conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil prende mais um alvo da Operação Redtus

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Equipe da Delegacia de Roubos e Furtos de Rondonópolis (DERF) cumpriu nesta quinta-feira (06) mais um mandado de prisão originário da Operação Reditus, deflagrada pela unidade especializada em dezembro do ano passado com objetivo de combater uma facção criminosa envolvida em diversos crimes como tráfico de drogas, tortura e roubos no município . O suspeito foi preso na residência da avó de sua companheira, no Jardim Assunção, em Rondonópolis, e depois encaminhado para audiência de custódia da justiça. 

As investigações que resultaram na operação Reditus iniciaram em 2018 para apurar crimes de organização criminosa, tráfico de drogas, associação para o tráfico, tortura, roubos e corrupção de menores. Os trabalhos culminaram na identificação de suspeitos, alguns recolhidos em unidades prisionais de Rondonópolis e Cuiabá, e outros integrantes que circulavam livremente para região cometendo diversos crimes. Foram deferidos pela Justiça 108 mandados, sendo 67 de prisões preventivas e 41 de buscas e apreensões. O inquérito foi concluído em janeiro deste ano com o indiciamento de 67 pessoas.

Leia mais:  Quatro pessoas são presas pela Polícia Civil em boca de fumo no bairro Lixeira na Capital

Conforme investigação da Polícia Civil de Rondonópolis, o grupo era bem estruturado e ordenado, com divisão de tarefas entre seus integrantes, responsável por grande parte das ocorrências praticadas na região do sul de Mato Grosso.

Durante monitoramento da associação, a Polícia Civil mapeou o funcionamento, com a identificação dos membros e suas respectivas funções. As principais características do grupo eram hierarquia, organização pré-definida com disciplina e gerentes, fluxo financeiro com pagamento de mensalidades, taxa sob o tráfico de droga, extorsão de empresários, entre outros.

A operação resultou ainda na apreensão de R$ 12 mil em dinheiro, oito veículos (05 carros e 03 motocicletas), avaliados em R$ 300 mil, além do fechamento de dois estabelecimentos comerciais utilizados pelo grupo criminoso para lavagem de dinheiro e 18 volumes de informações produzidas durante a investigação.

 

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Mesa da AL pode ter virada em MT

Publicado

por

Nos últimos dias, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), tem evitado dar declarações sobre a eleição da Mesa Diretora marcada para junho. Ele é cotado para ser reeleito para o terceiro mandato consecutivo no comando do Legislativo.

No entanto, nos bastidores, se comenta que um grupo alternativo estaria surgindo para derrubar o democrata. Além da primeira-secretaria, existe uma disputa fortíssima nos bastidores pela primeira-secretaria e primeira vice-presidência

Na secretaria, disputam o cargo o atual secretário Max Russi (PSB) e Janaína Riva (MDB). Também tem uma ferrenha disputa nos bastidores pela primeira vice-presidência entre Wilson Santos (PSDB) e Paulo Araújo (PP).

Explica-se: a tendência é que  Botelho seja indicado ao Tribunal de Contas tão logo seja aberta a primeira vaga de efetivo. Neste caso, o primeiro vice pode acabar herdando o comando do parlamento.

Por: folhamax

Comentários Facebook
Leia mais:  Manifestantes fazem protestos pela Amazônia em embaixadas brasileiras pelo mundo
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana