conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil prende suspeito de tráfico e autor de furtos em Vila Bela

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Duas ordens judiciais, sendo um mandado de busca e apreensão e um de prisão temporária, contra um suspeito de atuar com o tráfico de drogas na região de fronteira foram cumpridos pela Polícia Judiciária Civil, na quarta-feira (02.10), no município de Vila Bela de Santíssima Trindade (521 km a Oeste da Capital).

As investigações contra o suspeito J.C.S.C., 20, iniciaram há alguns dias, ocasião em que ele foi flagrado descartando uma peça de pasta base se cocaína, pesando aproximadamente um quilo e empreendido fuga pilotando uma motocicleta XRE-300.

Na quarta-feira (02.10), os policiais da Delegacia de Vila Bela, realizaram diligências coordenadas pelo delegado Maurício Maciel Pereira Júnior na área rural do município, com intuito de localizar o suspeito.

Durante blitz em um ponto estratégico na região de fronteira, os investigadores abordaram o suspeito em uma caminhonete S-10, dando cumprimento ao mandado de prisão. O investigado foi conduzido a Delegacia de Vila Bela, onde após interrogado foi colocado à disposição da Justiça.

Leia mais:  Patrulha visa fortalecer rede de proteção a mulheres em Várzea Grande

Prisão autor de furto

Em outra ação realizada pela Polícia Civil de Vila Bela, os policiais prenderam em flagrante o suspeito, M.C.A., apontado como autor de vários furtos cometidos no município.

As investigações iniciaram após a vítima procurar a delegacia informando sobre um furto em seu estabelecimento comercial e indicando o suspeito como possível autor do crime. Diante das informações, a equipe de investigadores realizaram diligências, conseguindo localizar o suspeito na cidade.

Segundo o delegado, Maurício Maciel Pereira Júnior, o suspeito é conhecido da Polícia Civil e tem várias passagens anteriores pelo crime de furto. “Ele costuma praticar furtos a residências e estabelecimentos comerciais, com objetivo de trocar os produtos furtados por substâncias entorpecentes. 

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Derf Barra do Garças fecha o ano com redução dos índices de roubos e furtos na regiao

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Atuando no combate a crimes contra o patrimônio, como roubo, furto e receptação, a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Barra do Garças (509 km a Leste de Cuiabá) fecha 2019 com redução nos índices de criminalidade na região, demonstrando a eficiência do trabalho prestado ao longo do ano.

O balanço anual demonstra que em 2019, a Derf Barra do Garças instaurou 330 inquéritos e concluiu 545; realizou 1.601 oitivas; efetuou 50 prisões de pessoas suspeitas; cumpriu 48 mandados de buscas; além da apreensão de 47 munições, 6 armas de fogo e 15 veículos.

Ao longo do ano, foram deflagradas 13 operações policiais, sendo algumas integradas, provenientes das diligências investigativas conduzidas pela Derf de Barra do Garças, visando a elucidação de crimes, identificação e desarticulação de grupos criminosos atuantes na região.

Outro ponto de destaque, foi a recuperação do total de 18 toneladas de materiais de construção, além de mais de 100 cabeças de gado, oriundos a crimes de roubos e furtos. Também foram retiradas de circulação cerca de 20 quilos de entorpecentes.

Leia mais:  Polícia Civil prende homem por porte ilegal de arma de fogo em Rondonópolis

As operações desencadeadas contaram com apoio das forças de segurança pública, como Polícia Militar de Mato Grosso, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Polícia Civil de Goiás, Polícia Militar de Goiás, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

Segundo dados do sistema  da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), as ações da unidade especializada no ano de 2019 resultaram na redução de 35% dos crimes de furtos e 34% dos crimes de roubos.

De acordo com o delegado titular da Derf, Wilyney Santana Borges Leal, os números demonstram que a Regional de Barra do Garças foi a que mais reduziu o crime de furto em todo Estado, ficando em segundo lugar na redução dos crimes de roubos.

“Todo trabalho só foi possível por uma atuação conjunta dos órgãos de segurança e também a uma ação firme do Ministério Público e Judiciário, os quais atenderam aos pedidos de cautelares formulados. Por fim é necessário destacar o profissionalismo, dedicação e motivação de todos os servidores da Derf no desenvolvimento das investigações”, destacou o delegado.

Leia mais:  Delegado recebe título de cidadão da Câmara Municipal de Aripuanã

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana