conecte-se conosco


Mato Grosso

Policiais de Várzea Grande arrecadam 350 brinquedos e alimentos em ação social

Publicado

O 4º Batalhão de Polícia Militar em Várzea Grande arrecadou 350 brinquedos e alimentos para a campanha Operação Natal Feliz. O lançamento da ação social na unidade foi realizado na manhã desta quarta-feira (04.12), no auditório da sede do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, no município.

A campanha, idealizada pela primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes, em parceria com a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, sensibilizou 120 policiais militares do 4º BPM. 

O sargento Adelson Francisco de Souza contribuiu doando um brinquedo e contou ter sido motivado pelo sentimento de ajudar o próximo.

“Durante nosso trabalho nas ruas, fazemos contato com muitas pessoas que passam por situações de necessidade, de vulnerabilidade. Então, essa campanha é uma grande oportunidade que temos de expressar nosso lado social. Fico motivado em ajudar esse tipo de ação e incentivar mais pessoas a doar”, relatou o sargento.

À frente da operação no 4º Batalhão, o tenente-coronel Januário Batista disse que a campanha é uma forma de contribuir não apenas no papel policial de servir e proteger, mas transmitindo exemplos.

Leia mais:  Policiais localizam 14 dinamites em casa abandonada

“Dar exemplo à sociedade nos faz também participar da construção social. A participação de todos os policiais nesta campanha ajudará diversas famílias carentes”, comentou..

A campanha foi lançada pelo Comando Geral da Polícia Militar no dia 14 de novembro e será abraçada por todas as unidades da PM no Estado. Brinquedos e alimentos não-perecíveis podem ser doados em pontos de coleta da instituição, quartéis, batalhões, companhias, base policiais e nas sedes dos Comandos Regionais.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Sindal vota contra os servidores

Publicado

por

Jovanildo Antonio da Silva (foto), presidente do Sindal que já tem uma atuação pífia, agora está levando porrete de todo lado dos servidores da Assembleia. É que, ao invés de sair em defesa da categoria e se manifestar contra o projeto do governo de elevar a alíquota previdenciária de 11% para 14%, o sindicato votou favorável à proposta no Conselho de Previdência. O projeto aumenta a incidência da base de cálculo da alíquota até dos aposentados de todos os Poderes e órgãos vinculados, como os do MPE. Hoje se desconta 11% sobre alíquota que excede o teto do INSS, que é de R$ 5,8 mil. A partir da aprovação do projeto na AL, o desconto subirá para 14%. Aposentado que ganha até R$ 5 mil e hoje não tem desconto, passará a ter corte de 14% do que exceder o salário mínimo (R$ 998 reais), o que significa contribuição de R$ 574 reais. Em mensagem de áudio encaminhada aos servidores da AL, Antonio Vagner se mostrou indignado com o fato do Sindal votar com o governo e classificou isso de vergonha e de traição.

Leia mais:  Fornecedores com multas junto ao Procon-MT podem negociar dívidas até 30 de dezembro

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana