conecte-se conosco


Mato Grosso

Policiais concluem curso de doma racional de equinos

Publicado

Policiais do Regimento de Policiamento Montado da Policia Militar (RPMon) concluíram nesta sexta-feira (24.05) o Curso de Doma Racional de Equinos. A capacitação foi oferecida pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural ( SENAR), na fazenda Várzea Alegre, em Cuiabá.

Oito policiais militares, um veterinário e uma estagiária do Regimento de Cavalaria da PM receberam ensinamentos sobre estratégias de adestramento dos animais. Com aulas teóricas e práticas, os alunos participaram de exercícios de iniciação de doma racional como a aproximação, habituação, flexões lateral e vertical, movimento avante, fobia, recuo, desengajar os posteriores, aproximação da cerca, selar e montar o animal.  

Aluno do curso,  sargento Warley de Morais Oliveira diz que a instrução foi  fundamental já que policiais da unidade especializada RPMon lidam diariamente com equinos. “Possuímos um programa de remonta no Regimento, que produz potros que precisarão ser domados e inseridos na prática de policiamento montado. Através dos conhecimentos adquiridos aqui, saberemos retirar vícios e ensinar aos animais o comportamento correto” avaliou o sargento.

Leia mais:  Batalhão de Trânsito prende motorista de carreta dirigindo embriagado em rodovia

Com 40 horas de carga horária, o curso que iniciou na última segunda-feira (20.05) foi ministrado pelo instrutor do SENAR, Denis Cristian Lino, especialista em doma.  O instrutor explica que a doma racional de cavalos é uma técnica de domesticação que faz toda a diferença no resultado do trabalho. “Essa técnica consiste na utilização do estudo do comportamento animal para que a comunicação entre o homem e o cavalo seja feita através de respeito e confiança mútua, de líder e liderado. Com o objetivo principal de domesticar o animal sem o uso da violência, o que faz toda diferença no trabalho e na relação entre o cavalo e o domador”, conta Denis. 

O veterinário José torres conta que a doma racional trás toda parte do bem estar animal, do respeito, manejo, comportamento, da facilidade na abordagem do cavalo na baia e nos procedimentos veterinários, transmitindo a confiança e facilitando a consulta do animal, pontuou.

A doma moderna ou racional consiste num processo de amansamento e socialização do cavalo, adotada no mundo inteiro. A doma é a tentativa de estabelecimento de uma linguagem de comunicação entre homem e cavalo, através de sinais comportamentais. 

Leia mais:  Simulação de acidente no aeroporto tem ação rápida do Corpo de Bombeiros Militar

De acordo com o Comandante do RPMon, tenente-coronel Walmir Barros Rocha, na Cavalaria da Polícia Militar a utilização dos cavalos tem inúmeros fins, sendo o patrulhamento a principal ocupação. “Os animais são submetidos ao treinamento voltado para o trabalho de sentinela, servindo a população como um verdadeiro militar. O objetivo da realização deste trabalho foi a busca e a troca de conhecimentos teóricos e práticos relacionados com a criação destes animais possibilitando um melhor aproveitamento da complementação profissional desenvolvida na área de equideocultura, a partir da prática de manejo e doma utilizada para os cavalos do Regimento de Policiamento Montado”, ressalta o tenente-coronel Rocha.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Seduc abre inscrições para curso de libras básico, intermediário e noções básicas de interpretação

Publicado

por

O Centro de Apoio e Suporte à Inclusão da Educação Especial de Mato Grosso (Casies), da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), lança edital com inscrição para os cursos de Língua Brasileira de Sinais – Libra 1 (básico), Libra 2 (intermediário) e noções básicas de interpretação. As inscrições começam na próxima segunda-feira (24.06) e vão até o dia 27, e podem ser feitas pela internet ou de modo presencial.

Para os candidatos que residem em Cuiabá e Várzea Grande, as inscrições serão realizadas presencialmente, no Casies, na Rua dos crisântemos, nº 16 – bairro Jardim Cuiabá. Para os candidatos dos demais municípios, as inscrições podem ser feitas via internet por aqui.

Os cursos são gratuitos e serão ofertados presencialmente no Casies de segunda a sexta-feira, com carga horária total de 200 horas, com três horas semanais. Segundo a secretária do Casies, Ângela Perrotoni, o foco dos cursos é a formação de intérpretes de libras para atuarem nas unidades escolares da rede pública de ensino.

Leia mais:  Batalhão de Trânsito prende motorista de carreta dirigindo embriagado em rodovia

Conforme explica Ângela Perrotoni, os candidatos matriculados que não comparecerem nas duas primeiras aulas do curso terão a matrícula cancelada e a vaga será disponibilizada para o cadastro reserva, obedecendo a ordem de recebimento das inscrições. “O participante que obtiver quatro faltas consecutivas durante o período do curso será considerado desistente”, explica.

A solicitação do material didático do curso deverá ser realizada no ato da inscrição. Para mais detalhes, acesse o link: https://casies.com.br/materiais-cas/

Informações: (65) 99917-4991

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana