conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil prende três suspeitos de matar caseiro a golpes de faca em assentamento de Tangará da Serra

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Três homens suspeitos de um homicídio ocorrido em Tangará da Serra (239 km a Médio-Norte) foram presos em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na quinta-feira (10). Os presos: Luiz Gonçalves de Andrade, 51, Marcilei Mamedes Gomes, 39, e Gilmar Alves Soares, 42 anos, são apontados como os autores do assassinato de Claudinei Dias Rodrigues, 45, ocorrido na quarta-feira (09).

Os três suspeitos foram presos no Assentamento Bezerro Vermelho, em Tangará da Serra, pela Delegacia de Polícia Civil, após tomar conhecimento de um corpo encontrado com golpes  profundos de arma branca (faca tipo açougueiro), em uma propriedade no mesmo assentamento. No corpo da vítima também havia marcas de chinelo.

A vítima foi encontrada com duas perfurações no pescoço e outra no peito. Ela morava sozinha e era caseiro do sítio. Segundo informações colhidas no local, na noite anterior, quarta-feira (09), a vítima estava bebendo com mais três pessoas, identificadas como sendo os três suspeitos, sendo que dois deles tinham desavenças com a vítima, fato que motivou o crime.

Leia mais:  PLANTÃO COMUNICAÇÃO

A Polícia Civil apurou, que a vítima e os três suspeitos (Luiz Gonçalves de Andrade,  Marcilei Mamedes Gomes e Gilmar Alves Soares), após deixarem o local onde estavam bebendo, voltaram a se encontrar e continuaram a ingerir bebida alcoólica e também a fazer uso de entorpecente.

Os policiais ainda apuraram que a desavença estaria relacionada ao valor de R$ 250,00. O suspeito Luiz Gonçalves acreditava que a vítima havia furtado de sua casa, que fica no sítio vizinho ao que a vítima morava.

O terceiro suspeito mal conhecia a vitima, porém, aceitou participar do crime. Todos os três foram autuados em flagrante por homicídio doloso.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Adolescente autor de roubos em Várzea Grande é apreendido pela Polícia Civil

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Um adolescente, identificado como autor de diversos roubos,  foi apreendido pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Várzea Grande, na noite de quinta-feira (17).

O jovem C.S.S, 17, foi detido durante diligências que apuravam um roubo ocorrido na segunda-feira (14). Na ocasião, quatro criminosos invadiram um sítio (na região do “Engordador”) e, munidos de arma de fogo, renderam os moradores, vindo a subtrair do local joias, aparelhos de Tv, notebook, celular, entre outros objetos, totalizando um prejuízo estimado em R$ 40 mil.

As investigações apontaram que o crime foi cometido por uma associação criminosa armada, que age de modo reiterado, e atua com truculência com as vítimas, em roubos realizados no município de Várzea Grande.

As investigações prosseguem pela especializada no sentido de identificar e prender os comparsas do adolescente.

O adolescente foi apreendido no bairro Vila Arthur após diligências ininterruptas desde a comunicação do crime. No momento da abordagem policial, o suspeito empreendeu fuga, com a mão na cintura, demonstrando estar armado. Mesmo cercado, o menor continuou correndo, vindo a cair ao solo e machucando o rosto.

Leia mais:  PLANTÃO COMUNICAÇÃO

A equipe constatou que o menor portava um simulacro de arma de fogo, tipo pistola. Em sua residência foram apreendidas diversas porções de maconha, embaladas para a comercialização, além de balança de precisão e o valor de R$ 340 em dinheiro.

O menor foi levado para atendimento médico no Pronto Socorro de Várzea Grande, onde foi realizado corretivo na face. Em seguida, ele foi conduzido à Derf VG, e autuado em atos infracionais análogos aos crimes de roubo majorado em concurso de pessoas e com o emprego de arma de fogo, associação criminosa armada, tráfico de drogas, desobediência e resistência.

Além do roubo, pelo qual foi flagranteado, o adolescente infrator foi reconhecido como sendo um dos autores de uma tentativa de latrocínio, ocorrida no dia 29 de dezembro, quando 04 criminosos armados invadiram uma confraternização, renderam todos os presentes, e efetuaram um disparo de arma de fogo que atingiu de raspão a cabeça de um homem.

O adolescente também foi reconhecido como autor de um roubo majorado ocorrido a uma residência no bairro Jardim Paula I. Nessa oportunidade ele chegou a agredir fisicamente uma criança de cinco anos de idade.

Leia mais:  PLANTÃO COMUNICAÇÃO

As investigações visando desarticular essa associação criminosa armada prosseguem pela especializada. Também são realizados levantamentos para identificar outros roubos em que o menor possa ter participado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana