na ALMT
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana