conecte-se conosco


Polícia

Polícia descobre esconderijo de carros roubados em MT

Publicado

Os militares encontraram uma caminhonete Toyota Hilux e um Honda Civiv Sport, que foram roubados.

A Polícia Militar de Jangada (80 km de Cuiabá) descobriu na manhã de quarta-feira (30), um esconderijo de veículos roubados. Os militares encontraram uma caminhonete e um carro que foram roubados neste ano na região.

De acordo com informações, a polícia foi acionada após um homem ter a casa invadida por dois criminosos. Eles entraram na residência, agrediram a família e roubaram anéis, relógios, roupas, uma quantia em dinheiro e uma caminhonete Toyota Hilux. Um comparsa em um Ford Eco Sport ajudou os bandidos na fuga.

Uma equipe da polícia viu dois veículos iguais aos do crime em alta velocidade na região da comunidade Raizama, zona rural de Jangada.

Os policiais pediram o apoio do helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), que realizou o policiamento na região da comunidade Nova Terra. Uma equipe no solo encontrou a caminhonete Hilux, que havia sido roubada.

Leia mais:  Acadepol elabora projeto de aperfeiçoamento no combate ao trabalho escravo

Próximo a ela, a equipe também achou um Honda Civic Sport, que foi roubado no dia 21 de maio. Ele estava sem as rodas e sem as duas placas. No local, ainda foi vista uma placa veicular, que pertencia a uma caminhonete Mitsubish L-200 Triton, que foi roubada em Acorizal (62 km de Cuiabá), em agosto deste ano.

Os policiais não encontraram os criminosos.

Por: folhamax

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Delegados de Mato Grosso ganham o maior salário do Brasil

Publicado

Um levantamento realizado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) mostrou que os delegados de Mato Grosso são os que ganham o maior salário da categoria no país. O salário mensal de um delegado da Polícia Civil no estado é de R$ 24,5 mil.

Enquanto o salário dos delegados de Mato Grosso é o maior do país, o vencimento de escrivães e investigadores – as outras carreiras da Polícia Civil-, está bem longe do primeiro lugar.

Para os escrivães, profissionais responsáveis pelo registro de ocorrências e pela documentação das investigações, o salário é de R$ 5,5 mil, o 11º no ranking brasileiro.

Já para os investigadores, policiais que coletam provas sobre os crimes, localizam e interrogam suspeitos e mantém a segurança dos locais de investigação, o vencimento inicial é de R$ 5,5 mil, o 9º maior na comparação com o mesmo cargo em outros estados.

Dados da Polícia Civil mostram que no quarto trimestre de 2020 havia 400 cargos para delegados, porém, 158 estavam vagos. Já para escrivão de polícia, são 1,2 mil vagas, mas só 2.056 ocupados. E para investigador são 4 mil vagas, com 1.944 cargos vagos.

Leia mais:  Delegado Mário Resende é escolhido para delegado geral da Polícia Civil

Por ser uma carreira típica de Estado, ou seja, que não podem ser substituída por profissional contratado, os cargos da Polícia Civil só podem ser ocupados através de concurso público. No entanto, para conseguir benefícios com o governo federal durante a crise, o Estado se comprometeu a não criar novos gastos até 2022, o que incluem os concursos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana