conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil prende estelionatário por anúncio falso de aluguel de casa

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um homem acusado de aplicar golpes via internet  na região Araguaia  foi preso pela Polícia Judiciária Civil, nesta quarta-feira (19.06), no município de Nova Xavantina (645 km a Leste). A ação resultou na recuperação de mais de R$ 800, em dinheiro, e uma bibicleta, provenientes de crimes.

Agindo sempre com mesmo “modus operandi” e com diversas passagens pela polícia por estelionato praticados nas cidades de Primavera do Leste e Barra do Garças, o jovem J.M.S. de 27 anos, foi novamente autuado em flagrante delito. 

O suspeito anunciava na internet, por meio de redes sociais, aluguel de casa alheia para pessoas interessadas, causando prejuízos financeiros as mesmas. 

Uma das vítimas informou a Polícia Civil, que estava procurando local para morar na cidade de Nova Xavantina. Pela internet, a vítima viu o anúncio de aluguel e fechou contrato por dois meses da casa era anunciada pelo suspeito, no centro da cidade. Ela pagou antecipado o valor de R$ 1,1 mil, mas quando chegou na cidade descobriu que tinha sido enganada, após conhecer a verdadeira proprietária do imóvel, que não estava para alugar.

Leia mais:  Polícia Civil cumpre mandados e prende três por crimes contra ordem tributária em Juína

Com base nos fatos narrados, os policiais civis iniciaram diligências para identificar o suspeito, que acabou descoberto. J.M.S. é natural de Primavera do Leste e estava  residindo em Nova Xavantina há cerca de quatro meses.

Na residência do jovem foi apreendido o valor de R$ 840 provenientes dos golpes, além de duas máquinas de cartão. Ainda segundo levantamento, as máquinas também eram produtos de estelionato, que o suspeito havia adquirido pela internet de uma pessoa de Barra do Garças, efetuando o pagamento com envelope vazio.

Ao ser conduzido à Delegacia de Nova Xavantina, uma segunda vítima compareceu na unidade policial alegando que também havia negociado com o suspeito, o aluguel da mesma casa oferecida a primeira vítima, bem como efetuou o pagamento de R$ 500, para tal fim.

Diante do flagrante. J.M.S. foi interrogado pelo crime de estelionato. Após a confecção dos autos, foi arbitrada a fiança do valor de R$ 4 mil. O suspeito responderá inquérito de natureza receptação.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Forças de Segurança cumprem 17 buscas em operação de combate ao crime em Cáceres

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Dezessete mandados de busca e apreensão, com alvo em uma organização criminosa envolvida com o tráfico de drogas e roubos e furtos de veículos na região de fronteira, foram cumpridos no sábado (20.07), em operação integrada deflagrada pelas Forças de Segurança de Cáceres (228 km a Oeste).

Desencadeada pela Polícia Civil da Regional de Cáceres, com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar, e Grupo Especial de Fronteira (Gefron), a operação de combate ao crime na região de fronteira resultou em 18 pessoas presas, 06 menores apreendidos, além da apreensão de drogas, veículos, dinheiro e apetrechos relacionados ao tráfico.

 A ação contou com a participação de 121 agentes da segurança pública, sendo 60 policiais civis, 16 policiais rodoviários federais, 38 policiais militares e 06 policiais do Canilfron.

As 17 ordens judiciais de busca e apreensão domiciliar foram decretadas pela Justiça com base em investigações e levantamentos de inteligência realizados pela 1ª Delegacia de Polícia de Cáceres. A ação tinha como alvo uma organização criminosa atuante com o tráfico de drogas, roubos e furtos de veículos e receptação.

Leia mais:  Padrasto que abusava há mais de 7 anos da enteada é preso em Cáceres

Durante as buscas foram apreendidos, 75 porções pequenas de pasta base de cocaína, já embaçadas para venda, 14 porções grandes e 03 médias da mesma substância, 35 porções pequenas e 03 grandes de maconha, além de produtos químicos para preparar a droga, 02 balanças de precisão, aproximadamente R$ 2,5 mil em dinheiro e máquina de cartão de crédito utilizada no comércio ilícito.

Os trabalhos resultaram ainda na apreensão de diversos objetos de origem ilícita (aparelhos celulares, televisão, notebook, câmera fotográfica, ferramentas, relógios, joias, ente outros), além de duas motocicletas e de um veículo com registro de roubo/furto.

No total, foram confeccionados 08 autos de prisão flagrante, com 18 presos, 06 menores apreendidos e dois Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) registrados.

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana