conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil prende traficante e fecha ponto de droga no bairro Areão

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil, através da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), fechou na tarde desta terça-feira (28.01), um ponto de vendas de drogas, localizado no bairro Areão em Cuiabá.

A ação resultou na prisão de um jovem responsável pela venda do entorpecente, além da apreensão de drogas e vários objetos relacionados ao tráfico.

A ação foi deflagrada com objetivo de dar cumprimento ao mandado de busca e apreensão domiciliar expedido pela 13ª Vara Criminal de Cuiabá.

Em buscas na residência, os policiais encontraram no quarto do suspeito, uma balança de precisão, uma faca com resquícios de entorpecente, três comprimidos de substância desconhecida, uma porção de pasta base e R$ 64 em dinheiro.

Na despensa da casa, também foi encontrada uma porção de maconha. Segundo informações, o traficante é integrante de uma facção criminosa e atuava na venda de entorpecente no período diurno, porém durante a noite a comercialização intensificava.

Diante das evidências, o suspeito foi conduzido a DRE, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Leia mais:  Jovem envolvido em furto de motocicleta próximo a shopping é preso em flagrante

 

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Marido mata a esposa, enterra corpo e diz que ela sumiu após briga

Publicado

por

Corpo de Simone Ferreira, 40, foi encontrado enterrado no começo da tarde de terça-feira (18), às margens da BR-070, no Paredão Grande, em General Carneiro (442 km ao Leste de Cuiabá). Ela estava desaparecida desde 31 de janeiro, o irmão dela fez boletim de ocorrência relatando seu sumiço e após 19 dias, o marido confessou ter matado e enterrado o corpo dela.

De acordo com as informações, as investigações começaram só dia 17 de fevereiro, após o irmão da vítima registrar um boletim de ocorrência na cidade de Barra do Garça. A última conversa entre os dois aconteceu no dia 31 de janeiro.

O irmão relatou que conversou normalmente com ela até por volta das 15h. Já no final da tarde, tentou um novo contato, mas ela não respondeu mais. Às 23h, o marido da vítima conversou com o cunhado, perguntando se ela estava em Barra do Garças, que eles tiveram uma discussão e ela disse que iria voltar para a casa do ex-marido.

Leia mais:  Polícia Civil apreende carreta carregada com madeira irregular em Alta Floresta

O rapaz passou a procurar pelo ex-marido da vítima, que mora no Xingú. Só no dia 16 de fevereiro ele entrou em contato e informou que a irmã não havia aparecido na região. Ele também disse que a última vez que falou com Simone foi no dia 31 de janeiro.

Em sua denúncia à Polícia Civil, relatou que temia pela vida da irmã, já que ela tinha um relacionamento conturbado com o marido, com quem convivia há cerca de 7 meses e que possui passagens criminais e utiliza tornozeleira eletrônica.

 

Corpo encontrado

Desde o registro, a polícia passou a fazer diligências atrás de Simone. Na segunda-feira (17), o marido da vítima foi ouvido e ele negou o crime. Mas, na terça, em novo interrogatório, o homem confessou ter matado a mulher e enterrado seu corpo no quintal de casa.

Equipe de investigadores foram até o local citado pelo suspeito, fizeram buscas e encontraram o corpo de Simone dentro de uma cova de cerca de 80 cm, no fundo da casa em que eles moravam.

Leia mais:  Jovem envolvido em furto de motocicleta próximo a shopping é preso em flagrante

Ele alegrou motivação passional, já que teria flagrado uma conversa entre a mulher e o ex-marido dela. Com golpes de facão, Simone foi morta e enterrada no dia 31 de janeiro. O suspeito foi preso em flagrante e autuado por crime de feminicídio.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana