conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil prende em Nova Lacerda homem por abusar da filha e da sobrinha em Tangará da Serra

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Delegacia da Polícia Judiciária Civil de Nova Lacerda (546 km a Oeste), com apoio de Comodoro (644 km a Oeste) cumpriu mandado de prisão em desfavor de G.S, 35 anos, acusado de estupro de vulnerável praticado contra duas adolescentes. Uma das menores, de 14 anos, é filha do acusado e a outra de 13 anos, sua sobrinha.

O fato foi registrado no dia 2 de janeiro de 2019, na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Tangará da Serra (239 km a Médio-Norte), que logo tomou todas providências investigativas e representou pela prisão do suspeito.

Segundo a comunicante, mulher do acusado e mãe da menor de 14 anos, a descoberta ocorreu quando foi questionar a sobrinha de 13 anos sobre fotos que ela teria postado em seu perfil nas redes sociais. Ao ser pressionada, a garota que tem 13 anos contou que sofria abuso desde os 9 anos, que era seu tio, G.S.

Ao contar sobre a situação a filha adolescente, a garota também revelou ter sido abusada pelo pai, desde os 9 anos. A menor disse que tomou coragem em contar a mãe após ouvir a revelação da prima.

Leia mais:  Obra de reforma da 2ª DP e Central de Flagrantes é entregue à Polícia Civil

Logo que foi denunciado, o suspeito fugiu de Tangará da Serra, mas uma denúncia chegou à Polícia Civil  informando que ele estaria na zona rural de Nova Lacerda. A a equipe de investigadores, acompanhada do Gilson Silveira do Carmo, foi até Gleba Santa Amélia e prendeu o suspeito, notificando-o sobre a ordem de prisão.

O suspeito deverá ser transferido para Tangará da Serra.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Polícia Civil prende homem que matou companheira em Primavera do Leste

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

O homem responsável pela morte da companheira, na madrugada desta sexta-feira (18.01), em Primavera do Leste (231 km ao Sul), foi preso pela Polícia Judiciária Civil. O suspeito, Gabriel Gomes da Silva, 25 anos, foi localizado por policiais da Delegacia de Delitos Gerais e Homicídio no começo desta tarde, tentando se esconder  na casa de um familiar, na cidade.

O suspeito, que é usuário de droga, alegou ter assassinado a companheira por ela estar mantendo um relacionamento extraconjugal. Ele será autuado no crime de feminicídio (assassinato de mulheres por questões de gênero, em função do menosprezo ou discriminação
à condição feminina).  

Segundo levantamentos, Gabriel Gomes da Silva é réu em processo de homicídio cometido na comarca de Paranatinga.

A vítima, Grasiele Lopes, 22 anos, teve perfurações de faca nas costas e no tórax. Familiares relataram que a jovem estava convivendo com o suspeito há cerca de 3 meses, no bairro Padre Onesto Costa.

Os golpes de faca começaram na varanda da casa da vítima, mas ela correu gritando por socorro até a casa  da mãe que mora em frente. Ao abrir a porta, a moça caiu ao chão desfalecida. O Samu foi acionado e constatou o óbito.  

Leia mais:  Polícias Civil e Militar prendem quatro traficantes em “boca de fumo” de Nova Xavantina

Dentro da casa, a perícia técnica localizou uma porção aparentando ser maconha e 30 pedras pequenas de material aparentando ser pasta base. A origem da droga será apurada.

A arma do crime, uma faca, e um pedaço de pano sujo de sangue foram apreendidos e serão encaminhados à perícia.

Após o término do auto de prisão em flagrante, o preso será apresentado em audiência de custódia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana