conecte-se conosco


Cidades

Por recomendação do MP, edição 2019 do Peixe Santo é cancelada

Publicado

Gustavo Duarte

Por recomendação do Ministério Público Estadual (MPE), o programa Peixe Santo não será realizado em 2019. Junto a peixeiros, piscicultores e entidades ligadas à atividade, a Secretaria de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico busca por soluções para fortalecer o setor e levar o projeto à sua 28ª edição, no próximo ano.

A decisão do MP decorre da constatação de inconformidades no cumprimento de exigências de órgãos fiscalizadores, como a falta de documentação obrigatória. A situação, registrada desde outras gestões, esbarra, dentre outros fatores, na inexistência de um frigorífico para o pescado na Capital.  

De acordo com a titular da Pasta, Débora Marques Vilar, a gestão vem atuando na orientação dos comerciantes e no desenvolvimento do programa ano a ano. Diante desta situação, contudo, cabe à administração respeitar a medida.

“Nosso papel é promover a atividade, oferecendo, no período do Peixe Santo, estrutura, logística e divulgação. Estamos aqui para contribuir com o fortalecer da atividade. Existem questões, contudo, que fogem da nossa alçada”, explica.

Leia mais:  Crianças recebem óculos de grau em ação promovida pela Assistência Social

Ela destaca que está em processo de formação uma comissão com peixeiros, representantes da Vigilância Sanitária e Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT). O trabalho do grupo deverá nortear as ações para a retomada do programa.

Em março, cerca de 80 inscritos chegaram a passar por uma das etapas de capacitação obrigatória para a inscrição no Peixe Santo. É o que explica o coordenador Osvaldo dos Santos Lara. “Nos últimos anos houve uma melhora significativa na estrutura do programa e, mesmo com a interrupção neste ano, devemos continuar crescendo”.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Alunos participam de aula de campo que resgata a história do bairro Campo Velho

Publicado

por

Divulgação

Alunos do 3º ano do 1º ciclo da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Filogônio Correia, do bairro Campo Velho, participaram nesta semana de uma aula de campo no Aeroporto Internacional de Cuiabá – Marechal Rondon, em comemoração aos 300 anos de Cuiabá. A aula faz parte do Projeto “Campo Velho e os voos continuam”, que resgata partes da história da cidade.

A iniciativa tem uma explicação, a escola está localizada no bairro em que aconteceu o primeiro pouso de avião em Cuiabá, no dia 29 de março de 1929, num campo improvisado. “Resolvemos realizar esse projeto para que as crianças conhecessem mais sobre o primeiro pouso de um avião em Cuiabá que aconteceu nosso bairro. Os alunos do 3º ano estão fazendo a parte do primeiro pouso, então solicitamos uma visita ao aeroporto”, explicou a diretora da escola Inês Ehrenbrienk.

Esta é a segunda turma da unidade educacional a fazer a visita. No dia 5 de abril, outra turma participou da aula de campo. A diretora Inês relembra que ao chegar ao aeroporto, os alunos foram recepcionados no auditório da Superintendência, onde assistiram a uma apresentação sobre a história do aeroporto e receberam gibis da Turma da Mônica com foco na aviação. Em seguida, entraram na área operacional, onde visitaram a Seção contra Incêndio (SCI). Lá, tiveram uma explicação sobre como funciona e participaram de uma simulação de incêndio.

Leia mais:  Mais de 2 mil inscritos fazem prova do processo seletivo neste domingo (25)

“Os alunos visitaram também o Centro Integrado de Operações Aéreas (CIAOPER), onde puderam conhecer os aviões e os helicópteros da corporação e a função de cada um deles, além disso, as crianças puderam entrar no helicóptero”, acrescentou Inês. Depois, foi a hora de conhecer uma aeronave utilizada em voos comerciais e simularam um embarque, entraram na cockpit (cabine do Piloto). Pelo Finger, ponte que faz ligação entre o terminal de aeroporto e o avião, foi simulado o desembarque.

Nessa aula de campo, participaram 60 alunos divididos em duas turmas. “A experiência foi maravilhosa, as crianças ficaram extasiadas de tanta alegria. É gratificante para nós educadores podermos proporcionar momentos como esses para os nossos alunos. Com certeza ficará na memória deles por muito tempo”, destaca Inês.

A culminância do projeto será apresentada para a comunidade no final do mês de abril.

(Estagiária Emilly Rodrigues com supervisão da jornalista Maria Barbant)

 

 

 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana