conecte-se conosco


Polícia

Polícia Civil prende dois e apreende veículos com sinais adulterados

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Dois homens suspeitos de negociarem uma motocicleta adulterada foram presos em flagrante pela Polícia Judiciária Civil, na quinta-feira (12.09), em ação da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA). Os suspeitos, H.A.L., 21, e L.O.R.D., 18, foram flagrados em posse de uma motocicleta de origem ilícita e foram autuados em flagrante por receptação, uso de documento falso e adulteração de sinais de veículos automotor.

As investigações iniciaram após a equipe da DERRFVA receber a informação de que no pátio de vistoria do Detran, havia uma motocicleta com suspeitas de adulteração no seu número de identificação veicular, e no número do motor, além de apresentar a Certidão de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) falsa.

No local, os policiais constataram a veracidade da denúncia e conduziram o proprietário do veículo (H.A.L.) até a DERRFVA para prestar esclarecimentos. A motocicleta Honda XRE também foi encaminhada a especializada para realização de checagem mais detalhada e perícia técnica.

Questionado sobre a origem do veículo, o suspeito alegou ter trocado a sua motocicleta Honda CG Titan com o suspeito L.O.R.D. há pouco mais de duas semanas. Com base nas informações passadas pelo detido, os policiais foram até a residência do suspeito, no bairro CPA-II, onde flagraram a motocicleta de H.A.L. na garagem.

Leia mais:  Vereador em MT é acusado de proteger facção e corre risco de cassação

Em buscas no quarto do suspeito, os policiais encontraram um documento CRLV igual ao apresentado na vistoria do Detran, sendo em checagem no sistemaque as duas cédulas do CRLV são furtadas. Diante dos fatos, os dois suspeitos foram formalmente interrogados na DERRFVA e posteriormente autuados em flagrante pelos crimes de receptação, uso de documento falso e adulteração de sinais de veículos.

Outro veículo adulterado

Um reboque Ma Maf 751 com sinais de adulteração foi apreendido em mais uma ação realizada pela DERRFVA na quinta-feira (12.09), após informações repassadas pelo Detran. O veículo estava com nota fiscal de agosto de 2019, porém com aparência de fabricação e divergente pelo estado de conservação, além de não ter registro do 1º emplacamento.

Diante das evidências, o veículo foi apreendido e proprietário conduzido a DERRFVA para prestar mais esclarecimentos.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Mauro anuncia 3 mil vagas para criminosos em presídios e 4 mil pistolas para policiais

Publicado

por

Em evento comemorativo de 32 anos do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) de Mato Grosso, o governador Mauro Mendes (DEM) assegurou a criação de pelo menos 3 mil vagas para criminosos em presídios estaduais, além de novos armamentos para policiais, no denominado programa “Tolerância Zero”, marcado para oficializado a partir de março.

 

A meta do governo é alcançar as 3 mil vagas em presídios estaduais até 2023, último da gestão do democrata.

 

O programa prevê uma série de medidas de enfrentamento à criminalidade do Estado e de reforço às ações na segurança pública, porém não detalhou quais.

“O programa vai se chamar Tolerância Zero porque é assim que nós nos sentimos, já sem tolerância para a criminalidade. E estaremos com a tolerância ainda menor com quem desrespeita a lei e o cidadão de bem desse Estado”, afirmou o governador.

Número de presos

Atualmente, a população carcerária de Mato Grosso está em torno de 12 mil presos, mas a capacidade das unidades prisionais é de 6.669 vagas em 53 estabelecimentos.

Leia mais:  Em maio, governo do Estado diminuiu déficit para R$ 67,4 milhões

Tolerância Zero

“O Tolerância Zero fará investimentos relevantes nos presídios. Iremos abrir novas alas inclusive de segurança máxima para deter os criminosos de alta periculosidade”, acrescentou.

Mendes lembrou que, em 2019, a Sesp fez uma grande força-tarefa de vistoria na Penitenciária Central do Estado (PCE) e retomou o controle da unidade, cortando regalias e irregularidades.

Conforme o governador, ações como essas impedem o avanço das facções e promovem aumento da segurança e bem-estar social.

“O Tolerância Zero será também um grande programa de infraestrutura na Segurança Pública. Já autorizei a compra de quatro mil pistolas Glock, que são as mais modernas disponíveis. Também vamos adquirir viaturas, motocicletas e outras tecnologias, na medida das possibilidades diante da recuperação financeira, de modo a melhorar a eficiência do Estado na Segurança”, destacou.

O secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, explicou que o programa trata, principalmente, do endurecimento do Estado quanto ao crime organizado, estabelecendo novos padrões de reaparelhamento das Polícias Civil e Militar. (Com informações da assessoria)

 

Leia mais:  Polícia Civil apreende maconha e prende traficante no bairro Passaredo na Capital

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana