conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil prende grupo envolvido em roubo a residência com subtração de veículo

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Quatro pessoas, sendo dois homens, uma mulher e um menor, associadas para praticar crimes de roubos foram presas pela Polícia Judiciária Civil, na tarde de terça-feira (28.05), em Cuiabá. A ação foi realizada pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos Automotores (Derrfva).

Moradores do mesmo bairro, Anderson Júnior Gonçalves Lima, 24, conhecido como “Murrinha, Lucas Eduardo Amorim de Oliveira, 18, conhecido como “Cabelo”, Rayssa Lima da Silva, 20, foram presos em flagrante por associação criminosa, roubo, corrupção de menores e receptação. O adolescente G.D.D.O., 17, conhecido como “Davih”, responderá ato infracional análogo aos mesmos crimes.

Os policiais civis da Derrfva realizavam diligências para desarticular um grupo que vinha praticando roubos a residência com subtração de veículo, na região da Morada da Serra, quando chegaram na identificação os suspeitos.

Um dos crimes cometidos pela associação ocorreu no dia 12 de maio. As vítimas foram rendidas por indivíduos armados, quando saiam de casa com o carro. Os criminosos ordenaram para que retornassem para dentro do imóvel, onde a família foi trancada em um dos cômodos, enquanto o local era revidado pelos assaltantes. Diversos produtos e pertences foram levados, além do veículo.

Leia mais:  Homem e mulher envolvidos com tráfico de drogas são presos em Sorriso

Após o crime, o automóvel roubado foi localizado por uma guarnição da Polícia Militar. O veículo foi encaminhado à Derrfva, onde os investigadores vistoriando o carro encontraram cartões com nome da suspeita Rayssa

Com base nos indícios, os policiais civis conseguiram identificar três comparsas da suspeita, todos moradores na região do bairro 1º de Março, apontados como autores das ações criminosas. A investigada Rayssa foi abordada em uma quitinete, onde foram apreendidos ferramentas (um macaco e uma chave de roda), pertencentes a um veículo da marca FIAT.

Em seguida os outros envolvidos também foram localizados, sendo Anderson Júnior, o adolescente G.D.D.O. e Lucas Eduardo conhecido por “Cabelo”. Em relatos, a vítima havia contado que durante o assalto um comparsa chamou o outro por esse apelido.

Diante dos fatos, a moça e os três indivíduos foram conduzidos à Derrfva, interrogados e presos pelos crimes de associação criminosa, roubo, corrupção de menores e receptação. Após a confecção dos autos, o grupo foi apresentado para audiência de custódia e colocado à disposição da Justiça.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Gefron intensifica barreira para impedir entrada de estrangeiros em Mato Grosso

Publicado

por

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron-MT) vai reforçar a atuação policial em toda faixa que liga o Brasil com a Bolívia. A medida visa restringir, de forma excepcional, a entrada de estrangeiros em Mato Grosso e evitar a propagação do coronavírus (Covid-19).

Com o empenho da tropa do grupamento e da Polícia Militar (PM-MT), a vigilância será contínua nos postos de fiscalização e por meio de barreiras volantes. A intensificação das ações atende à Portaria 125, de 19 de março deste ano, do Governo Federal.

A medida restritiva é de caráter excepcional e temporária no prazo de 15 dias, podendo ser prorrogado.

No período estão proibidos a entrada de cidadãos da Bolívia, Argentina, Colômbia, República Francesa, Paraguai, Peru, Suriname e Guiana. O trabalho será desenvolvido dentro “Operação Hórus”, do Programa Vigia, do Ministério da Justiça e Segurança Pública

“Vamos aumentar nosso efetivo de policiais atuando na fronteira para cumprir a determinação do Governo Federal. Já desempenhamos um trabalho periódico de enfrentamento aos crimes transfronteiriços e agora vamos intensificar ainda mais”, afirma o comandante do Gefron, tenente-coronel PM, Fábio Ricas.

Leia mais:  Polícia Civil prende suspeitos simulacro de arma de fogo e evita roubo em Colíder

A base operacional do grupamento fica no município Porto Esperidião. Outros pontos de fiscalização estão distribuídos na região do Matão (no município de Pontes e Lacerda), Vila Cardoso, Avião Caído (em Cáceres), Canil Integrado (Cáceres).

A portaria traz algumas exceções. Fica autorizada a entrada de brasileiro, nato ou naturalizado, imigrante com prévia autorização de residência definitiva em território brasileiro, profissional estrangeiro em missão a serviço de organismo internacional, desde que devidamente identificado, funcionário estrangeiro acreditado junto ao Governo brasileiro.

A restrição de que trata esta portaria não impede o livre tráfego do transporte rodoviário de cargas, na forma da legislação vigente, a execução de ações humanitárias transfronteiriças previamente autorizada pelas autoridades sanitárias locais, o tráfego de residentes de cidades gêmeas com linha de fronteira exclusivamente terrestre.

O descumprimento das medidas disciplinadas nesta portaria implicará em responsabilização civil, administrativa e penal do agente infrator, a deportação imediata e a inabilitação de pedido de refúgio.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana