conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil prende gerente de clínica de reabilitação por sequestro e cárcere privado

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil prendeu em flagrante o gerente de uma clínica de recuperação de dependentes químico, na quinta-feira (10.01). O suspeito, J.M., foi autuado em flagrante por sequestro e cárcere privado. A ação foi realizada por policiais da 2ª Delegacia de Polícia do Carumbé.

A vítima é um homem de 33 anos que foi encaminhado à força para clínica de reabilitação, localizada em uma área de chácaras, na estrada de Nossa Senhora da Guia, em Cuiabá.

De acordo com a esposa da vítima, cinco homens entraram na casa dela e levaram seu marido a força em um Fiesta branco. Ela relata ainda que seu marido é ex-usuário de álcool e seria a mãe da vítima quem teria ordenado o serviço, sendo que esta já é a segunda vez que isso acontece.

A Polícia ressalta que devido ao grande número de denúncias de maus-tratos em clínicas de reabilitação será realizado trabalho de fiscalização nas unidades também conhecidas por comunidades terapêuticas de Cuiabá.

Leia mais:  Casal é preso com 40 quilos de drogas em Rondonópolis

No final do ano passado a Polícia Civil interou força-tarefa em que fechou quatro clínicas de reabilitação em Várzea Grande.

O suspeito pagou fiança de R$ 3 mil e foi liberado para responder o procedimento policial.

 

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Polícia Civil prende homem que matou companheira em Primavera do Leste

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

O homem responsável pela morte da companheira, na madrugada desta sexta-feira (18.01), em Primavera do Leste (231 km ao Sul), foi preso pela Polícia Judiciária Civil. O suspeito, Gabriel Gomes da Silva, 25 anos, foi localizado por policiais da Delegacia de Delitos Gerais e Homicídio no começo desta tarde, tentando se esconder  na casa de um familiar, na cidade.

O suspeito, que é usuário de droga, alegou ter assassinado a companheira por ela estar mantendo um relacionamento extraconjugal. Ele será autuado no crime de feminicídio (assassinato de mulheres por questões de gênero, em função do menosprezo ou discriminação
à condição feminina).  

Segundo levantamentos, Gabriel Gomes da Silva é réu em processo de homicídio cometido na comarca de Paranatinga.

A vítima, Grasiele Lopes, 22 anos, teve perfurações de faca nas costas e no tórax. Familiares relataram que a jovem estava convivendo com o suspeito há cerca de 3 meses, no bairro Padre Onesto Costa.

Os golpes de faca começaram na varanda da casa da vítima, mas ela correu gritando por socorro até a casa  da mãe que mora em frente. Ao abrir a porta, a moça caiu ao chão desfalecida. O Samu foi acionado e constatou o óbito.  

Leia mais:  MPMT e DEMA divulgam informações atualizadas sobre Operação Polygonum

Dentro da casa, a perícia técnica localizou uma porção aparentando ser maconha e 30 pedras pequenas de material aparentando ser pasta base. A origem da droga será apurada.

A arma do crime, uma faca, e um pedaço de pano sujo de sangue foram apreendidos e serão encaminhados à perícia.

Após o término do auto de prisão em flagrante, o preso será apresentado em audiência de custódia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana