conecte-se conosco


Cidades

Prefeito assina decreto de implantação da Comissão Técnica do novo PS

Publicado

Nesta sexta-feira (26) o prefeito Emanuel Pinheiro começou a despachar oficialmente do gabinete montado para ele na sede do novo Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá – HPSMC. A mudança do local de trabalho tem por finalidade acompanhar in loco o andamento da finalização das obras do novo Pronto Socorro e assegurar que o cronograma de ações seja seguido à risca, para que a unidade seja inaugurada a contento dentro do prazo estipulado.

“Transferi oficialmente hoje o gabinete do Palácio Alencastro para o novo Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá e ficarei aqui até a entrega da obra e ainda nos primeiros dias de funcionamento da unidade. No momento em que eu sentir que está tudo funcionando adequadamente, com todos os equipamentos instalados, os recursos humanos atuando de maneira satisfatória, voltarei para o 7º andar do Palácio Alencastro”, revelou o prefeito durante entrevista coletiva concedida à imprensa.

Na ocasião, Pinheiro aproveitou para assinar o Decreto nº 6808 de 25 de outubro de 2018, que cria a Comissão Técnica para implantação do Hospital Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC) – Dr. Leoni Palma Carvalho, com representantes do governo do Estado e do Município. “Esta Comissão tem como atribuições a organização, planejamento e execução do Plano de Ativação e Implantação do novo PS, bem como a transição do antigo Pronto Socorro. Estipulamos que vamos nos reunir todas as segundas-feiras pela manhã neste gabinete para discutirmos o andamento dos trabalhos”, disse Emanuel.

Leia mais:  Prefeito homenageia servidores municipais que se aposentaram em 2018

O secretário municipal de Saúde, Huark Douglas Correia será o coordenador geral da Comissão, que conta ainda com os seguintes membros: Emily Borges Conceição, engenheira civil, fiscal da obra do novo PS de Cuiabá; Marcelo Gláucio da Silva Nunes, superintendente de obras e reformas da Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso; Vanderlúcio Rodrigues da Silva, secretário municipal de Obras Públicas; Antenor de Figueiredo Neto, secretário municipal de Mobilidade Urbana; Luiz Antônio Possas de Carvalho, procurador geral do município de Cuiabá; Flávio Taques, secretário adjunto de Gestão da Secretaria Municipal de Saúde; Milton Correa da Costa Neto, secretário adjunto de Planejamento e Operações da Secretaria Municipal de Saúde e Oséas Machado, coordenador administrativo financeiro da Empresa Cuiabana de Saúde.

O prefeito estipulou que 5 de dezembro será a data limite de entrega do novo Pronto Socorro. Segundo ele, esta data foi escolhida para dar um prazo para a Comissão fazer os últimos ajustes antes da vinda do presidente Temer para a inauguração da unidade.

Leia mais:  Programa de Tratamento Ortopédico para Criança Cuiabana realiza mais de 400 cirurgias de ‘pé torto congênito’

Huark Correia, o coordenador geral da comissão, falou sobre a responsabilidade de estar à frente do projeto com o prefeito Emanuel Pinheiro. “Estamos determinados em abrir esta unidade e cumprir os prazos acordados com o Ministério da Saúde e com o Presidente da República. O prefeito delegou a mim a coordenação geral desta comissão e estou encarando como um grande desafio. É uma unidade com 21 mil metros quadrados, que vai atender toda a população de Cuiabá e de Mato Grosso. Tenho certeza que este hospital será de grande relevância e provavelmente um marco histórico para a saúde do estado”.

O novo hospital terá 315 leitos, sendo 40 para Unidades de Terapia Intensiva (UTI), e 64 para ala pediátrica. A unidade terá 21 mil metros quadrados de área construída em um terreno com 7,5 hectares. A área destinada para construção do prédio é ampla, permite uma futura ampliação do prédio, e ainda comporta a operação futura de um heliporto.

 

 

 

 

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Prefeito abre o ano letivo e destaca avanços na Educação

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  Programa de Tratamento Ortopédico para Criança Cuiabana realiza mais de 400 cirurgias de ‘pé torto congênito’

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana