conecte-se conosco


Mato Grosso

Politec conclui mais de 4 mil laudos de Criminalística em nove meses

Publicado

A Diretoria Metropolitana de Criminalística da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) concluiu 4.869 laudos periciais de janeiro a setembro de 2018. Os números da produtividade de cada diretoria estão sendo monitorados periodicamente pela Diretor Geral da Politec, Reginaldo Rossi do Carmo, em reuniões com os gestores responsáveis por cada diretoria da instituição.

O objetivo é acompanhar a situações das unidades com o intuito de proceder a ajustes ou correções necessárias para o cumprimento das metas estabelecidas no planejamento estratégico.

O plantão metropolitano de criminalística da coordenadoria de perícias externas concluiu 1.942 laudos no período, nas áreas de Engenharia Legal, Meio Ambiente, Crimes Contra o Patrimônio, Crimes de Morte Violenta e Crimes de Acidente de Trânsito.

Na coordenadoria de perícias internas foram entregues 2.927 laudos periciais de Balística Forense, Documentoscopia, Identificação Veicular, Computação Forense, Contabilidade Forense, e Perícias em Áudio e Vídeo.  

De acordo com o Diretor Metropolitano de Criminalística, Luis Carlos Shibassaki Figueiredo, a análise dos dados contribui para a tomada de decisões por parte da equipe gestora. Ele afirmou ainda que “os números apresentados traduzem o comprometimento de todos da Diretoria Metropolitana de Criminalística na elucidação das condutas delituosas e na promoção da Justiça e Cidadania no estado de Mato Grosso’’, completou.  

Comentários Facebook
Leia mais:  Mato Grosso apresenta menor taxa de homicídio em 10 anos
publicidade

Mato Grosso

Servidor é preso por roubar pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras

Publicado

Foram desviados pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

Um servidor público suspeito de desviar pneus de veículos da prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, prestou esclarecimentos na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelo crime de peculato.

As investigações começaram no dia 22 de março, quando o prefeito Adilson Gonçalves de Macedo registrou um boletim de ocorrência denunciando o suposto desvio.

O delegado Wilyney Santana Borges disse que várias buscas foram realizadas, até que o suspeito acabou confessando o crime. Em depoimento, ele contou que os pneus foram repassados para um comerciante como parte do pagamento na aquisição de um carro dele de luxo.

Os pneus desviados eram de veículos da Secretaria Municipal de Urbanismo.

De acordo com a polícia, nas investigações, foi apurado que pneus adquiridos para serem utilizados nas automóveis da secretaria foram desviados nos meses de novembro e dezembro de 2020, por um servidor  que exercia funções no setor de frotas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia mais:  Mato Grosso apresenta menor taxa de homicídio em 10 anos

Segundo o delegado, os indícios apontados no inquérito indicam que foi possível constatar o desvio de pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

A Polícia Civil informou que o investigado pela venda dos pneus deverá responder ação penal pelo crime de peculato, vez que na época dos desvios, exercia o cargo de funcionário público. Já o comerciante que recebeu os pneus desviados, em troca de pagamento, responderá pelo crime de receptação.

A delegacia de Barra do Garças continua as investigações para saber se havia a conivência ou participação de outros servidores municipais, envolvidos no caso dos pneus desviados.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana