conecte-se conosco


Brasil / Mundo

Povos da TI do Xingu emitem alerta e repúdio sobre indígena na delegação do Brasil na ONU

Publicado

Lideranças de 16 povos indígenas do Território Indígena do Xingu divulgaram uma nota alertando e informando a opinião pública nacional e internacional sobre representante indígena levada pelo governo brasileiro à Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

“O governo brasileiro ofende as lideranças indígenas do Xingu e do Brasil ao dar destaque a uma indígena que vem atuando constantemente em redes sociais com objetivo único de ofender e desmoralizar as lideranças e o movimento indígena do Brasil”, diz trecho da nota.

Conforme a carta de repúdio, a indígena levada pelo governo brasileiro não representa os povos do Xingu e tampouco foi escolhida por eles para desempenhar tal função, sendo suas opiniões de cunho pessoal e sem diálogo com o que de fato os povos do Xingu pensam.

Leia a carta na íntegra:

CARTA DE REPÚDIO

CONTRA REPRESENTAÇÃO INDÍGENA NA DELEGAÇÃO DO GOVERNO BRASILEIRO NA ONU

Nós representantes maiores dos 16 povos indígenas habitantes do Território Indígena do Xingu (Aweti, Matipu, Mehinako, Kamaiurá, Kuikuro, Kisedje, Ikpeng, Yudjá, Kawaiweté, Kalapalo, Narovuto, Waurá, Yawalapiti, Trumai, Nafukuá e Tapayuna), viemos diante da sociedade brasileira repudiar a intenção do Governo Brasileiro de incluir a indígena Ysani Kalapalo na delegação oficial do Brasil que participará da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas – ONU que será realizada na cidade de Nova Iorque no próximo dia 23 de setembro de 2019.

Leia mais:  Drone gigante é construído em MT para reflorestar áreas degradadas

O governo brasileiro mais uma vez demonstra com essa atitude o desrespeito com os povos e lideranças indígenas renomados do Xingu e outras lideranças a nível nacional, desrespeitando a autonomia própria das organizações dos povos indígenas de decisão e indicação de seus representantes em eventos nacionais e internacionais.

O governo brasileiro ofende as lideranças indígenas do Xingu e do Brasil ao dar destaque a uma indígena que vem atuando constantemente em redes sociais com objetivo único de ofender e desmoralizar as lideranças e o movimento indígena do Brasil.

Os 16 povos indígenas do Território Indígena do Xingu através de seus caciques reafirmam seu direito de autonomia de decisão através de seu próprio sistema de governança composto por todos os principais caciques dos povos xinguanos.

O governo brasileiro não se contentando com os ataques aos povos indígenas do Brasil, agora quer legitimar sua política anti-indígena usando uma figura indígena simpatizante de suas ideologias radicais com a intenção de convencer a comunidade internacional de sua política colonialista e etnocida.

Não aceitamos e nunca aceitaremos que o governo brasileiro indique por conta própria nossa representação indígena sem nos consultar através de nossas organizações e lideranças reconhecidos e respaldados por nós.

Leia mais:  Projeto de Dal Molin vira emenda e concede crédito para mulher vítima de violência

Atestam esta carta:

Tafukuma Kalapalo / Cacique do Povo Kalapalo

Aritana Yawalapiti / Cacique do Povo Yawalapiti

Afukaká Kuikuro / Cacique do Povo Kuikuro

Kotok Kamaiurá / Cacique do Povo Kamaiurá

Atakaho waurá / Cacique do povo Wauja

Tirefé Nafukuá / Cacique do Povo Nafukua

Arifira Matipu / Cacique do Povo Matipu

Awajatu Aweti / Cacique do Povo Aweti

Mayukuti Mehinako / Cacique do Povo Mehinako

Kowo Trumai / Cacique do Povo Trumai

Melobo Ikpeng / Cacique do Povo Ikpeng

Kuiussi Suya / Cacique do Povo Kisedje

Sadeá Yudjá / Cacique do Povo Yudja

Mairawe Kaiabi / Cacique do Povo Kawaiwete

Associação Terra Indígena Xingu – ATIX

Comentários Facebook
publicidade

Brasil / Mundo

CNN Brasil mantém assédio na TV aberta; jornalista da Band é a nova recrutada

Publicado

por

source

Na última quarta-feira (28), a CNN Brasil anunciou mais um nome para seu elenco de apresentadores: Caroline Nogueira. A jornalista integrava o time da Band e disse estar “muito feliz” com a nova empreitada.

Leia também: Foto com âncoras da CNN Brasil é detonada por falta de representatividade

Caroline Nogueira
Reprodução Instagram

Caroline Nogueira

Leia também: CNN anuncia canal de notícias 24h no Brasil com ex-diretor da Record à frente

Segundo Flávio Ricco, ela levou sua decisão até o dono da Band , Johnny Saad, que tentou, sem êxito, uma contraproposta para mantê-la na casa. Na CNN Brasil , a jornalista  Caroline Nogueira se reúne a um poderoso time de apresentadores que contempla desde William Waack até Reinaldo Gottino.

Leia também: Após apresentar o “Jornal Nacional”, jornalista troca Globo por CNN Brasil

Ainda não se sabe o tipo de programa que ela comandará na CNN Brasil , mas especula-se que deve ter relação com o noticiário diário e local. A emissora tem previsão de estrear em março no Brasil.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Leia mais:  Deputado Thiago reforça cobrança para instalação do batalhão da PM na Vila Operária e aquisição de viaturas
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana